Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • Search the Community

    Showing results for tags 'férias'.



    More search options

    • Search By Tags

      Type tags separated by commas.
    • Search By Author

    Content Type


    Forums

    • Finanças
      • Créditos
      • Bancos
      • Seguros
      • Imóveis
      • Incumprimento e Penhoras
      • Poupar dinheiro
      • Investimentos
    • Fiscalidade e Trabalho
      • Impostos
      • Segurança Social
      • Direitos do trabalhador
      • Trabalho por conta própria
      • Heranças
    • Geral
      • Apresentações
      • Diversos
    • Fórum
      • Regras

    Find results in...

    Find results that contain...


    Date Created

    • Start

      End


    Last Updated

    • Start

      End


    Filter by number of...

    Found 36 results

    1. Marco Rodrigues

      Marcação de dias de férias

      Bom dia, na empresa em que trabalho o empregador marca parte das férias, deixando alguns dias, para o funcionário marcar quando quiser, desde que com acordo do empregador. Posto isto, dos dias que me restavam, marquei com 60dias de antecedência 3 dias de férias, e faltando apenas 5 dias úteis para o seu início, ainda não me foi comunicado se estão aceites ou não. A minha questão é, se existe um prazo para que o empregador me tenha de comunicar se estas foram ou não aceites? Obrigado.
    2. Boa tarde a todos, Comecei a trabalhar numa multi-nacional no dia 2 de Dezembro de 2019 juntamente com outros 3 colegas que entraram respectivamente dia 2 de Dezembro, dia 29 de Novembro e dia 28 de Novembro. Os contratos foram todos assinados no primeiro dia de trabalho. Os meus colegas que entraram dia 28 e 29 de Novembro já receberam o subsídio de férias proporcional e subsídio de natal proporcional (devido ao fecho de contas do ano). No entanto eu e o meu outro colega que entrámos dia 2 não recebemos. Eu nem estava à espera de receber nada já, apenas 6 meses depois mas como os meus outros colegas receberam questionei os RH via email, que me responderam hoje o seguinte: Tudo muito bem, mas dia 1 de Dezembro foi Domingo!! E a empresa está fechada aos Domingos...O meu horário de trabalho é de Segunda à Sexta...Eu iniciei dia 2 porque foi o primeiro dia útil do mês...tal como o meu outro colega. Além do mais dizem-me que vão descontar o dia 1 do meu salário base?? Isto é legal? Eu trabalhei o mês todo e vão me tirar 70€....Mudei de uma empresa de 6 pessoas porque haviam confusões com os salários mensalmente para vir para uma multi-nacional e começa desta forma?? Ajudem-me por favor. Obrigado. José.
    3. - Relativamente aos proporcionais de férias no momento da cessação, qual o intuito para que foram criados? O QUE PROCUROU O LEGISLADOR COMPENSAR DO PASSADO COM ESTES "PROPORCIONAIS"? Pergunto isto com a demonstração de um caso prático: - Funcionário entrou em Junho de 2014. Apesar de o Codigo do trabalho estipular que só poderia começar a gozar férias após 6 meses de trabalho, gozou todas as férias nesse mesmo ano e recebeu o respectivo subsidio de férias. Isto apesar de não ter trabalhado no ano anterior para a empresa; - Nos anos seguintes gozou todos os dias a que tinha direto e recebeu sempre o respetivo subsídio de férias. - Somando todos os dias de férias a que teria direito desde Junho de 2014 até 28 de Dezembro de 2019 (data da cessação do contrato), verifica-se que já gozou de todos os dias de férias a que teria direito. Mas segundo o simulador da ATC a empresa terá agora de na mesma de lhe antecipar o vencimento de férias através dos tais “proporcionais” (não compreendendo a logica subjacente a tal antecipação, dado que gozou efetivamente todas as férias e correspondente subsidio a que tinha direito). E ainda por cima sabendo que, com a entrada do proximo ano de 2020, irá adquirir mais 22 de ferias que também irão ser pagas pela nova empresa em que irá trabalhar. Parece existir aqui uma clara duplicação de vencimentos de férias. Porque isso pergunto qual o fundamento, qual a razão que justifica estes tais "proporcionais" ? Muito Obrigado
    4. KimLavrator

      Férias - contrato a termo

      Boa noite, Irei cessar funções na empresa dia 14 de janeiro 2020 tendo iniciado o contrato a 1 de outubro 2019 com a duração prevista de 9 meses. Gostaria de saber se as férias sofrem um reset apartir do dia 1 de janeiro ou se estou limitado de alguma forma pela lei laboral. O meu objetivo seria gozar férias até ao dia de cessação. Obrigado desde já.
    5. Boa noite, Vou entregar a minha carta de rescisão a um contrato de 6 meses, que começou em Julho. A minha dúvida é se devo ter em conta os 2 dias de férias não gozadas por cada mês, ou se, como não foram cumpridos os 6 meses, não tenho direito aos dias em causa. Obrigada!
    6. trabalhei em um restaurante a qual entrei dia 04/12/2018 ate o dia 01/04/2019 sem contrato, logo após o meu patrão me deu contrato de trabalho de 6 meses com renovação automática me pagando 600€ iliquiros, porém dia 20/09/2019 faltando 10 dias para o contrato vencer fui até ao escritório dele pois ele tinha me chamado para tratar do mesmo e me apresentou um novo horário de trabalho em que me prejudicaria e eu disse que nao queria a renovação do contrato, entretanto no dia seguinte o restaurante fechou de férias, nao emiti carta pois falei pessoalmente com o patrão,hoje já é dia 14 de outubro e não recebi o acerto nem nada.. gostaria de saber se sendo assim tenho q pagar uma indenização a empresa, e se tiver direitos a receber qual e o valor e qual é o prazo para o acerto? desde já agradeço a ajuda. obs: gozei de 7 dias de férias e não recebi sub férias ainda!
    7. atesilva

      Dúvidas contratuais

      Boa tarde, Venho por este meio, pedir esclarecimentos a quem tenha melhor formação que eu. Tive a informar me mas continuo com muitas dúvidas e os meus RH não me esclarecem. Trabalho numa empresa, onde estes por norma celebram contratos de formação de três meses e só depois contrato a tempo incerto. O que se passa é o seguinte: 1) Assinei o contrato a tempo incerto a dia 16/3/2019 , depois fui colada num outro protejo em que me obrigaram a fazer denuncia do contrato, para um outro com data de inicio à 20/3/2019. Por lei , temos direito férias após seis meses de contrato certo? Mandei e-email e por vária vezes tentei falar com o responsável dos RH sobre as férias, porque embora pelos vistos tenha assinado o 1ª contrato a dia 16 com a denuncia só começa partir de dia 20 de Março, no entanto quero tentar perceber como funciona o sistema de férias deles. Contudo , sempre mudar de assunto. Nínguem me responde a nada, ninguém me fala nada. Isso é legal? Posso ficar até ao próximo ano sem férias? 2) Relativamente ao subsidio de desemprego, trabalho desde Setembro de 2017, e dentro , desse período , tive 6 meses sem descontar , porque foram meses incluídos em formação. No ultimo ano, tive de Dezembro de 2018 a Março de 2019, sem descontar mas empregada. Isso faz com que perca o direito ao subsidio ? Agradecia que alguém me conseguisse esclarecer nestes dois assuntos.
    8. taniiacosta

      Descontos no Booking e Airbnb

      Boas, Tenho um link que oferece 10% de reembolso em qualquer reserva que façam no Booking :https://www.booking.com/s/11_6/cf3f10adDeixo o link das Questões Frequentes (QF) do Booking:https://www.booking.com/content/incentives-faq.pt-pt.html Para quem preferir o Airbnb, também tenho um link que dá descontos a novas inscrições: https://www.airbnb.pt/c/taniac6054?currency=EUR Boas férias!
    9. Eu estou de baixa médica desde novembro do ano passado e a mesma terminará em setembro deste ano, gostaria de saber se tenho direito aos 22 dias de férias de 2019 mesmo tendo estado de baixa . Obrigada
    10. Guest

      Efetivo

      Boa tarde O meu caso é estou a trabalhar efetivo numa empresa em nome particular que infelizmente é da minha ex namorada e o ambiente não é o melhor... deixando isso de parte quero sair de um dia para o outro, estando efetivo mas não tendo mais de seis meses de trabalho na empresa ainda não gozando férias e com algum subsídio que tenha que receber. Descontado as férias ? Posso sair sem perder muito?
    11. Guest

      Dias de Férias

      Bom dia! Estou com uma pequena dúvida. Vou dentro de poucos dias entregar a minha carta de demissão à minha entidade empregadora. Até dia 1 de janeiro de 2019 tenho 32 dias de férias para gozar. Dia 2 de maio, já com a carta entregue, pretendo usufruir de todas as férias que tenho direito e cessar funções no último dia em que as férias me permitam ser gozadas. A dúvida paira na seguinte situação: 32 dias + 8 dias (de janeiro a abril) = 40 dias Estes 40 dias equivalem a dois meses maio e junho, tenho direito aos 4 dias de férias adicionais? Caso tenha, na carta de cessão indico o ultimo dia de "trabalho" incluindo esses 4 dias? Espero não ter gerado confusão com a minha explicação do problema, Obrigado!
    12. Bom dia, Comecei a trabalhar no ano passado, no final de abril, tendo sido feito contrato de 4 meses. Após esses 4 meses foi feita uma adenda para aumentar o tempo do contrato para mais 4 meses. Passado mais esses 4 meses foi feita outra adenda para aumentar outra vez o contrato por mais 6 meses (início agora em janeiro e com fim em junho) e está planeado fazerem outra adenda com duração de 6 meses (julho a dezembro). A minha dúvida agora é, uma colega irá de licença de maternidade em meados de agosto, e dizem que não vamos poder tirar férias depois de ela ir, porque teremos que assegurar o trabalho dela, dizendo que as tiraremos no próximo ano (ou seja, deverão fazer mais uma adenda ao contrato para continuar no próximo ano). É legal? Não têm que ser a empresa a assegurar o posto dela, sem prejudicar os outros trabalhadores? Não sendo um contrato automaticamente renovável, não tenho que tirar as férias antes de este acabar? Ou é diferente por serem feitas adendas? Agradeço desde já a ajuda.
    13. No período de nojo por morte de mãe, caso tenha um dia de férias que coincida com um desses 5 dias , o trabalhador perde o direito ao gozo desse dia de férias. Ou marca esse dia posteriormente? Há legislação e d explícita?
    14. Guest

      Ferias

      Boa tarde Trabalho desde setembro do ano passado tendo o contrato sido renovado este setembro. Quantos dias de férias posso gozar até ao fim do ano civil?
    15. Boa tarde, Estou "efetiva" na empresa onde trabalho desde 23 Março de 2013. Recebi uma proposta aliciante noutra empresa, mas não conseguiria dar os 2 meses à casa caso aceite Ainda tenho 9 dias de férias não gozadas deste ano. A questão é que o gerente da empresa que me fez a proposta disse-me que caso rescinda contrato tenho direito a estes 9 dias mais 18!! Porque , segundo o mesmo, as férias que gozamos são sempre referentes ao ano anterior?? Podem ajudar-me ?? A ideia era usar essas férias para sair da empresa mais cedo…
    16. Boa tarde, o gerente na empresa onde estou a trabalhar quer me dar 3 semanas e 4 dias de férias em vez das habituais 4 semanas e 2 dias com a justificação que os dias de férias são os dias úteis de trabalho. Trabalho de terça a domingo ( 6 dias por semana) com um total de 40horas. Alguns dos meus colegas trabalham com duas folgas por semanam 5 dias por semana, 40horas. Estes vão ter 4 semanas e 2 dias, ou seja numa soma total vão ter 176, e eu vou ter 148 isto é legal? Artigo 238.º Duração do período de férias 1 - O período anual de férias tem a duração mínima de 22 dias úteis. 2 - Para efeitos de férias, são úteis os dias da semana de segunda-feira a sexta-feira, com exceção de feriados. 3 - Caso os dias de descanso do trabalhador coincidam com dias úteis, são considerados para efeitos do cálculo dos dias de férias, em substituição daqueles, os sábados e os domingos que não sejam feriados.
    17. Olá caros membros, Gostaria que esclarecer um dúvida relativamente ao pagamento do subsídio de férias no ano de admissão no trabalhador. Fui admitida nos quadros a 1 de abril e foram-me atribuídos 18 dias de férias. Em junho, mês de pagamento dos subsídios de todos os colaboradores, independentemente da data de entrada, foram-me pagos 6 dias (=2dias do mês de abril + 2 dias do mês de maio + 2 dias do mês de junho) Está correto isso? Obriagda
    18. Boa tarde, No passado mês de Janeiro fui submetida a uma cirurgia de emergência o que levou a uma baixa médica, que termina a dia 05 de fevereiro. Hoje o gestor de loja da empresa para a qual trabalho contactou-me porque ainda tenho 8 dias de férias do ano que passou, querendo que as tirasse logo após a baixa, o que a mim não me agrada. Pelo que li, e tendo em conta que assinei contrato em meados de março do ano que passou, posso gozar as férias até ao final de abril. O gestor de loja alega que os patrões querem que tire as férias durante a época baixa (a loja funciona por 3 periodos: baixa, média e alta, não podendo tirar férias durante o período de época alta) . Pois bem, a época baixa estabelecido na loja vai até ao dia 25 de março e não há nenhuma imposição no mapa de férias quanto à possibilidade de tirar férias até essa data. Pedi então para que os dias que me faltam fossem a partir do dia 12 de março, ao que o gestor respondeu que tirava 3 dias após a minha baixa e os restantes em março, mas eu não tenho mesmo nenhum interesse em ter os 3 dias após a baixa, o que posso alegar para ter as férias quando eu quero, visto que até há alturas do ano em que estamos limitados a não ter férias? Aliás as férias que tive no ano que passou foram sugeridas sempre pelo gestor, Em setembro inclusive ele questionou se eu queria ir de férias no dia 5, no dia anterior, tudo porque lhe dava jeito para o bom funcionamento da empresa e eu aceitei de bom agrado. Se alguém tiver conhecimento em alguma coisa que me possa ajudar fico grata!
    19. Ola bom dia sou estrangeira e trabalho numa empresa à 1 ano e 2 meses, este ano gostaria muito de ir ver minha família, mas só poderei ir quando meu filho estiver as próximas férias ou seja no natal, entretanto a secretaria de loja disse me que a empresa não dá férias a ninguém no natal, quais são meus direitos como estrangeira?? A mais de 5 anos não passo o natal com meus pais
    20. Boa tarde, trabalho há 4 anos na mesma empresa, e por esta fechar sempre no mês de Agosto (é conveniente para os patrões que são um casal e apenas somos 2 empregados) as minhas férias são forçosamente nesse mês, o que me deixa estourada quando chega o mês de Maio e pensando que não é muito justo, não só pelo esgotamento em si, como pelo facto de que como só ganho 780 euros e vivo em Lisboa, mais de metade vai para renda e contas, logo nem férias "de papo para o ar" tenho, ou seja este mês nem me sabe a férias na sua totalidade pois não tenho dinheiro para usufruir dessa totalidade de dias seguidos de férias (até porque Agosto é um mês super caro para ir de férias). Outro facto é de que exatamente por ter que ter as férias em Agosto no resto do ano qualquer dia que tire, seja por que for, é me logo retirado do ordenado, o que num ordenado tão pequeno faz toda a diferença. Existe algo que possa argumentar para poder tirar férias noutras alturas?
    21. Maria de Fátima Brito Silveira

      Direito a usufruto

      Boa noite. Sou cabeça de casal de uma herança indivisa por morte dos meus avós. Somos 4 herdeios (3 filhos e eu por morte de uma irmã ( neta). Há um primo (filho de uma das herdeiras) que todos os anos por altura das festa da aldeia (Agosto )vai para a casa herdada sem que dê satisfações aos outros herdeiros. O que origina ocupar sempre ele a casa, não podendo os outros herdeiros nessa data usufruirem da casa, dado que a casa é pequena. A família cresceu e a casa mantém as medmas assoalhadas. Já se tentou dialogar com ele alegando que todos têm direito a usufruir da habitação e que se poderia alternar, ora uns ora outros ao que ele não cede. O que é que se pode fazer legalmente para por ordem na situação? Ou seja como é que se pode contornar a situação? Obrigada.
    22. Guest

      Direito a Férias

      Gostaria de saber se me pode ensinar a calcular as férias a que tenho direito. Inicio do contrato: 12 de Setembro (vão renovar o contrato, sem termo). Há alguma calculadora? obrigado
    23. Bom dia.Trabalho de segunda a sábado, de segunda a sexta trabalho das 9:30 ás 19:00 com duas horas de almoço, ao sábado trabalho das 9:30 as 13:00 ( trabalho 41 horas por semana). Apenas tenho o sábado de tarde de folga, e o domingo, ou seja folgo apenas 1 dia e meio. A minha duvida é se neste caso o sábado conta como dia de ferias? visto que eu não tenho nenhuma folga nos dias úteis da semana. CumpSandro
    24. Casusa

      Férias

      Boas. Algumas dúvidas sobre o período de férias: 1- Os 22 dias úteis de férias a gozar em 2017 correspondem a 2016, certo? 2- Caso não sejam gozados em 2017 quais as condições para gozar estes no futuro? Obrigado.
    25. Bom dia, Ja trabalho neste empresa a ja 8 anos e á 3 para cá que a empresa marca sempre 17 dias de férias obrigatórias, ou seja, obrigatoriamente todos os funcionários esses 17 dias tem que os gozar obrigatoriamente e depois sobram 5 dias que podemos gozar quando quisermos mas nao o podemos fazer em dias seguidos. A empresa engloba-se no setor do ramo automóvel e a lei diz que a empresa só pode marcar 15 dias de Maio a Outubro mas 6 dias sao obrigatórios em Dezembro. Esta situação é legal? É que acho um abuso esta situação e para piorar a empresa fecha mesmo as portas nesses 17 dias, 11 obrigatórios em Agosto, 6 obrigatórios em Dezembro e Véspera de Carnaval. Obrigada.
    ×
    ×
    • Create New...
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa