Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • dgenio

    Ato isolado ou Iniciar actividade

    Recommended Posts

    dgenio

    Bom dia,

    Neste momento estou a trabalhar numa empresa, com contrato efetivo. Eles propuseram-me fazer um trabalho extra, não diretamente relacionado com as minhas funções, pela qual me iriam pagar (basicamente uma prestação de serviço). O valor não é alto, e tendo em conta que o dinheiro dá jeito quero aceitar.

    A questão agora coloca-se é, qual a melhor forma, para mim, de declarar esta situação. O valor que a empresa irá pagar é fixo, por isso todas as despesas de impostos ou SS serão a meu cargo e iram diminuir ainda mais o valor a receber liquido. Se percebi bem, fazendo um ato isolado tenho de pagar IVA (23%) e mais nada. A minha confusão é que li algures que iniciando atividade e passando recibos verdes não pagaria o IVA visto o valor ser pequeno. Sei que esta segunda opção implica mais burocracia (abertura e fecho de atividade), mas já o fiz antes (há alguns anos atrás) e também sei que não é assim tão difícil.

    Qual das duas opções é a mais vantajosa? Quais as vantagens e desvantagens do ato isolado versus abertura e fecho de atividade?

     

    PS: Eu percebo que a resposta imediata sobre qual devo fazer é o ato isolado (esta situação é quase um exemplo perfeito da razão de existência desse processo). No entanto, caso seja verdade essa parte do IVA, não percebo o porque da diferença e tendo em conta que 23% ainda é dinheiro queria mesmo perceber a melhor opção para mim.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Guest PJA

    É suposto acrescentar o IVA ao preço e não deduzi-lo a partir do que lhe pagam a si - o IVA é suportado pelo cliente. Deve anunciar os preços como (ex) 1000€ + IVA para evitar surpresas desse género; depois se tiver de cobrar IVA cobra, senão não tem nada a acrescentar.

    Aliás, na maior parte dos casos, as empresas não se importam de pagar o IVA pois podem depois deduzi-lo ao IVA que cobram aos seus próprios clientes e não entregar esse montante ao estado. Portanto, do ponto de vista da empresa sua cliente, provavelmente não faz diferença cobrar ou não o IVA (mas é algo a esclarecer com eles, naturalmente).

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites

    Your content will need to be approved by a moderator

    Guest
    You are commenting as a guest. If you have an account, please sign in.
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


    ×
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa