Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • Paulo Cameirao

    Horas Extra

    Recommended Posts

    Paulo Cameirao

    Bom dia a todos,

    Trabalho para a minha actual entidade patronal desde Abril de 2016, na qualidade de Gestor de Mercados Externos. Grande parte do meu trabalho é feito no exterior, em países com a Alemanha, Austria, Holanda, Suiça, Reino Unido e Espanha. Participo também em feiras internacionais 3 a 4 vezes por ano. Passo fora do país entre 20 a 25 semanas por ano. Quando estou em Portugal, trabalho na empresa com hoário das 08:00 às 12:00 e das 14:00 às 18:00, 8 horas portanto. Quando estou fora, em virtude das longas distancias a cobrir, agenda de visitas a clientes apertada, nunca trabalho menos de 12 horas por dias, tendo por vezes de ficar fins de semana e feriados a trabalhar. O mesmo acontece nas feiras, que normalmente incluem sempre um fim de semana e com dias de trabalho que por vezes chegam às 14 horas. Uma vez que a empresa nunca nada me pagou pelo horas suplementares ou dias de feriado ou fim de semana passados fora, reuni há cerca de um ano com a administração tendo lhe feito sentir o meu descontentamento com a situação. já que, sempre que por qualquer motivo eu precsava de faltar um dia ou uma tarde, ou chegava atrasado ou saia mais cedo, esses dias ou horas me eram descontados no salário. Chegamos então a um acordo verbal, segundo o qual, o trabalho suplementar no estrangeiro, seria compensado não em forma de retribuição, mas com o gozo de dias de folga, sem prejuizo do meu trabalho na empresa. Tudo certo até aqui. No sentido de compensar as inumeras horas que trabalho a mais quando no entrangeiro, comecei a chegar ao trabalho por volta das 8:30, ou seja 30 minutos mais tarde e sempre que tivesse passado um dia de feriado ou fim de semana fora, tirava esses dias quando estivesse em Portugal. Acontece que, no final de Julho a empresa apresentou-me uma conta corrente de horas, na qual esquece de mencionar os dias que estive fora e que trabalho sempre acima das 12H dia, bem como fins de semana, já para não falar nas vezes que tenho de apanhar o avião às 6:00 da manha e tenho por isso de me levantar às 03:30 da manhã, alegando que teria de dar à empresa 14 dias. Contestei como é obvio, relembrando-os do combinado, e apresentando uma relação de todos os dias passados em viagem desde a minha admissão, contabilizados a 12 horas/dia, fins de semana, feriados e afins que nunca me foram pagos. Entretanto no inicio de Agosto fui operado, e estive de baixa entre o dia 3 e 31 de Agosto, periodo durante o qual a empresa fecha para férias. Recebi já parte do meu salario pago pela segurança social em virtude da baixa médica, mas nada recebi da empresa relativo aos primeiros dias de Agosto em que trabalhei nem tão pouco o subsídio de férias que todos os meus colegas receberam. Uma vez que estive de baixa e impedido de gozar férias, estou a goza-las agora entre o dia 3 e 19 se Setembro, Já contactei a empresa para que esclareça o porquê de não me terem pago, resposta até agora: nenhuma. Concluo portanto que a empresa se achou no direito de reter a minha retribuição para acerto de contas, ainda que este acerto a ser feito tenha de ser a meu favor, pois segundo a minha contabilidade, entre dias e horas fora do país a empresa deve-me mais 700 horas, entre horas extra, feriados e fins de semana no exterior. 

    Podem por favor, aconselhar o que posso fazer e  o melhor caminho a seguir?

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites

    Your content will need to be approved by a moderator

    Guest
    You are commenting as a guest. If you have an account, please sign in.
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


    ×
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa