Ir para o conteúdo
Visitante hondapcx (visitante)

Crédito Habitação - Diário de Bordo

Recommended Posts

ABCD

Face ao que existe no mercado, gostaria de um comentário para as seguintes condições.

Empréstimo 125 mil euros.

30 anos

Totta spread 1,5% TAER 3,05

Banif e Millenium consigo spread 1,75% com TAER superior.

1. Estou a negociar seguros e comissões para baixar ainda mais o do Totta.

1. Convém que observe a "evolução" do valor dos seguros ao longo do tempo contratado no empréstimo. Se agora é comportável, à medida que o tempo avança o valor dos prémios aumenta porque a idade também aumenta!...

  • Voto Positivo 1

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
RUI1976

A soma destas despesas deve entrar nas contas da sua tabela. As entidades bancárias, podem apresentar um quadro atrativo mas vão buscar capital neste tipo de despesas "obrigatórias"!...

Averigue se efetuam escritura pelo serviço casa pronta. Sempre são menos uns euros que tem de desembolsar!...

Será o valor da aquisição do imóvel no ato da escritura. Mas afinal vai pedir 160000€? Tinha ideia que ia pedir apenas 60000€ face ao valor da compra de 145000€!...

Depois de andar a negociar entre o Santander e o Popular, umas vez que a a CGD ficou muito à quem, consegui o seguinte:

Spread de 1.5%
Euribor a 6 meses
Seguros a contratar em congéneres, ou seja posso fazer onde bem entender, o que é uma grande vantagem
50% do comissionamento em todas as rubricas. 

Seguros:

Na tranquilidade foi onde consegui melhor, mas no VIDA a Prevoire fazia igual. A Açoreana tb fazia no Multi-riscos, mas preferi fazer na mesma seguradora.

Lições:

 - ir ao máximo nr de bancos.

- Depois de ter o melhor FIN possível, pegar nesse e fazer outra ronda. Se o o credito for bom para eles, eles vão melhorar as condições.

- E não ter pressa, aqui a pressa pode ser tua inimiga. Porque internamente nos bancos quando as condições começam a melhorar são precisas autorizações que levam o seu tempo.

 

Deixo aqui o meu testemunho para referencia, e agradecer a ajuda dada. Obg a todos.

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
ABCD

 

1. Depois de andar a negociar entre o Santander e o Popular, umas vez que a a CGD ficou muito à quem, consegui o seguinte:

Spread de 1.5%
Euribor a 6 meses
Seguros a contratar em congéneres, ou seja posso fazer onde bem entender, o que é uma grande vantagem
50% do comissionamento em todas as rubricas. 

Seguros:

Na tranquilidade foi onde consegui melhor, mas no VIDA a Prevoire fazia igual. A Açoreana tb fazia no Multi-riscos, mas preferi fazer na mesma seguradora.

Lições:

 - ir ao máximo nr de bancos.

- Depois de ter o melhor FIN possível, pegar nesse e fazer outra ronda. Se o o credito for bom para eles, eles vão melhorar as condições.

- E não ter pressa, aqui a pressa pode ser tua inimiga. Porque internamente nos bancos quando as condições começam a melhorar são precisas autorizações que levam o seu tempo.

 

Deixo aqui o meu testemunho para referencia, e agradecer a ajuda dada. Obg a todos.

1. Estas são as melhores condições que encontrou... não percebi.... na CGD?

2. Embora, não tão completo, como outros já o fizeram, ... são conselhos válidos. Boa sorte!

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
YARA

 

Depois de andar a negociar entre o Santander e o Popular, umas vez que a a CGD ficou muito à quem, consegui o seguinte:

Spread de 1.5%
Euribor a 6 meses
Seguros a contratar em congéneres, ou seja posso fazer onde bem entender, o que é uma grande vantagem
50% do comissionamento em todas as rubricas. 

Seguros:

Na tranquilidade foi onde consegui melhor, mas no VIDA a Prevoire fazia igual. A Açoreana tb fazia no Multi-riscos, mas preferi fazer na mesma seguradora.

Lições:

 - ir ao máximo nr de bancos.

- Depois de ter o melhor FIN possível, pegar nesse e fazer outra ronda. Se o o credito for bom para eles, eles vão melhorar as condições.

- E não ter pressa, aqui a pressa pode ser tua inimiga. Porque internamente nos bancos quando as condições começam a melhorar são precisas autorizações que levam o seu tempo.

 

Deixo aqui o meu testemunho para referencia, e agradecer a ajuda dada. Obg a todos.

Estou como o ABCD...

Onde conseguiu essas condições (Spread 1.5% + Euribor 6 meses + seguros a contratar onde quiser + 50% de comissionamento em todas as rubricas).

 

O que é isso de 50% de comissionamento em todas as rúbricas?

 

outra curiosidade.... quanto foi a avaliação afinal e quanto pediu afinal?

 

Isso pode ser importante para sabermos a razão de lhe darem o spread de 1.50%... 

 

Boa sorte!

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
D@vid

http://www.publico.pt/economia/noticia/euribor-foi-aliada-invisivel-das-familias-durante-a-crise-1712888

Excelente artigo, eu cheguei a pagar 500€ em 2007/2008 pelo meu empréstimo, agora pago praticamente metade, é importante para quem vai fazer créditos habitação estar ciente destas coisas.

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
D@vid

"A título de exemplo, quem faça um crédito à habitação de 200 mil euros com um ‘spread’ de 1,95% (média dos ‘spreads’ mínimos actuais dos dez maiores bancos) por um prazo de 30 anos, ficará a pagar ao banco uma prestação mensal de 736 euros, tendo em conta a actual média mensal da Euribor a seis meses. No entanto, num cenário extremo, caso este indexante subisse no longo prazo para o valor mais alto que já atingiu durante a sua história - 5,448%, em Outubro de 2008 - o valor da prestação quase duplicaria para 1.384 euros".

http://economico.sapo.pt/noticias/casa-cuidado-com-a-armadilha-dos-juros-baixos_233175.html

 

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
RUI1976

Estou como o ABCD...

Onde conseguiu essas condições (Spread 1.5% + Euribor 6 meses + seguros a contratar onde quiser + 50% de comissionamento em todas as rubricas).

 

O que é isso de 50% de comissionamento em todas as rúbricas?

 

outra curiosidade.... quanto foi a avaliação afinal e quanto pediu afinal?

 

Isso pode ser importante para sabermos a razão de lhe darem o spread de 1.50%... 

 

Boa sorte!

O Banco foi o Banco Popular.

 

O que é isso de 50% de comissionamento em todas as rúbricas?

Estudo da operação:208,00 €
Gestão de dossiê de crédito286,00 €
Avaliação:208,00 €
Solicitadoria356,00 €

 

outra curiosidade.... quanto foi a avaliação afinal e quanto pediu afinal?

Emprestimo160 000,00  €
Avaliação:215 000,00 €

 

 

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
YARA

O Banco foi o Banco Popular.

 

O que é isso de 50% de comissionamento em todas as rúbricas?

Estudo da operação:208,00 €
Gestão de dossiê de crédito286,00 €
Avaliação:208,00 €
Solicitadoria356,00 €

 

outra curiosidade.... quanto foi a avaliação afinal e quanto pediu afinal?

Emprestimo160 000,00  €
Avaliação:215 000,00 €

 

 

E o Popular não o obrigou a fazer lá os seguros?

Ficou com 1.50% de spread sem seguros associados ao Popular?

E não tem taxas de manutenção de conta?

 

Já entendi os 50% de comissionamento das despesas...

Pensei que se referisse à comissão de processamento que tenho ideia que no Popular é 1,80€

 

Quanto as outras despesas, cada banco faz como entende:

 

Na CGD na altura paguei:

Avaliação: 220€

Comissão de estudo: 280,80€

Preparação da minuta para escritura: 124,78€

 

Deduzo que ainda acresça a preparação da minuta ou está incluida na solicitadoria?

 Eu na CGD só paguei estas 3 coisas...

Editado por YARA

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
RUI1976

E o Popular não o obrigou a fazer lá os seguros?

Ficou com 1.50% de spread sem seguros associados ao Popular?

E não tem taxas de manutenção de conta?

 

Já entendi os 50% de comissionamento das despesas...

Pensei que se referisse à comissão de processamento que tenho ideia que no Popular é 1,80€

 

Quanto as outras despesas, cada banco faz como entende:

 

Na CGD na altura paguei:

Avaliação: 220€

Comissão de estudo: 280,80€

Preparação da minuta para escritura: 124,78€

 

Deduzo que ainda acresça a preparação da minuta ou está incluida na solicitadoria?

 Eu na CGD só paguei estas 3 coisas...

No Popular consegui com que os Seguros fossem feitos fora, foi umas das minhas condições e eles aceitaram.

Outra das minhas condições era não haver despesas com as contas, e também aceitaram.

Como eles abrigam a Solicitadoria, a componente de escritura está presente.

 

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
YARA

No Popular consegui com que os Seguros fossem feitos fora, foi umas das minhas condições e eles aceitaram.

Outra das minhas condições era não haver despesas com as contas, e também aceitaram.

Como eles abrigam a Solicitadoria, a componente de escritura está presente.

 

Ainda bem que assim foi.

Eu na altura não quis Popular porque obrigavam aos seguros lá mas se não o obrigam é bom!

Por curiosidade...

Para o mesmo montante, mesmo nº de anos, comparou a prestação da CGD com a do Popular?

 

Pergunto isto porque na minha altura, o spread não foi o determinante mas sim a analise do conjunto de condições.

Tinha spread no Popular de 2.25%

Tinha spread na CGD de 2.50%

Mesmo com spread's tão diferentes (0.25% de diferença) a diferença na prestação era de apenas 9€.

 

 

Se vir no meu tópico inicialmente eu ia ter spread de 2.60% e depois a CGD resolveu descer mais 0.10% (para 2.50%)

Com essa descida a prestação desceu 11.58€ nas simulações da altura.

Quando o Popular me deu simulações com um spread 0.25% mais baixo mas que apenas diferia 9€ eu achei estranho.

Se na CGD descendo 0.10% descia 11.58€ como era possivel o Popular com um spread 0.25% mais baixo ter a prestação apenas 9€ mais baixa?

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
ABCD

 

http://www.publico.pt/economia/noticia/euribor-foi-aliada-invisivel-das-familias-durante-a-crise-1712888

Excelente artigo, eu cheguei a pagar 500€ em 2007/2008 pelo meu empréstimo, agora pago praticamente metade, é importante para quem vai fazer créditos habitação estar ciente destas coisas.

 

"A título de exemplo, quem faça um crédito à habitação de 200 mil euros com um ‘spread’ de 1,95% (média dos ‘spreads’ mínimos actuais dos dez maiores bancos) por um prazo de 30 anos, ficará a pagar ao banco uma prestação mensal de 736 euros, tendo em conta a actual média mensal da Euribor a seis meses. No entanto, num cenário extremo, caso este indexante subisse no longo prazo para o valor mais alto que já atingiu durante a sua história - 5,448%, em Outubro de 2008 - o valor da prestação quase duplicaria para 1.384 euros".

http://economico.sapo.pt/noticias/casa-cuidado-com-a-armadilha-dos-juros-baixos_233175.html

 

Absolutamente de acordo.

Independentemente da percentagem relativa o que importa analisar é a "envolvência" em torno do crédito, numa fase em que a média mensal da euribor era alta e agora que a média mensal da euribor já atinge valores negativos ou está prestes a chegar a valores negativos. Se se vai constituir um CH tendo em conta apenas os valores atuais, esquecendo a possibilidade dos valores voltarem a valores máximos, sem efetuar qualquer aprovisionamento para fazer face a imprevistos, pode muito bem vir a ter dissabores no curto prazo!...

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
ABCD

No Popular consegui com que os Seguros fossem feitos fora, foi umas das minhas condições e eles aceitaram.

Outra das minhas condições era não haver despesas com as contas, e também aceitaram.

Como eles abrigam a Solicitadoria, a componente de escritura está presente.

 

Provavelmente, porque se trata de um imóvel do próprio banco...

De acordo com as condições em vigor nessa entidade bancária, caso o LTV seja menor ou igual a 60%, o spread mínimo é de 2,25%.

Um empréstimo de 160000€ sobre uma avaliação de 215000€ tem um LTV superior a 60%.

Já se o imóvel for da entidade bancária, o LTV pode ser 100% e o spread mínimo é de 1,25%.

 

Parece-me que fez um bom negócio, face às condições existentes no mercado.

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
RUI1976

Provavelmente, porque se trata de um imóvel do próprio banco...

De acordo com as condições em vigor nessa entidade bancária, caso o LTV seja menor ou igual a 60%, o spread mínimo é de 2,25%.

Um empréstimo de 160000€ sobre uma avaliação de 215000€ tem um LTV superior a 60%.

Já se o imóvel for da entidade bancária, o LTV pode ser 100% e o spread mínimo é de 1,25%.

 

Parece-me que fez um bom negócio, face às condições existentes no mercado.

Também espero ter feito um bom negócio.

Mas a casa não era do Banco.

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
AndreiaAlmeida

Boa tarde! 

Será que me podem informar de como funcionam os tão apregoados financiamentos à habitação a 100%?

Financiam o valor da aquisição ou da avaliação? Acho muito estranho...

É que se perguntar aos bancos e/ou às imobiliárias, vão só falar das coisas positivas, não esclarecendo devidamente e como sabemos não é bem assim... Quando a esmola é muita o pobre desconfia! :-) 

 

Cumprimentos

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
AndreiaAlmeida

Vi um anuncio dum T3 a 66 500€ fianciado. Sendo assim serão os 66 500€ que me irão emprestar? 

Não serei então sujeita a que o imóvel vá para avaliação e que só emprestem até aos 80%, etc.

Serei só sujeita a aprovação ou não do credito, certo? Como num credito pessoal. 

Tenho de ter a situação bem esclarecida e definida, antes de me ir encontrar com o agente imobiliário... As tais linhas com que me cosa...

 

Cumprimentos

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
ABCD

Vi um anuncio dum T3 a 66 500€ fianciado. Sendo assim serão os 66 500€ que me irão emprestar? 

Não serei então sujeita a que o imóvel vá para avaliação e que só emprestem até aos 80%, etc.

Serei só sujeita a aprovação ou não do credito, certo? Como num credito pessoal. 

Tenho de ter a situação bem esclarecida e definida, antes de me ir encontrar com o agente imobiliário... As tais linhas com que me cosa...

 

Cumprimentos

Depende do seu IRS e do vencimento mensal. Mas o seu plano é investir em algo e pedir emprestado 100% do seu valor?

Assim, é natural que as condições sejam a "doer"...

Quando falei num plano, referia-me a ter capital próprio para investir e não para se sujeitar a pedir 100% do valor do bem.

Até lhe podem dourar os números (quantos imóveis "novos" ainda se encontram para venda desde 2010, por exemplo? Não são usados, mas também já não são novos...) mas o compromisso que estabelece com uma instituição bancária, neste caso através de uma agência imobiliária, é para a vida. E o que não "pesa" agora, pode começar a pesar daqui a uns tempos quando as taxas subirem e a idade também...

Assim, deverá encontrar-se com esse agente e procurar o máximo de informação por escrito. Não se compromete nesta fase, pois necessita de analisar a proposta. Depois, poderá pedir simulações para empréstimo bancário... mas o verdadeiro plano deveria ser capitalizar-se, para não pedir os tais 100%, antes de investir na aquisição de um imóvel.

  • Voto Positivo 1

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
AndreiaAlmeida

Sim, teria de pedir os 100%. E provisões, sim tenho e vou tendo. Não dão é para pagar uma casa.

Vou reunir-me na mesma com o agente e procurar o máximo de informação.

Depois partilho aqui para saber a vossa opinião. 

Obrigada! 

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
ABCD

Sim, teria de pedir os 100%.

1. E provisões, sim tenho e vou tendo. Não dão é para pagar uma casa.

Vou reunir-me na mesma com o agente e procurar o máximo de informação.

Depois partilho aqui para saber a vossa opinião. 

Obrigada! 

1. O capital disponível dá apenas para as despesas à volta da escritura (2000-3000€)?

Deve averiguar quais as despesas com o condomínio, se há problemas na administração (se há dividas acumuladas... não que tenha que as pagar, mas apenas para se precaver para o futuro), se necessita de obras (umas pinturas face ao tempo que não é usada) e se é livre de qualquer ónus ou encargos.

Depois solicite simulação dos valores a pagar caso aceite a proposta através da imobiliária. Mais tarde, pode ir pedir simulação, pelo seu próprio pé, numa agência bancária (a mesma ou outra) para assim comparar valores...

Mas cada coisa a seu tempo.

  • Voto Positivo 1

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
AndreiaAlmeida

Sim, ao menos dá para pagar as despesas à volta da escritura. 

Tomarei atenção a esses detalhes e averiguar bem o ponto da situação e as condições em que o imóvel se encontra. 

Não convinha nada ter que assumir encargos a que não me dizem respeito! 

Certamente o agente me irá fazer logo uma simulação... Depois ponho aqui as condições que me deram para saber a sua opinião.

Nestes casos de imóveis financiados, terei de ficar vinculada com o banco que obtém o imóvel ou posso ir por outro banco, se me der melhores condições? 

Tenho a contar, que baixaram de 73 000€ para 66 500€... só num primeiro contacto! 

Agradeço-lhe imenso a sua ajuda! 

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
jsd

Pois bem malta, eu com um valor inferior ( 56 Mil)  Pago por mês 224 sem seguros no bic!

estou a ficar desiludido pois pedi renegociação de spread pois estou com 3,125% a 6 meses!!

Os bancos brincam em PT pois não há grande concorrência!!!!
dizem que o valor não é apelativo e o risco é diminuto..... Não sei se é mas .....

isto a 35 anos....... 
Não ha bancos que paguem  os custos de transferência porque senão ja tinha trocado...
Pouco Valor = aumento de spread( pois devia ser o contrario)
Muito dinheiro= redução de spread(Será que há lógica nisto?)
Fico a espera da vossa colaboração.

Editado por jsd

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
ABCD

Sim, ao menos dá para pagar as despesas à volta da escritura. 

1, Tomarei atenção a esses detalhes e averiguar bem o ponto da situação e as condições em que o imóvel se encontra. 

2. Não convinha nada ter que assumir encargos a que não me dizem respeito! 

3. Certamente o agente me irá fazer logo uma simulação...

4. Depois ponho aqui as condições que me deram para saber a sua opinião.

5. Nestes casos de imóveis financiados, terei de ficar vinculada com o banco que obtém o imóvel ou posso ir por outro banco, se me der melhores condições? 

6. Tenho a contar, que baixaram de 73 000€ para 66 500€... só num primeiro contacto! 

Agradeço-lhe imenso a sua ajuda! 

1. Uma visita ao imóvel, com "olhos" de ver (se for acompanhada por alguém entendido em obras, melhor), pode ser decisivo na negociação.

2. É só para se prevenir, no caso de dourarem muito o imóvel... Verifique se a administração (quantos condóminos tem o prédio?) é efetuada por rotação entre os condóminos ou se é uma empresa de condomínios. Por vezes, dizem que é melhor ser uma empresa a gerir os condóminos... depende. Pode ser e pode não ser. Se forem muitos, eles aprovam certas despesas que os condóminos nem se apercebem... Se forem poucos, há mais controle... Mas isto será assunto para outras conversas!...

3. Bem, mas uma visita ao imóvel seria importante...

4. Certo.

5. Primeiro, observemos as condições que lhe apresentam e o estado do imóvel em si (qual o ano de construção? Tem licenças em dia? Qual o nível de certificação energética? Em que zona de "energia" se localiza o imóvel (A, B ou C - se for este último caso, significa que tem grandes probabilidades de falhas na distribuição de energia)?). Depois, logo se vê!

6. Querem vender e estão dispostos a negociar. Não sei se já disse, se se trata de um imóvel novo ou usado?

  • Voto Positivo 1

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
ABCD

Pois bem malta, eu com um valor inferior ( 56 Mil)  Pago por mês 224 sem seguros no bic!

3. estou a ficar desiludido pois pedi renegociação de spread pois estou com 3,125% a 6 meses!!

Os bancos brincam em PT pois não há grande concorrência!!!!
dizem que o valor não é apelativo e o risco é diminuto..... Não sei se é mas .....

isto a 35 anos....... 
1. Não ha bancos que paguem  os custos de transferência porque senão ja tinha trocado...

2. Pouco Valor = aumento de spread( pois devia ser o contrario)
Muito dinheiro= redução de spread(Será que há lógica nisto?)
Fico a espera da vossa colaboração.

Quanto tempo decorreu desde que contraiu o CH?

Quanto deve e quantas prestações faltam?

São precisos dados para sugerir melhorias para cada situação.

Tem capital de lado? Considera essa prestação elevada? Qual a penalização que teve no spread por contratar os seguros fora do banco?

1. Haver, até há. As condições para que eles aceitem o seu CH é podem não se enquadrar com o seu envolvimento financeiro...

Experimente ir a uma agência do santander pedir uma simulação para o seu caso. Leve o valor em divida e o número de prestações estimados até ao final. Depois terá de indicar os seus rendimentos (vencimento, IRS,...) e identificação.

2. Para certos bancos, faz toda a lógica...

3. Uma renegociação, faz-se com "argumentos" válidos. Não basta pedir... E nesse sentido, uma, ou duas, simulações da concorrência, com melhores condições, são deveras importantes quando se pretende "renegociar" um contrato.

 

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
jsd

Amigo ABCD do totta já vim eu porque nem uma proposta fizeram para rever o spread (4,75)Era cliente select.... em 2014 troquei para o BIC e tive uma redução de 2pp !!!
Por acaso tenho dinheiro disponível e para  metade do CH .
é claro que eu só tenho o CH e as poupanças neles mas acho caro!!
Já fui a cgd onde era cliente em que precisei do CH em 2013(queriam me (5,3pp) e neste momento fazem 2 pp de spread mas já calculei e não vale a pena pois tenho muitos custo de transferência . em 2014 paguei 1800 € para transferir e não queria voltar a fazer.
mas  afinal o valor é assim tão residual?
Eles em 2013 inicio, não quiseram fiadores por isso IRS há, e os empregos sãos seguros! 
Se souberem de bancos que suportam os custos avisem!!!

Editado por jsd

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
YARA

Amigo ABCD do totta já vim eu porque nem uma proposta fizeram para rever o spread (4,75)Era cliente select.... em 2014 troquei para o BIC e tive uma redução de 2pp !!!
Por acaso tenho dinheiro disponível e para  metade do CH .
é claro que eu só tenho o CH e as poupanças neles mas acho caro!!
Já fui a cgd onde era cliente em que precisei do CH em 2013(queriam me (5,3pp) e neste momento fazem 2 pp de spread mas já calculei e não vale a pena pois tenho muitos custo de transferência . em 2014 paguei 1800 € para transferir e não queria voltar a fazer.
mas  afinal o valor é assim tão residual?
Eles em 2013 inicio, não quiseram fiadores por isso IRS há, e os empregos sãos seguros! 
Se souberem de bancos que suportam os custos avisem!!!

Jsd

Então... recapitulando...

O seu CH é de inicio de 2013.

Tinha 4.75% de spread no Santander.

pediu revisão e negaram-lhe a redução no Santander.

Mudou para o Bic em 2014 com spread de 3.125% e pagou 1800€ de custos de transferência de processo.

Agora pediu renegociação no Bic.

Negaram-lhe a renegociação?

Disseram que nao descem de 3.125%?

  • Voto Positivo 1

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoticons maximum are allowed.

×   Foi criada uma pré-visualização automática a partir da ligação que colocou.   Mostrar apenas como ligação

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa