Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • Search the Community

    Showing results for tags 'irs'.



    More search options

    • Search By Tags

      Type tags separated by commas.
    • Search By Author

    Content Type


    Forums

    • Finanças
      • Créditos
      • Bancos
      • Seguros
      • Imóveis
      • Incumprimento e Penhoras
      • Poupar dinheiro
      • Investimentos
    • Fiscalidade e Trabalho
      • Impostos
      • Segurança Social
      • Direitos do trabalhador
      • Trabalho por conta própria
      • Heranças
    • Geral
      • Apresentações
      • Diversos
    • Fórum
      • Regras

    Find results in...

    Find results that contain...


    Date Created

    • Start

      End


    Last Updated

    • Start

      End


    Filter by number of...

    Found 859 results

    1. Boa noite Preciso de uma pequena ajuda da vossa parte, ou seja um aconselhamento. Passo a explicar a situação: Tenho uma casa a qual se encontra desabitada e no ano passado (Setembro) pediram me, se podia alugar Expliquei a pessoa que a casa não tinha condições, pois estava suja e precisava de ser pintada. depois lá cedi e aluguei a casa por uma renda simbólica (120€) da qual não tirei nenhum lucro, pois ao banco pago quase 200€ da prestação. Acordamos que no mês de Outubro a pessoa não pagava renda, pois iria limpar e pintar a casa. Não fiz nenhum contrato o que se falou foi apenas de boca, pois era uma situação urgente pois a senhora em causa dizia que era mal tratada pelo ex marido. Tb não fui as finanças declarar essas rendas. Este Verão o pagamento da renda da casa começou a falhar e o que é certo É que tive de meter a senhora na rua pois já não era a 1ª vez que me falhava com o pagamento da renda Resumindo: Aluguei casa sem contrato e sem declarar essas rendas nas finanças. Pedi o pagamento das rendas em atraso, caso contrário teria de falar com um advogado para me tratar da situação. Já não pedi o arranjo das coisas que ficaram destruídas em casa, então a senhora em causa falou que ia as finanças fazer queixa de mim. A minha pergunta é: o que devo fazer nesta situação? São 8 meses de renda a 120€ cada e 2 meses e meio de rendas em atraso com água e luz, o que da um total de 418€.... Já agora vou emprestar a casa a uma amiga, apenas ira pagar água e luz, devo fazer contrato apenas entre nós 2 ou devo informar tb as finanças?
    2. Bom dia, Tenho uma dúvida e preciso de ajuda. Na empresa onde trabalho evolui na progressão na carreira no mês de Julho, mas só neste mês de Setembro é que pagaram os retroactivos do mês de Julho e Agosto e o subsidio de férias de Agosto. Acontece que no vencimento deste mês de Setembro os retroactivos que deviriam sofrer retenção pela diferença relativamente ao que foi retido no mês em causa não foi, englobaram tudo e aplicaram uma taxa de IRS bem superior ao deveria ter sido. Dando o exemplo no mês de julho a taxa aplicada foi de 18.8% com o retroactivo deveria ter sido aplicada a taxa de 20.9%, mas como pagaram tudo junto a taxa aplicada foi de 23%. Já no subsidio de férias acertaram para a taxa correta, ou seja corrigiram de 18.8% para 20%. Gostaria de saber onde poderei encontrar o artigo do IRS relativamente ao pagamento dos retroactivos, de forma a ser ressarcido. Obrigado.
    3. Guest

      Reinvestimento Imóvel

      Bom dia, Eu e a minha esposa temos: - Casados desde Fevereiro de 2019 - Morada Fiscal de ambos na Habitação A desde 2017 - IRS Feito sempre como Solteiros - Habitação A comprada em 2003 por mim - Habitação B comprada em 2018 pela esposa. Pretensão: - Vender a Habitação A - por oportunidade única de negócio - Vender a Habitação B - por oportunidade única de negócio - Comprar Habitação C para uso comum Questão: - Verifica-se isenção da tributação das mais-valias tendo em conta que o objetivo é comprar Habitação C comum? ou - Mais-valia isenta de tributação em virtude da Habitação A ter morada fiscal comum, mas a venda da Habitação B é tributada visto não ser a morada fiscal comum? Agradeço ajuda.
    4. Guest

      Condições Para Casado 1 Titular

      Viva, Pretendia saber se é possível passar a ter os descontos como “Casado - Único Titular” sabendo que: - o meu cônjuge está numa condição de Licença sem vencimento; - temos uma casa arrendada (com tudo devidamente declarado). Muito obrigado. FF
    5. Bom dia, Solicito a vossa ajuda para um esclarecimento relativamente a declaracao de reinvestimento de mais-valias, decorrentes da alienacao e subsequente compra de habitacao propria permanente. 1) Segundo meu entendimento, apos alienacao de habitacao propria permanente e existindo mais-valias, o sujeito passivo beneficio de um periodo de 36 meses para proceder ao reinvestimento das mesmas, em nova habitacao propria permanente, correcto? 2) E igualmente meu entendimento que, devera ser declarada em sede de IRS a intencao de reinvestimento das mais-valias, sob a forma do montante que se pretende reinvestir, correcto? 3) Assumindo que a venda da habitacao propria permanente gera mais-valias no valor de 100.000 euros, que existe intencao de reinvestimento das mesmas na totalidade e que essa intencao se reflecte na declaracao de IRS, o que acontece caso no prazo dos 3 anos, o sujeito passive apenas reinvista e.g., 80.000 euros, apesar de ter declarado a intencao de reinvestimento de 100.000 euros? Muito obrigado!
    6. Joana Cardoso

      E-Fatura - Trabalhador misto

      Bom dia, Suscitou-me uma dúvida sobre a devida identificação de faturas através do portal E-fatura. Ora, sendo um trabalhador por conta de outrem mas com atividade aberta na area da saude para prestação de serviços não superiores a totalidade de 10mil €. Aquando a idenficação das mesmas é possivel colocar algumas como " no ambito da atividade prossional total ou parcial"? Obrigada pelos esclarecimentos,
    7. Guest

      Informação

      Boa noite, tenho dois part times um durante a semana e outro ao fim de semana, gostaria de saber se tenho que pagar IRS, pois nunca fiz visto que juntei dois part times recentemente, recebo de volta de 800 euros dos dois, qual é o valor que vou pagar de irs?
    8. Guest

      "Vale Infância", Vencimento e IRS

      Boa tarde, a minha entidade patronal propôs-me entregar "Vales Infância" todos os meses, enquanto "ajuda" ao pagamento da creche do meu filho! Acontece que tenho montes de dúvidas sobre estas ajudas nomeadamente: - se eu receber de vencimento 400€, por hipotese, e o "vale infância" for de 100€, isso quer dizer que só declaro, para o IRS, 300€? - O "vale infância" é um valor que fica "cativo" no vencimento para aquele fim especifico (creche) ou recebo na mesma os 400€ e os 100€ são uma ajuda adicional da empresa como complemento ao vencimento? - Para efeitos de descontos e para apuramento da declaração anual do IRS, que implicações é que têm estes "vales"? Declaro menos, logo, irei receber menos de IRS? - E como ficam todas estas contas no caso de eu ter actividade aberta (ou seja, sou trabalhador dependente e independente)...que vantagens/desvantagens tenho eu nestes vales? Alguém com as mesmas duvidas que tenha tido respostas? Cumprimentos
    9. Ricardo2028

      Mudar morada fiscal a meio do ano

      Boa noite, Desde o início do ano que me encontro a habitar numa casa arrendada. Por desleixo, apenas agora estou a tratar do processo de mudança de morada fiscal. A minha pergunta é se, no IRS do próximo ano, todas as rendas serão consideradas para efeitos dedutíveis ou apenas de agora em diante, com a morada fiscal alterada. Obrigado desde já pelas respostas,
    10. manimeica

      Rendimento colectável IRS

      Boa tarde, Como trabalhador independente, guardo parte dos meus rendimentos especificamente para entregar ao fisco em abril do próximo ano. Como é dinheiro que fica parado, quero estimar o melhor possível os valores, para investir o resto. Como posso calcular o meu rendimento colectável a partir do meu rendimento bruto? Tenho considerado 100% dos meus rendimentos brutos são colectáveis mas penso que essa percentagem está mais próxima de 80-90%. 2. Como posso estimar as deduções? 3. É possível fazer simulações do meu IRS para 2019 no portal das finanças (sem submeter)? Obrigado desde já!
    11. luiscorreia31

      Venda casa porteira

      Adquiri um imóvel em 2012 (3º andar) num prédio com casa da porteira. Em 2019, essa casa da porteira foi colocada em propriedade horizontal e vendida, tendo cada condómino recebido a sua parte do valor total. Gostaria de saber como e onde declaro o valor por mim recebido no IRS 2019 e se tenho alguma vantagem em usar o valor recebido da venda para amortizar o crédito à habitação que tenho do 3º andar e assim diminuir o valor a tributar. Obrigado e cumprimentos
    12. Guest

      Declaração Certa

      Boa tarde a todos, Preenchi o meu irs de forma não automática, pois vendi ações (uma quantidade ridiculamente pequena) no dia 4 de Abril. No dia 15 de Abril foi dada como validada e passei a ter uma declaração certa... Desde dia 15 de Abril até ao dia de hoje continuo com o mesmo estado, sem reembolso ou atualização alguma. É normal? já não sei o que fazer. Obrigado
    13. Guest

      cheque

      Boa tarde eu posso depositar o cheque do meu avo na minha conta?
    14. Guest

      IRS

      Estou reformado e a Segurança Social está a fazer a retenção de 36,5%, baseado no facto de ser casado com 2 titulares. Na verdade sou casado mas a minha mulher não aufere nenhum rendimento, pelo que deveriam passar a reter 30%. Pergunta é; No final do ano aquando a entrega da dec do IRS, as finanças farão o acerto ? O que me sugerem fazer ? Muito Obrigado
    15. Boa tarde. Obrigado pela disponibilização do simulador de mais valias. Tenho uma dúvida: na compra de um imóvel por €300.000 + €100.000 de despesas. Ao vender por 1.000.000 a mais valia é de 600.000. Como tenho mais de 65 anos e vou aplicar 600.000 em contrato de seguro, num fundo de pensões aberto ou contribuir para o regime público de capitalização, pensei que não iria pagar mais valias No entanto o vosso calculador indica que terei de pagar mais valias porque faz o calculo ao valor de venda e não ao valor de venda menos vlor de compra menos as despesas. Pergunto: a mais valia para o calculo não devia ser =venda-compra-despesas= €1.000.000-€300.000-€100.000 = €600.000 neste caso? Nota: valores simulados Obrigado Calculadora de mais-valias de imóveis - Doutor Finanças - Poupança. Eliminação de Dívidas_.pdf
    16. Boa tarde, Tenho duas questões que gostava se me pudessem esclarecer (uma ou outra ou ambas). 1. Relativamente ao estatuto de estudante deslocado, sei que apenas se aplica se a instituição de ensino se localizar a mais de 50 km da residência habitual do agregado familiar. Como são contabilizados estes 50 km? São contabilizados em linha reta num mapa ou posso usar o Google Maps para verificar a distância (caminho mais curto)? E são calculados relativamente à sede ("reitoria") ou à instituição orgânica ("faculdade") frequentada? 2. No caso de a distância ser < 50 km, e, assim, não haja direito ao estatuto de estudante deslocado, tenho noção de que as rendas também podem ser descontadas no IRS desde que a residência fiscal coincida com a morada no contrato de arrendamento. Neste caso, é possível alterar a residência fiscal de um dependente para poder usufruir das vantagens no reembolso, ou o dependente perde o estatuto de dependente para efeitos de IRS se tiver uma residência fiscal diferente da residência fiscal dos pais? Muito obrigado.
    17. Bom Dia! Muitos parabéns pelo vosso site, já me esclareceu muitas vezes! Hoje, gostaria de perceber como se processam as contas das mais-valias no caso de uma 'aquisição' de imóvel através de leasing imobiliário. Vendi um imóvel em 2017, do qual parte do valor da venda serviu para liquidar o crédito habitação. O restante foi utilizado em obras de restauração do imóvel que adquiri através do sistema de leasing. Considerando que o leasing imobiliário é uma espécie de arrendamento, onde inclusive as despesas com IMT, escritura e outros impostos foram pagos pro mim mas ficaram em nome do locador, pergunto de que forma poderei apresentar essas despesas para o cálculo final das mais-valias. Será que nesta situação o valor da renda mensal entra nas contas? Eventualmente para a contabilização das despesas só poderei apresentar a fatura da imobiliária que tratou da venda da casa anterior, é isso? As despesas em materiais de construção e restauro que tenho realizado na nova casa, são utilizáveis nas contas das mais-valias? Obrigada
    18. Irina Moscovciuc

      Dependentes

      Boa tarde. A minha filha fez 25 anos e ainda vai continuar estudar durante 3 anos na faculdade privada. As propinas vão ser suportadas pelos pais, até porque a filha não vai conseguir trabalhar ou vai trabalhar muito pouco. Gostaria de saber, assim que a filha vai deixar de ser dependente, deve introduzir as despesas de educação no IRS dela? Ou há alguma forma de nós, os pais introduzimos estas despesas no nosso IRS? Obrigada
    19. ferreira10

      Trabalhador independente Quadro 17 do IRS

      Olá: Agradecia que me dessem sugestões de preenchimento do quadro 17 do anexo B. Sou trabalhador independente e tratei de declarar os valores pagos ao instituto de segurança social a titulo de contribuições para a segurança social. Fi-lo na linha 17A. E na linha 17B do mesmo anexo B especifiquei o nif 500715505 do instituto da segurança social. Por altura da entrega, o sistema está-me a gerar um alerta. Esse erro de alerta não acontece caso "valide" a declaração. Eu não optei pelas regras da categoria A, já que os rendimentos são provenientes da passagem de recibos a diferentes contribuintes individuais. Pelo que não preenchi o quadro 701, especificando o valor desta contribuição no quadro 7. Parece haver uma relação entre o não preenchimento do quadro 701 e o preenchimento do 17A???!! Mas afinal, eu que sou do regime simplificado não optei pelas regras da categoria A não posso declarar as contribuições para a SS no quadro 17A do anexo B? Sempre posso entregar ignorando os alertas. Mas agora fiquei com receio de o fazer. O que me aconselham? Agradecido!
    20. Soraia Coelho

      IRS 2019

      Boa tarde, Entreguei o IRS 2018 dentro do prazo e fiz o respectivo pagamento ontem (data limite até 08/2019). Ontem recebi uma carta com 390e (diferente do valor que paguei do IRS) para pagar e quando vou ao portal das finanças apenas aparece "IRS 2019". Alguém me consegue ajudar a identificar de que se trata este valor? Cumprimentos, Soraia Coelho
    21. mpsilva

      Herança/IRS

      Boa noite. No ano passado, o meu pai (cabeça de casal) e restantes herdeiros venderam um estabelecimento comercial, sendo um estabelecimento comercial que campos do Anexo G deverão ser preenchidos? No ano de 2018 foi também realizada a partilha de bens de um imóvel, não tendo sido vendido nesse mesmo ano. Gostaria de confirmar se efetivamente não é necessário a declaração no IRS deste imóvel. Sendo cabeça de casal existe a necessidade do preenchimento de mais algum anexo? Cumprimentos
    22. Boa noite, Gostaria de verificar se alguém tem experiência em ter declarado a compra de um terreno que foi fruto de um Destaque de Parcela, para efeitos de IRS e apuramento de mais-valias? Ou seja, venda de parte de um imóvel, a qual não existia isoladamente aquando da aquisição desse imóvel. Que valor deve ser atribuído? Existe algum critério, ou é apenas bom senso com base no valor patrimonial inicial e depois no valor patrimonial dos 2 finais após operação de Destaque. Muito obrigado!
    23. Guest

      irs 2018

      IRS - Pedido de ajuda Para além de ser trabalhador por conta de outrem, eu presto esporadicamente serviços (durante folgas e/ou férias) numa outra empresa. Nos anos anteriores a 2018, para declarar os rendimentos anuais referentes a estes últimos serviços recorro a um ato isolado que coloco no campo 404 do anexo B da declaração IRS, uma vez que o tipo de serviço prestado não se enquadra em nenhum dos outros campos disponíveis. Em 2018 mudei de residência e entreguei a declaração numa outra repartição de finanças que não aceitou a mesma alegando que o valor do ato isolado deve ser mencionado no campo 403. Acontece no entanto que com esta alteração, o coeficiente de cálculo do imposto tem um valor bastante mais elevado, prejudicando-me assim em várias centenas de euros. Na altura foi-me explicado que não estando o serviço enquadrado nas atividades profissionais especificamente previstas na tabela de atividades mencionadas no artigo 151.º, seria classificado como outros serviços, ou seja, no campo 404. Permito-me transcrever a resposta referente à primeira justificação apresentada: "Relativamente ao rendimento declarado no anexo B (ATO ISOLADO) deve ser declarado no quadro 4 campo 403. Para reslover a diverg. entrega dec substituição." Segunda resposta que é, no meu ponto de vista, inadequada ao cidadão comum: "Encontram-se abrangidos na alinea b)nº2 artº31 CIRS, os rend. auferidos p/conta própria qualquer actividade Prestação serviços que tenham enquadramento na al) b) do nº 1 do artº3 do mesmo codigo, independentemente da actividade exercida estar nos termos artº151 CIRS, classificada de acordo com a CAE, Inst. Nacional Estatistica, ou de acordo com os códigos mencionados na Portariaº 1011/2001 21 agosto, incluindo a actividade 1519 Estão ainda incluidos rendimentos provenientes de Actos Isolados referentes actividades na al)b nº 1 artº3 a que se refere a al) i) nº 2 CIRS CIRCULAR nº 5/2014" Terceira e ultima justificação entregue no dia 7 do corrente mês até ao dia de hoje sem resposta. Eu julgava que as leis e impostos seriam aplicados de modo uniforme a todos os contribuintes, mas agora vejo que esta prática pode divergir de uma repartição para outra, explico: Os meus colegas trabalham da mesma forma que eu, nos mesmos serviços, nas mesmas empresas e veem os seus atos isolados classificados no campo 404, sem problemas, enquanto eu acabo por ser descriminado pela administração fiscal, sendo que a diferença de tratamento se justifica apenas no facto de serem repartições ou interpretações diferentes da mesma Lei. Agradeço desde já a ajuda de quem queira fazer o favor de me dar a sua opinião ou conselho sobre a forma de agir. Não é nem nunca foi minha intenção roubar ou fugir a qualquer obrigação fiscal mas sim recuperar o que é meu por direito.
    24. Quando se compra um produto da empresa com desconto de funcionário, este desconto é considerado um rendimento tributável em sede de IRS e Seg. Social?
    25. JRJordao

      Benefício Municipal em 2020

      Já é conhecida a lista para a entrega de 2020 (rendimentos de 2019). https://economiafinancas.com/2019/municipios-que-vao-devolver-irs-em-2020/
    ×
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa