Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • Search the Community

    Showing results for tags 'desemprego'.

    • Search By Tags

      Type tags separated by commas.
    • Search By Author

    Content Type


    Forums

    • Finanças
      • Créditos
      • Bancos
      • Seguros
      • Imóveis
      • Incumprimento e Penhoras
      • Poupar dinheiro
      • Investimentos
    • Fiscalidade e Trabalho
      • Impostos
      • Segurança Social
      • Direitos do trabalhador
      • Trabalho por conta própria
      • Heranças
    • Geral
      • Apresentações
      • Diversos
    • Fórum
      • Regras

    Find results in...

    Find results that contain...


    Date Created

    • Start

      End


    Last Updated

    • Start

      End


    Filter by number of...

    1. Guest

      Resgate PPR

      Boa tarde. Tenho um PPR que fui obrigada a fazer como condição de um credito habitação. Já nao tenho esse crédito habitação e gostava de resgatar o PPR (que ainda nao tem 5 anos). Segundo me informei, tendo o meu marido desempregado há mais de 12 meses (e posteriormente à data de realização do PPR) posso resgatar o PPR sem prejuízo. Relativamente aos beneficios fiscais do IRS tambem serei penalizada? Como saber o que terei de pagar? O que investi no PPR foi o miniko (25 euros/mes durante dois anos e meio). Agradeço a atenção e ajuda! Cumprimentos
    2. Bom dia. Sendo trabalhador por contra de outrem e ao mesmo tempo trabalhador a recibos verdes tenho direito a subsídio de desemprego em caso de ser despedido sem justa causa enquanto trabalhador por contra de outrém. Porque efectivamente o meu rendimento como trabalhador a recibos verdes é claramente insuficiente para o meu dia a dia.
    3. Boa noite. Estou de baixa prolongada desde Agosto 2019. A minha entidade patronal entrou em contacto comigo para uma possível saída da empresa de forma amigável (despedimento por já não necessitarem das funções que exercia). Tenho direito ao subsídio de desemprego na mesma? O tempo que estive de baixa conta para tempo de descontos na segurança social? Desde já obrigada.
    4. Fiquei desempregada em finais de Setembro de 2012, após 34 anos numa empresa. A partir de Março de 2013 venho trabalhando com contratos sazonais, geralmente até Novembro, ficando a receber o subsidio de desemprego nos meses entre contratos.No ano passado o meu contrato foi desde 24 de Fevereiro até 8 de Novembro. Nessa altura, recebi uma notificação da Segurança social, em que me foi atribuído subsídio de desemprego por um período de 780 dias, com inicio a 9-11, e, dado que tinha uma prestação suspensa com 356 dias por atribuir, iria ser reiniciado o seu pagamento, findo o qual, passaria
    5. Guest

      Sra

      Estou a receber subsídio de desemprego e depois de responder a várias candidaturas fui chamada para começar a trabalhar. A minha dúvida é tenho 5 dias a contar do primeiro dia do novo emprego ou a partir do dia em que fui contactada pela empresa
    6. Fiquei desempregada por conta de outrem a 31 de agosto. também prestava serviços como trabalhadora independente. Emiti o último recibo a 30 de agosto e cessei atividade, também a 31 de agosto. requeri subsídio de desemprego a 1 de set. Veio indeferido por motivo de exercer atividade profissional?????
    7. Boa noite a todos, Tenho 60 anos, tenho 43 anos de trabalho (todos eles com desconto para a segurança social) e infelizmente fiquei desempregado (pela 1ª vez na vida) pois a empresa onde trabalhava entrou em insolvência e agora abriu falência, tendo todos os funcionários ficado sem trabalho. Tenho várias dúvidas sobre o que fazer com o meu futuro, por isso gostava de obter algumas sugestões/opiniões vossas, pois já contactei a segurança social, a ACT e advogada e não sei o que fazer. Neste momento tenho as 3 seguintes hipóteses (se houver mais alguma agradeço que me indiquem): -
    8. Boa tarde, Aconselharam-me que para fins relacionados com a segurança social, ao mudar de trabalho deveria rescindir o contrato no dia imediatamente anterior ao dia em que inicio o contrato seguinte. A minha questão é - estando eu a trabalhar a contrato efetivo há 1 ano e 9 meses na empresa em que me encontro agora, o que é que pode implicar em termos de segurança social se houver um período de tempo entre os dois trabalhos em que estou desempregado?
    9. Boa tarde, Estou a receber subsídio de desemprego desde o início de Maio de 2021. Entretanto no fim da semana passada o médico passou-me baixa por doença. Já fui informado que em período de baixa não receberei subsídio de desemprego e que receberei no seu lugar uma quantia correspondente ao valor da baixa por doença. O que queria saber é como se calcula esse subsídio por doença em situação de desemprego? É calculado com base nas minhas últimas remunerações que auferia na empresa onde trabalhei por cerca de 16 anos ou é calculado com base no subsídio de desempr
    10. Guest

