Ir para o conteúdo

Actividade últimas semanas

A apresentar todo o conteúdo publicado nos últimos 15 dias.

This stream auto-updates     

  1. Hoje
  2. Raize - empréstimos coletivos

    realmente és capaz de ter razão!! mas para mim.....quando penso em diversificação......penso em distribuir pelos vários instrumentos financeiros....onde as P2P, também estão incluídas. Passando agora esta fase de experimentação....penso investir mais um pouco na P2P...... Já agora em que Países tu investes mais?!?! Eu para já só tenho trabalhado com empréstimos em espanha.
  3. Ontem
  4. FILHOS MAIORES DEPENDENTES E GUARDA CONJUNTA

    Eu também. Obrigada.
  5. Fundos de Investimento

    Definitivo mesmo. Mas quem entra nesta altura há que ter cuidado, porém ainda tem margem de manobra no preço.
  6. Excepto Dinamarca e UK qualquer divida efectuada num estado membro pode eventualmente ser cobrada. Se reside no Reino Unido nao.
  7. Data limite para reclamar seguro de vida

    Era a Caixa Geral de Depósitos
  8. VAT NUMBER

    Então a diferença do VAT NUMBER e do NIF e apenas PT/Br etc?
  9. IRS - aplicação para download?

    Já está disponível download aplicação offline referente IRS 2017. As pessoas não são obrigadas a preencher IRS online. Curiosidade: o simulador online não está a funcionar correctamente. Se calhar o offline é melhor.
  10. Tens que usar a empresa abaixo , segundo informação dada pela Vanguard , podes perguntar no email que referi. Eu disse que estava sediado em Portugal , a quantia que queria investir e disseram ok , o minimo é este e tem que usar este intermediário . https://www.bbh.com/en-us Contact details for BBH are as follows: Telephone: 00353 1241 7144 Email: vanguard.TA@BBH.com Investimento minimo 100.000 €
  11. Trabalho Remoto

    Eu percebo a questão. Eu estou numa situação parecida, mas fiz tudo correctamente No meu caso é a Alemanha. Enquanto era residente fiscal lá usava o meu registo fiscal alemão (steuernummer), declarava lá os rendimentos, etc. Com o tempo fui fazendo progressivamente mais trabalho remoto e acabei por me voltar a tornar residente fiscal português por força disso -- nota que a residência fiscal é uma matéria de facto. A partir daí voltei a usar o meu registo português (nif), no caso, como trabalhador independente. Se voltar a viver noutro país, terei de me registar lá, emitir facturas com esse registo, etc. Os anos de transição são os mais chatos porque implicam fazer duas declarações de rendimentos: todos no país onde se é residente fiscal, e locais no outro. Se quiseres fazer "batota", nem é tanto pela via bancária... por exemplo, eu sempre usei o meu banco português ao longo destes anos. Durante alguns anos a minha conta recebeu montantes sem eu declarar nada em Portugal. Não há problema, desde que os montantes tenha origem legal. A residência fiscal é uma questão de facto. Geralmente é onde a pessoa vive >= 183 dias ou no caso de isso não acontecer há uma série de factores para desempate. Acontece que no espaço schengen há livre circulação sem fronteiras, logo é difícil determinar quantos dias alguém vive onde. Se mantiveres várias moradas no espaço schengen na prática podes escolher qualquer uma delas como residência fiscal, e se a fonte de rendimentos provir desse país até é particularmente credível. No teu caso basta teres uma morada na Suiça e considerá-la como tua residência fiscal (i.e. se alguém de perguntar, vives lá >= 183 dias por ano). No caso de não manteres lá morada, existem serviços que oferecem moradas virtuais. Claro que sendo batota é um risco, e o fisco pode ter formas de pressionar. Na Alemanha as minhas contabilistas mandavam-me um formulário todos os anos onde havia um espaço para juntar recibos de voos, ou bilhetes de comboio, ou portagens mais combustíveis que provassem a permanência, embora nunca tenha precisado de preencher essa parte.
  12. Acções

    Boas, Finalmente voltei ao investimento nas acções, considero-me um novato neste “mundo” Neste momento investi em: - JMT, parece-me que é uma acção com capacidade de progressão e é uma empresa sólida. - Twitter, pelo que tenho lido todos os analistas esperam que, quando forem divulgados os resultados na próxima terça, pode até ter uma valorização na casa dos 2 dígitos.....será?!? - Micron Technology (MU) --- Amanhã vou ver como corre na abertura desta acção.....se baixar um pouco em relação a hoje, vou comprar. Há outras acções interessantes, como Netflix ou Apple.....mas para já ainda não vou para “esses voos mais altos” Alguém com mais dicas sobre outras acções?!? Entretanto ontem ainda estive a explorar mais um pouco.....e encontrei outra acção interessante.....SkyWorks Solutions
  13. Última semana
  14. P2P - Tópico Geral

    São P2P um pouco diferentes. A que apresenta maior credibilidade é a Viainvest. Tem sempre empréstimos ativos, tem buyback e tem empréstimos de vários países, embora tenham todos como loan originator a própria empresa. Nos empréstimos polacos e checos fazem retenção de imposto sobre os juros. A robo.cash tem origem russa e não é tão transparente. Aqui só tens a possibilidade de investir em modo automático mas as taxas de juro são melhores e andam à volta dos 14% e com buyback. Aqui há uns tempos houve relatos de investidores que tiveram o dinheiro sem estar investido durante algum tempo. No meu caso isso nunca aconteceu. Quanto às outras P2P que apresentas, não conheço nenhuma.
  15. Comerciante/ trabalhador por conta de outrém

    Caríssimos: De momento, trabalho por conta de outrém, e assim quero continuar por mais uns mesesm quissá anos. Porém, tenho algum tempo livre e gostaria de poder complementá-lo com outra atividade,, que no enquadramento da região onde vivo,, e olhando para as necessidades desta, poderia ser uma mini-gráfica que no início de atividade apenas se dedicaria à estampagem, personalização de bonés e canecas para depois comercializar. Tenciono começar a partir de casa e só depois, se possível, criar uma sede própria onde investirei em mais equipamentos e soluções. A minha questão é: para exercer a atividade como empresário em nome individual em simultãneo com o meu emprego, e comercializar os meus produtos, terei de passar fatura com recibo verde (denominação antiga da coisa) a todos os meus clientes? Agradeço resposta. Cumprimentos, Igor Luis
  16. Anexo G e G1

    A parte que ela herdou do pai, por ter sido adquirida antes de 1989, deve ser declarada no anexo G1. Admitindo que nessa altura ela ficou com X% da casa, deve indicar como valor de aquisição 14.500€ * X% e como valor de alienação 145.000€ * X%. Esta mais valia não será tributada. A parte que herdou da mãe, por ter sido adquirida após 1989, deve ser declarada no anexo G. Supondo que o seu quinhão foi de Y% da casa, deve indicar como valor de aquisição 144.000€ * Y% e como valor de alienação 145.000€ * Y%. Tendo em conta o coeficiente de correção monetária, também esta mais valia não deverá ser tributada.
  17. Anexo B vs Anexo G - Mais valias

    Boa tarde, Antes de mais, obrigado por a resposta. O imóvel não está de todo afeto á atividade. No entanto, no quadro 8, campo faz a questão se existiram alienação de imoveis e se houve afetação de imóveis a atividade empresarial / profissional. Como são duas perguntas distintas, fiquei sem perceber. Em relação á segunda questão, uma vez que nunca foi cessada a actividade, julgo ser obrigatório submeter o mesmo - assim como o anexo SS - corrija-me se estiver enganado. Obrigado!
  18. TD Ameritrade

    Boas pessoal alguém aqui tem uma conta na TD Ameritrade? já há mais de 1 mês que eles me pedem documentos (aos quais eu enviei todos) e agora enviam-me um email a dizer que não é possivel abrir contas para cidadãos portugueses
  19. boa tarde, Alguém me sabe dizer se as despesas de educação pagas por intermédio de tickets infância podem ser deduzidas para o limite de 800 euros? Ou quando são pagas desta forma não podem ser deduzidas? obrigado, Miguel
  20. Mais valias

    Boa tarde Comprei em 2017 uma HPP tendo vendido a outra em 2015. Que campos devo preencher além do quadro 5 do anexo G? Além disso ao identificar o imóvel não consigo afetar 50% a cada um dos titulares. É mesmo assim? Obrigado
  21. Boa tarde, A ALOPE - Associação de Lesados em Obrigações e Produtos Estruturados (http://alope.pt) está a realizar uma Petição à Assembleia da República (AR) para proteção dos lesados PT/OI. No dia 12 de Janeiro de 2018 foi aprovado na Assembleia da Republica o Projeto de Resolução n.o 1228/XIII/3a, que poderá ser consultado no link: https://bit.ly/2qDZZpM Recomenda ao Governo que parametrize a resolução da problemática dos lesados não-qualificados. Genericamente, o documenta visa a recomendação ao governo no sentido de encontrar mecanismos extrajudiciais que permitam mitigar as perdas dos lesados bancários não qualificados. Esta iniciativa tem como objetivo proteger os lesados não qualificados que investiram em produtos PT e produtos estruturados, através de intermediários financeiros com sede em território nacional. Na Assembleia Geral dos Associados da ALOPE do dia 09 de Dezembro de 2017, transmitimos que uma das atividades a desenvolver em 2018 passaria por peticionar à Assembleia da República o apoio e proteção à causa dos lesados da PT. Entre outros, os objetivos primordiais da ALOPE são: 1) Angariar 4000 assinaturas para levar a discussão em plenário da AR o nosso caso; 2) Atribuição de isenção TOTAL de custas judiciais, processuais e de parte; 3) Constituição de um grupo de trabalho envolvendo os Grupos Parlamentares e a CMVM na prossecução de um mecanismo extra-judicial que vise a recuperação dos investimentos. Assim, vimos por este meio apelar ao empenho de todos os associados de forma a reunir o máximo de subscritores (vizinhos, amigos, familiares, entre outros), da nossa petição pública. Em anexo, enviamos o documento modelo que poderão imprimir as vezes que forem necessárias. A petição deverá ser remetida, via correio, para a morada: ALOPE - Associação de Lesados Rua São Miguel Arcanjo, 149 - 3º Esq. 4450-585 Matosinhos NOTA: A petição pode ser assinada por qualquer cidadão maior de idade residente em Portugal. Contamos com todos para a curto prazo entregarmos em mão este documento ao Presidente da Assembleia da República. Obrigado pela atenção, e juntos venceremos! Com os melhores cumprimentos, A Direção da ALOPE. Listagem_Assinaturas_Peticao_PT_Oi.pdf
  22. Banco Invest

    nada prático.
  23. Ascendentes

    obrigado por me chamar à atenção. acredite que li várias vezes a frase, e nunca vi o "anual", por isso resolvi fazer a pergunta..
  24. IRS 17 - Coleta Total / Deduções à coleta

    Bom dia. Não. Deixa me de te explicar pois há pessoas que não entendem que há pessoas surdas como eu, que conseguem ter as mesmas limitações que as pessoas (ouvintes) tem. Há vários tipo de grau da surdez. O meu grau, como outros com o mesmo grau, tem condições para utilizar as próteses auditivas que ajuda a ouvir tudo. No meu caso, com as estas próteses auditivas, consigo ouvir/falar com as pessoas, pois uma das minhas tarefas no serviço, é atender os utentes. Consigo conduzir as viaturas, ouvir o motor, ouvir as outras viaturas, ouvir a ambulâncias e etc. Desculpem pelo desabafo, mas fiquei um pouco incomodado quando dizem que uma pessoa como eu, seria perigoso a conduzir! Perigoso são aqueles que não cumprem as leis/regras, quer seja prioridades nas estradas, quer seja álcool e etc. Não querendo ofender alguém, apenas estou partilhando as minhas palavras. Não tenho culpa, por causa da embrulhada do IRS, se eu passei com louvor os exames para obtenção de carta de condução, nos exames de código e terem me dito que iam tirar a carta, é algo que não devia arriscar, pois como sabem, paga-se muito para obter a carta, certo? Hoje, o médico da junta médica é outro, do que era há 4/5 anos atrás. Se passou o atestado a uma pessoa com mesmo grau (reside na mesma ilha) mas não tirou a carta, tem que aprovar o mesmo para a minha pessoa.
  25. IRS Ascendentes

    Ou seja: O meu pai não é obrigado a submeter a declaração de IRS porque não atingiu os 8500€ é isso? A minha mãe, como não teve qualquer rendimento pode ficar incluída como ascendente na minha declaração, somando a dedução dela com as minhas? Fazendo a simulação, de facto compensa bastante mais fazê-lo desta forma, uma vez que os meus pais entregando a declaração em conjunto não traz qualquer beneficio.
  26. IMI no IRS

    Boa noite, os valores de pagamento de empréstimos ao banco e/ou financeiras (automóvel e cartão de crédito) devem ser adicionados manualmente no IRS? Obrigada!
  27. IRS - Anexo J - quadro 9.2A - Câmbio

    Olá! Já alguém tem mais alguma informação sobre este assunto? Eu resgatei um fundo estrangeiro em dólares americanos que tinha num banco português. Tinha as contas preparadas com os valores em euros efetivamente pagos e recebidos na minha conta nesse banco. Eis que há algum tempo, o banco me envia um documento para auxiliar o preenchimento da declaração anual de IRS e os valores são diferentes dos que eu tenho registado. Usaram a cotação da venda, mas nem essa é igual à que efetivamente me cobraram.
  1. Carregar mais actividade
×
FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa