Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • Recebimento de Ajuda do Estrangeiro


    Guest Nuno Costa

    Recommended Posts

    Guest Nuno Costa

    Boa tarde.

    Estou desempregado a alguns meses e recebo subsidio desemprego o qual não dá para o sustento da minha família. Meu irmão trabalha em Hong Kong e me ajuda através da empresa dele financeiramente todos os meses com 1.200 euros que me é enviado através de N26 conta esta que deposito na minha conta em Portugal.

    Estou a correr riscos com o fisco com esta situação pontual? Não tenho nenhum papel a indicar pois é uma ajuda familiar...

     

    Obrigado desde já.

    Link to post
    Share on other sites
    há 22 horas, Visitante Nuno Costa disse:

    Boa tarde.

    Estou desempregado a alguns meses e recebo subsidio desemprego o qual não dá para o sustento da minha família. Meu irmão trabalha em Hong Kong e me ajuda através da empresa dele financeiramente todos os meses com 1.200 euros que me é enviado através de N26 conta esta que deposito na minha conta em Portugal.

    Estou a correr riscos com o fisco com esta situação pontual? Não tenho nenhum papel a indicar pois é uma ajuda familiar...

     

    Obrigado desde já.

    Corre sempre riscos, as finanças e a seg. social não são parvas. Se está a pagar contas que não pode pagar, mais cedo ou mais tarde alguém vai descobrir. E se está a pagar a casa as finanças será a primeira no IRS.

    Dou-lhe também um conselho quando fizer certas preguntas faça confidencial.

    A sua conta está ao abrigo de sigilo bancário, se não mostrar sinais de riqueza e se a situação é pontual, alguns meses não penso que seja significativo. Desde que ninguém descubra. Se isso acontecer fica sem subsidio e tem que devolver tudo. A penalização por burla à seg. social é grande e vai ficar sem direito a futuros subsídios. Mas comece a reduzir as despesas, rapidamente. Todos lá em casa tem que perceber que o subsidio não dura para sempre. E você tem que viver com o que tem. Não espere ficar com a situação descontrolada para cortar nas despesas. Há muita coisa que pode cortar com a declaração do centro de emprego em como está desempregado.  Eu a primeira coisa que contei foi a internet.  Pode também pedir taxa social, dependo do que receber.

    Quem me dera ter um irmão assim. Os meus irmãos quando fiquei desempregada chamaram me parasita e trataram-me mal por não conseguir emprego. Não podia nem ir ao computador ver noticias, ou jogar um jogo para me distrair. tinha que andar noite e dia à procura de emprego, tinha que ir lavar escadas. Ainda me chamam nomes por ser reformada por invalidez absoluta. Para eles sou uma parasita da sociedade e não quero trabalhar.

    Eu cheguei a ter que viver com 200 euros de RSI, e também tenho uma filha. Neste momento tenho 400 tal euros foi o que me deram depois de 26 anos de descontos  enormes. Descontaram me mais de 65% do meu ordenado e contaram tudo, mesmo o RSI, apesar de ter provado que estava doente desde os 20 anos. Nem ao direito ao banco alimentar tive, só consegui uma vez esse apoio e foi só mesmo 1 dia, ainda estou à espera da garrafa de azeite.

    1200€ mais o subsidio de desemprego que no mínimo é 438,81€ neste momento, desculpe que lhe diga mas anda a gozar com muitas pessoas que neste momento devem estar a passar fome. Sabe que há reformados que trabalharam uma vida inteira e porque o patrão nunca descontou estão a passar fome? Que estão famílias inteiras a viver de RSI,  que são 190,99 por requerente, mais 133,69 por adulto e 95,50 por criança? É neste valor que você tem que reduzir as suas despesas, pois este é o seu futuro. Neste momento duvido que consiga emprego. 

    Sei que pareço desumana, talvez até ache que fui mal educada. Eu tive de um dia para o outro explicar à minha filha na altura com 3 anos, porque não ia ter a prenda que queria nos anos e no natal. Tinha que antes de mais nada dar lhe de comer e acabar de pagar a casa. E pagar a casa foi a primeira coisa que fiz com as minhas economias, porque felizmente chagavam. Com a casa paga foquei-me só em procurar emprego e comer. Posso dizer-lhe que paguei a casa poucos meses depois de ficar desempregada, mesmo antes de começar o subsidio social de desemprego, Como ganhei muito dinheiro, amortizei muito e tinha no banco o suficiente para pagar o que faltava. Fiquei na altura sem um cêntimo, nem tinha para comprar pão, mas paguei a casa. Sempre pensei com a experiencia que tinha que rapidamente arranjava emprego. Erro enorme. 

    Não arraste a situação, está com tudo para resolver as coisas. Tem que ter força e coragem para ensinar aos seus filhos que a vida é dura e temos que nos moldar a ela. Só vai fazer com que tenham orgulho em si. 

    Link to post
    Share on other sites

    Join the conversation

    You are posting as a guest. If you have an account, sign in now to post with your account.
    Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

    Guest
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

    ×
    ×
    • Create New...