      Sra

      Bom dia, Estou com dúvidas relativamente ao tempo de concessão de subsídio de desemprego. Na minha última situação de desemprego fiquei por usufruir de 204 dias, suspendi a 12/02/2020. Laborei 360dias desde essa data até 11/02/2021. Tenho 47 anos e 25 anos de contribuições na totalidade . Quanto tempo tenho de concessão ? Obrigada
    11. NÉLIA Pereira

      Desemprego

      Bom dia,mais uma vez, necessito de ajuda relativamente a Segurança Social. Estou a finalizar o meu contrato a termo certo de 7+7 meses, em regime partime 23h semanais, já fui informada pela entidade patronal de que não irá ser renovado...A minha questão é a seguinte terei direito ou não ao subsidio de desemprego? Estou farta de ler as condições de acesso e vejo que falam em 360 dias de descontos, fui consultar a seg.social direta e os dias que vejo nos descontos nunca são de 30 dias, é sempre na base de 17, 18... por ser regime partime, assim sendo quem trabalhe em partime mesmo trabalhan
    12. Boa tarde, tenho uma questão. Requeri o subsídio de desemprego no dia 12 de Janeiro, sendo esta a data de entrada quando é que recebo o subsídio em conta? Obrigada
    13. Boa Tarde, Gostaria que alguem me esclarecesse pois neste momento estou de licença de maternidade que finda a 08/02/2021, anteriormente e ate a data do parto estive de baixa por gravidez de risco desde o dia 05.03.2020 ate o parto a 12.09.2020, a empresa onde eu trabalhava nao renovou o contrato comigo e tenho requerimento do subsidio de desemprego desde a data do fim do contrato 03.11.2020, era funcionaria da empresa ha 3 anos, quando devo meter o requerimento visto qye a licença so termina a 08.02.2021? Como sera calculado o meu subsidio de desemprego tendo em conta os meses anteri
    14. Após 12 anos numa IPSS, quero mudar-se para o ensino público. A mudança será sem interrupção de descontos, pois será de um dia para o outro. Acontece que só me garantem 2meses de trabalho. Após este tempo, poderei receber subsídio de desemprego? Como posso calcular o valor a pagar à IPSS pelo meu despedimento? Obrigada
    15. Guest

      subsidio desemprego

      Boa tarde Gostaria de obter uma informação relativamente ao Subsídio de Desemprego. Recentemente recebi a informação do valor a receber mensalmente pelo Sub. de Desemprego. A minha dúvida prende-se com o numero de meses que me foi aplicado o subsidio. A minha situação é a seguinte: actividade laboral de 01/01/2019 a 31/10/2020 despedida por extinção posto trabalho anteriormente estive a receber subsidio de desemprego de 01/01/2018 a 31/12/2018 01/01/2019 a 19/07/2019. Pretendo saber a qual duração de meses a que tenho direito. Obrigada pela ajuda. Sonia
    16. Diana Alves

      Subsídio de Desemprego

      Muito Bom Dia, Gostaria de obter uma informação relativamente ao Subsídio de Desemprego. Recentemente recebi a informação do valor a receber mensalmente pelo Sub. de Desemprego. A minha dúvida prende-se com os calcúlos efectuados para a apuração do mesmo. Nos últimos 6 meses estive em layoff e, aparentemente a SS contabilizou o valor das renumerações com base no layoff e não com base no meu salário bruto de contrato. Podem confirmar se está correcto? Uma vez que isto diminui bastante o valor final do Subsídio. Obrigada, Diana Alves de Sousa
    17. Bom dia, Estive desempregada durante 1 ano, interrompi porque iniciei um negócio como empresa em nome individual. Entretanto encerrei atividade e estou num contrato de 3 meses, que não irá ser renovado. A minha questão é se posso reativar o subsidio de desemprego que interrompi originalmente, uma vez que entre trabalho independente e contratado só tenho 18 meses de descontos. Muito obrigada!
    18. Boa tarde. Estou desempregado a alguns meses e recebo subsidio desemprego o qual não dá para o sustento da minha família. Meu irmão trabalha em Hong Kong e me ajuda através da empresa dele financeiramente todos os meses com 1.200 euros que me é enviado através de N26 conta esta que deposito na minha conta em Portugal. Estou a correr riscos com o fisco com esta situação pontual? Não tenho nenhum papel a indicar pois é uma ajuda familiar... Obrigado desde já.
    19. Olá, durante muitos anos trabalhei com contratos de trabalho e descontei para a reforma. Entretanto, fui para a Inglaterra onde voltei a ter contrato e a descontar para o sistema de lá. Regressei a Portugal há vários anos e quase sempre trabalhei com recibos verdes. Já lá vão 5 anos. Não descontei nada para a reforma e nem sei como o fazer, pelo que li dá para contribuir para a segurança social mesmo não estando a trabalhar ou com recibos verdes. Gostava de saber se vale a pena contribuir para a segurança social, actualmente ganho algum dinheiro através de uma casa que estou a arrendar e posso
    20. Natália Peixoto

      desemprego por salários em atraso

      Pedi a rescição de contrato de trabalho ao fim de 4 anos por salários em atraso há mais de 90 dias. Fiz a carta de resolução e o empregador aceitou e concordou, e deu-me o Mod 5044 para o dsemprego em 31 de Julho. A Seg social indeferiu o pedido de subsídio alegando que faltava ação judicial contra o empregador. O Guia prático do subsídio de desmprego diz na pag.12/41que só é necessário a ação judicial se o empregador alegar razões diferentes no Mod. 5044, o que não é o caso, já que o empregador confirmou os salários em atraso. Por favor comentar esta situação da Segurança Socia
    21. Boa tarde. Trabalhei de Abril de 2017 a Julho de 2020 numa empresa (assinei contrato em Abril e depois passei a efetiva ao fim de 12 meses. Despedi-me uma vez que já não tinha condições para continuar. Surgiu agora uma hipótese de trabalhar para outra entidade com um contrato de 3 meses. A minha dúvida é se findo esse contrato depois tenho direito a subsídio de desemprego? (Não sei se influencia mas estive de baixa de gravidez de risco de Outubro 2017 a Junho 2018 e depois de licença de maternidade até Outubro de 2018). Obrigada. Cristina Mateus
    22. Estou desempregada há relativamente pouco tempo. Residente no Arquipélago da Madeira. Pretendo mudar a minha residência para o Arquipélago dos Açores. Não estou a sair do país, logo não estou abrangida ao regime daqueles que procuram emprego na UE. Implica perder o meu subsídio por apenas mudar a residência. Continuarei no país e procurarei emprego também. Mas não quero ser penalizada pela mudança. Online não tem informações em relação à questão. Os telefones do Centro de Emprego e Segurança Social estão impedidos ou temos que aguardar horas. Para marcar presencialmente, temos que marcar vaga
    23. Boa noite, A empresa onde trabalho irá sofrer uma reestruturação e fui informada de que serei uma das pessoas a ser despedida. Entretando a emrpesa está a tentar fazer um Acordo de Revogação (em vez do despediemnto) com direito ao subsídio de desemprego. Até ao momento tinha também aberta atividade nas Finanças, no entanto como não tenho rendimentos regulares pelos Recibos Verdes optei por cessar a atividade nas Finanças de modo a entrar no desemprego sem confusões e sem a obrigação do desconto dos 20€ mensais à Seg. Social mesmo não tendo nenhum rendimentos dos Recibos. Cessei a ac
    24. Boa noite, Tenho uma dúvida para a qual não estou a encontrar nenhuma informação conclusiva. Trabalhei 12 meses por conta de outrem (no ano anterior fazia contribuições como trabalhadora independente). O meu contrato não foi renovado e o último mês (Abril) foi em Lay-Off. Após submeter o requerimento para o Subsídio de Desemprego, o mesmo foi Indeferido por "não ter 360 dias de trabalho por conta de outrem). Entrei em contacto com a entidade patronal, que me explicou que a S.S. demorava cerca de uma semana a assumir os descontos. Um mês e meio depois, no portal da Segurança
    25. Boa noite - Tenho 51 anos e estive a trabalhar durante 6 meses num part-time de 20 horas semanais, ordenado de 315€. - A empresa fez os descontos durantes esses 6 meses para a segurança social. - Nos últimos três anos só fiz estes seis meses de descontos. - Tenho direito a algum subsídio de desemprego? Qual o valor? E duração? Agradeço desde já a quem ajudar-me nestas questões. Fiquem todos bem!
    ×
    ×
    • Create New...