Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • Sign in to follow this  
    thenewricardo

    IVA - Especifico a retalho de informática

    Recommended Posts

    thenewricardo

    Boa tarde a todos,

    após uma pesquisa encontrei o vosso fórum e penso que aqui certamente encontrarei apoio numa questão.

    Possuo uma loja online, como ENI e estou isento de vender com IVA. Até aqui tudo bem.  A loja tem tido crescimento e começo a ser tentado com uma questão, pois os limites de facturação a manterem-se assim para o regime em que me encontro vão ser ultrapassados no próximo ano.

    A questão passa pelo seguinte:

    Como têm as lojas lucro na minha área (informática)??  Eu de momento consigo (tenho acesso aos mesmos fornecedores nacionais), acompanhar o preço praticado pela concorrência, mas porque estou isento de iva. Mas no seguinte exemplo prática que fiz para mim é impossível num futuro ter lucro, pois reparem:

    Placa gráfica

    No fornecedor: 27,80€ + iva = 34,194€

    Preço médio no mercado: 35€ já com iva

    Se eu compro a 34,194 e tenho ainda que adicionar, sem lucro, iva para vender ao cliente final, distancio-me imenso do preço médio do mercado.

    Acredito que haja a vantagem de compras em quantidades é um facto, mas eu não tenho uma loja física para sustentar nem salários, como uma loja fisica que os tem consegue existir? A comprar as gráficas a 10€?? Não me parece.   Onde está a falha no meu raciocínio?

    Agradeço desde já a leitura do meu post e agradeço imenso se me puderem dar algumas luzes sobre esta situação

     

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    ABCD

    Ou muda de fornecedor ou compra em quantidade tal que lhe permita obter lucro face aos valores praticados pela concorrência...

    A segunda hipótese tem o problema relativo ao escoamento de stock (terá de analisar/estimar se tem clientes suficientes para quantas unidades de cada produto)... Logo a primeira hipótese é mesmo a melhor...

    Não raras vezes, encontra-se o mesmo produto com preços diferentes... Deve ter a ver com preço do fornecedor, caso não seja a quantidade do produto em stock!...

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    master-chief

    A melhor dica é...

    nao ultrapasses os 10 000€ de facturaçao anual!

     

    Se fores a fazer as contas como dizes e parece me a mim, nao tecnico nisto, que estao aparentemente certas... deixas de ter rentabilidade nisso

    Portugal está feito apenas para as grandes empresas... os pequenitos lutam para sobreviver a muito custo!

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    thenewricardo

    Ou muda de fornecedor ou compra em quantidade tal que lhe permita obter lucro face aos valores praticados pela concorrência...

    A segunda hipótese tem o problema relativo ao escoamento de stock (terá de analisar/estimar se tem clientes suficientes para quantas unidades de cada produto)... Logo a primeira hipótese é mesmo a melhor...

    Não raras vezes, encontra-se o mesmo produto com preços diferentes... Deve ter a ver com preço do fornecedor, caso não seja a quantidade do produto em stock!...

    O problema é que os fornecedores sao os mesmos. Só mesmo a questão quantidade é que se deve aplicar ou vendem com prejuizo apoiados nas visitas e reparaçoes que venhem de ter clientes fidelizados á loja

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    thenewricardo

    A melhor dica é...

    nao ultrapasses os 10 000€ de facturaçao anual!

     

    Se fores a fazer as contas como dizes e parece me a mim, nao tecnico nisto, que estao aparentemente certas... deixas de ter rentabilidade nisso

    Portugal está feito apenas para as grandes empresas... os pequenitos lutam para sobreviver a muito custo!

    Sem dúvida porque so ha 2 incentivos nisto: fechar ou fugir ao fisco

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    thenewricardo

    Outro ponto que esqueci de frisar foi o seguinte, um fornecedor meu tem sede em Espanha, e abordou este ponto: "Informo também que somos uma empresa portuguesa com sede em Espanha, o IVA praticado é de 21%. Mas caso tenha ativas as compras intracomunitárias usufrui de isenção de IVA ou seja IVA a 0%".  So iria pagar iva uma vez na venda correcto? Assim ja reduziria os 23% na compra + 23% na venda para 23% na venda?

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    master-chief

    Como assim?

     

    Entao mas

    fui agora ver aqui uma factura dum artigo que comprei em Espanha, e nao faz referencia ao IVA nessa factura

    Agora.. se eu fosse re-vender esse artigo em Portugal, eu teria que acrescentar 23% ao valor para entregar ao Estado.

     

    Agora nao sei, se compras na Europa onde pagas o IVA? Nao acredito que eu nao tenha pago IVA em espanha... mas nao refere na factura (que confusao)

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    thenewricardo

    Como assim?

     

    Entao mas

    fui agora ver aqui uma factura dum artigo que comprei em Espanha, e nao faz referencia ao IVA nessa factura

    Agora.. se eu fosse re-vender esse artigo em Portugal, eu teria que acrescentar 23% ao valor para entregar ao Estado.

     

    Agora nao sei, se compras na Europa onde pagas o IVA? Nao acredito que eu nao tenha pago IVA em espanha... mas nao refere na factura (que confusao)

    Comprou para revenda ou como consumidor final?

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pauloaguia

    Como têm as lojas lucro na minha área (informática)??  Eu de momento consigo (tenho acesso aos mesmos fornecedores nacionais), acompanhar o preço praticado pela concorrência, mas porque estou isento de iva. Mas no seguinte exemplo prática que fiz para mim é impossível num futuro ter lucro, pois reparem:

    Placa gráfica

    No fornecedor: 27,80€ + iva = 34,194€

    Preço médio no mercado: 35€ já com iva

    Se eu compro a 34,194 e tenho ainda que adicionar, sem lucro, iva para vender ao cliente final, distancio-me imenso do preço médio do mercado.

    Se estiveres no regime de IVA, só pagas IVA sobre a diferença entre o que o cliente te pga a ti e o que pagas ao fornecedor.

    Não estás no regime de IVA. Se compras a 34,19€ e vendes a 34,99€ tens um lucro de 0,80€ - não cobras IVA aos teus clientes, é certo, mas também não podes deduzir o IVA que pagaste ao fornecedor.
    Mas se estiveres no regime de IVA, então para teres esses mesmos 0,80€ de lucro tens de acrescentar o IVA sobre esse valor, ou seja, um preço base de 28,60€ e IVA de 6,58€, num total de 35,18€. Ao fornecedor pagaste 27,80 + 6,39€ de IVA. Tens de entregar ao estado 6,58 - 6,39 = 0,19€.

    É verdade que é mais caro... mas é a isto que te referes quando dizes que estás a distanciar-te do preço de mercado ou estavas a fazer as contas de outra forma?

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites

    Join the conversation

    You are posting as a guest. If you have an account, sign in now to post with your account.
    Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

    Guest
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

    Sign in to follow this  

    ×
    ×
    • Create New...
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa