Ir para o conteúdo

Pesquisar na Comunidade

A apresentar resultados para as etiquetas 'isenção segurança social'.



Mais opções de pesquisa

  • Procurar por Etiquetas

    Escrever etiquetas separadas por vírgulas, que representam o tema específico do tópico. Exemplos: "irs", "acções", "descontos", "férias".
  • Procurar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Finanças
    • Créditos
    • Bancos
    • Seguros
    • Imóveis
    • Incumprimento e Penhoras
    • Poupar dinheiro
    • Investimentos
  • Fiscalidade e Trabalho
    • Impostos
    • Segurança Social
    • Direitos do trabalhador
    • Trabalho por conta própria
    • Heranças
  • Geral
    • Apresentações
    • Diversos
  • Fórum
    • Regras

2 resultados encontrados

  1. Boa tarde a todos, sou novo aqui e estou metido numa verdadeira alhada basicamente sem ter culpa nenhuma pelo que agradeço a ajuda de todos os que consigam ajudar. O enquadramento é o seguinte: eu e a minha esposa constituimos uma empresa e somos os 2 sócios gerentes não remunerados. Eu desconto a Segurança Social por outra entidade patronal e a minha esposa desconta a SS como trabalhadora independente. A bronca surgiu aqui. Ela está enquadrada no escalão 0 (descontra sobre meio IAS) e por essa razão descobrimos agora que a empresa tinha de pagar a SS dela (só se ela descontasse sobre 1 IAS é que a empresa não teria a responsabilidade de pagar a SS dela). Conclusão temos de regularizar a SS dela (pacifico porque se é devido nós pagamos) mas isto vai despoletar um processo de coimas por não pagamento na data, o que corresponde a 450€ por cada folha não paga (estamos a falar de uma fortuna). Actualmente a empresa não tem dividas assinaladas no portal da SS (o que nos dizem na SS é que só quando apresentarmos as as declarações das remunerações é que vai despoletar o precesso de divida. Conseguimos, inclusivamente, obter no portal uma declaração de não divida. Em Outubro deste ano a minha esposa vai pedir a revisão do escalão como trabalhadora independente, passado a descontar sobre 1 IAS libertando, agora sim, a empresa da obrigação de pagar a SS dela mas o problema é para trás. Temos vários cenários: Cenário 1 - Não fazer nada e aguardar que a ss nunca dê por nada ou quando der já ter prescrito ou aguardar por um perdão fical como ocorreu no inicio deste ano Cenário 2 - Cessação de actividade em IVA com efeitos retroactivos. Uma vez que a empresa não tem tido actividade nem qualquer acto de gestão (sim, a empresa foi constituida mas ainda não facturou nada nem investiu nada nem houve qualquer acto de gestão pois foi constituida para se candidatar a fundos europeus, fundos esses que ainda não recebemos e que serão a alavanca para a actividade da empresa. Não sabemos se esta cessação não irá despoletar algo na SS que os faça investigar a fundo e perceber o que se está a passar e desconhecemos efeitos colaterais que esta acção possa ter a outros niveis. A ideia será retomar a actividade em IVA novamente em Outubro. A empresa não tem empregados mas tem um terreno como património (importante para a escolha do motivo da cessação de actividade em IVA) Cenário 3 - Falaram-nos num requerimento que se pode fazer à SS pedindo uma dispensa específica de pagamento da SS uma vez que não houve actos de gestão. Mais uma vez temos receio que esta acção venha a despoletar uma "investigação" por parte da SS. Perante isto, qual o cenário que nos aconselham a escolher e que cuidados deveremos ter na escolha desse cenário. Muito muito obrigado JML
  2. Boas pessoal, Estou a trabalhar por conta de outrem (loja) a 24horas semanais e também trabalho num colégio privado mediante recibos verdes. Como este ano letivo vou trabalhar mais horas no colégio quero descer para 12 horas semanais na loja. Até este momento estive isenta da segurança social e do IVA. A minha dúvida é a seguinte: - continuarei a estar isenta da segurança social mesma que baixe as horas semanais? Agradeço a vossa ajuda!
×
FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa