Ir para o conteúdo
  • FORMAS DE POUPAR

  • Leaderboard


    Conteúdo Popular

    A apresentar conteúdo com maior reputação desde 09-11-2018 em todas as áreas

    1. 4 points
      Este tema já está a ser um pouco off topic, mas uma pessoa que receba 580€ de ordenado minimo que tenha de pagar casa, dificilmente consegue poupar 50 ou 100e...a não ser que vivam em casa dos pais e não tenham despesas de uma casa para pagar. Basta verem os preços médios das rendas atuais, o preço da luz, agua e etc...no entanto, acredito que muito boa gente que recebe acima da media acaba por se endividar, apenas por falta de literacia financeira, falta de responsabilidade pelas suas próprias finanças, pessoas que não se sabem governar basicamente, e com isso afetam a vida própria bem como dos seus filhos e etc... Mas eu sou apoligista que a pessoa quando esta folgada a nivel financeiro, deverá se preparar devidamente para situações inesperadas, e para tal é preciso poupar e gerir bem as despesas. As vezes basta sermos astutos e saber aproveitar as promoções no supermercado por exemplo... Um ppr ou uma carteira de fundos de investimento a longo prazo, penso ser uma segurança extra, pois eu com 27 anos não sei o que me espera na reforma... e para mim é importante ir amealhando capital para quando chegar a essa altura, e por isso acho que devemos começar logo quando começamos a trabalhar. cumprimentos a todos
    2. 4 points
      Uma das Verdades que já aprendi é que não interessa quanto ganhas. O que interressa é quanto gastas. Mesmo com um ordenado mínimo, é possível poupar algo. Será uma poupança baixa que possivelmente não servirá de muito numa crise mas é a mentalidade certa para ultrapassar os problemas. Há muitas pessoas com salários acima da média (salvo erro 800€) que só sobrevivem com cartão de crédito e afins. No dia em que recebem um prémio de produtividade, vão investir no shopping.
    3. 3 points
      Com certeza que há muita gente que ou porque arriscou num negócio ou num investimento e que por razões que os ultrapassaram falharam, ou outros que tiveram problemas de saúde, ou que foram vitimas de crimes e perderam os seus recursos e muitas outras situações...a esses não tenho nada a apontar e respeito-os inteiramente (e ainda mais os respeitarei quanto mais depressa se reerguerem pelo seu próprio mérito), mas não me parece que estes casos representem a maioria dos casos de sobre-endividamento ou da falta de capacidade de poupança.
    4. 3 points
      O que mais gosto de ver neste tópico é a quantidade de “agradecimentos” que o D@vid e o 5coroas tem obtido durante esta “papinha feita”, se custa procurar por informação na internet ao menos agradeçam a quem vos está a ensinar/esclarecer dúvidas, que já foram N vezes repetidas. Over&Out 😅
    5. 2 points
      Já diz o ditado popular " pimenta no c* do outros é refresco" Não se pode generalizar, claro que há muitos que estão endividados, e não tem noção do que fazem, mas outros que coitados, nem sempre a vida lhes corre como se quer.
    6. 2 points
      Se por exemplo um qualquer casal não consegue meter de lado 50 euros cada um por mês, então eu diria que esse casal precisa mesmo de reflectir muito a sério sobre as suas atividades laborais, investimentos, poupança, consumos, expectativas, etc, pois estão a fazer no presente algo muito errado (imprudente) que lhe pode causar muitos dissabores no futuro...até porque um elevado numero dos conflitos conjugais são por motivos financeiros. É chapa ganha chapa gasta até que algo trágico lhes aparece pela frente e aí lá se vai o carpe diem.
    7. 2 points
      O mínimo ar ppr são 50 euros e existe alguns que é 25 euros e até 10 euros.
    8. 2 points
      Interessa é ajudar, e também compreendo que um tópico que fez agora 6 anos e com quase 600 páginas seja difícil para quem "entra" obter resposta às suas dúvidas, por acaso hoje até houve 1h dedicada na SIC Noticias à temática dos PPR no Contas Poupança, chega a esta altura e parece que o pessoal se lembra dos PPRs 😂
    9. 2 points
      De salientar que as penalizações basicamente são a nível da taxa de IRS, muitas pessoas olham para essas condições e ficam com a ideia que têm de manter o PPR para sempre e não podem levantar fora dessas condições, podem sempre, no entanto pagam mais a nível de IRS ( mesmo assim abaixo dos 28% da maioria dos produtos ), e se colocaram nas declarações de IRS terão de devolver os benefícios acrescidos de 10%. Por isso é que tenho sempre recomendado que façam bem as contas antes de entregar o IRS para verem se vale a pena declarar o mesmo, porque se não for necessário numa altura em que necessitem de o levantar não têm penalização dos benefícios recebidos.
    10. 2 points
      O David e outros colegas responderam a essa "questão" 1h atrás. O AR PPR tem no BancoInvest e o NB PPR tem no Best ou NB. Na pag. principal deste topico tem os PPRs recomendados. Agora é pesquisar no seu banco se tem algum destes. BPI Reforma Acções PPR FIA http://www.morningstar.pt/pt/funds/snapshot/snapshot.aspx?id=F0GBR06N1D GNB PPR Vintage LinK na GNB: http://www.gnbga.pt/Default.aspx?tabid=100&codfun=14165990259&from=listafundos GNB PPR FIA http://www.morningstar.pt/pt/funds/snapshot/snapshot.aspx?id=F0GBR05A2X Invest AR PPR FIMA http://www.morningstar.pt/pt/funds/snapshot/snapshot.aspx?id=F0GBR057ZA
    11. 1 point
      Claro que não estou a falar desses que, "pataca ganha, pataca gasta"... Agora vir dizer que quem tem o salário mínimo, pode poupar 100€, "na boa", não me parece muito correcto. Nem todos tem a sorte de morar em casa dos pais, nem todos tiveram a sorte de nascerem num berço de ouro, onde os papás lhe deram a casinha mais o carrinho!! Com isto, não estou a dizer, que não se deve poupar, claro que se deve tentar sempre amealhar o máximo que se pode. Bom fim de semana.
    12. 1 point
      Mas ele está a usufruir do valor do arrendamento. Esse valor está a saldar dívidas dele.
    13. 1 point
      voces assustam-me... um gajo OU um casal que nao consiga NO minimo tirar 100€... e já estou a ser simpatico 100€ por mes para colocar num PPR para mais tarde é um caso grave a nivel de incompetencia financeira acordem para a vida!!! E para quem ler isto e tenha este problema... se voces NAO pouparem e NAO terem um fundo de emergencia NINGUEM vos vai lançar a mao (a nao ser que tenham papás ricos)
    14. 1 point
      https://moneybrewer.com/how-do-buy-back-guarantees-work/ Aqui está um artigo interessante sobre o tema. Não é que a Bondora seja a minha preferida mas compensa a falta de garantia com taxas mais altas.
    15. 1 point
      Totalmente de acordo. Bom ver que há aqui pessoas que partilham a mesma "dor" na construção de uma carteira. Ainda pra mais numa altura que uma fase Bear estará iminente... ou não! Eu neste momento penso que já tenho uma carteira equilibrada e ao meu gosto, mas o que me tem deixado mais indeciso é quando e onde reforçar.. Mas aos poucos e poucos vai-se aprendendo Geralmente esta informação do resgate e da fiscalidade está toda explicada na pág do Banco e do respectivo producto. fica aqui o exemplo do AR PPR: https://www.bancoinvest.pt/poupanca-e-investimento/investimento/invest-ar-ppr
    16. 1 point
      o Conselho de Administração da M&G Investments decidiu proceder à fusão de classes de ações (non-sterling) dos fundos disponíveis no Open-ended investment company (domicilio UK) para a Société d’investissement à capital variable (domicilio Luxemburgo) M&G (Lux) Investment Funds 1. A referida fusão realizar-se-á em 4 fases e nas seguintes datas: 26 de Outubro de 2018, 9 de Novembro de 2018, 7 de Dezembro de 2018 e 8 de Março de 2019. ..... Outro.... Informamos que o Conselho de Administração da Invesco Funds SICAV decidiu proceder, com efeito em 08 de outubro de 2018, à atualização do seu Prospeto. Entre as alterações realizadas incluem-se a atualização do nível esperado de alavancagem dos sub-fundos Invesco Emerging Local Currencies Debt Fund and Invesco Emerging Market Flexible Bond Fund e a clarificação do objetivo e politica de investimento do sub-fundo Invesco Euro Short Term Bond Fund.
    17. 1 point
      O que ja vim aqui falar: Fake and scam P2P investment sites – 10 things to look out for
    18. 1 point
      Depende do PPR, se estivermos a falar em PPRs em forma de fundo de investimento, isso pode acontecer, uma vez que são PPR sem garantia de capital ( à excepção do PPR VIntage ) e sem taxa garantida, como funcionam como um fundo na altura do resgate pode estar com rentabilidade negativa, mas isso é um caso muito limite, a longo prazo rentabilidades negativas é mais difícil de acontecer como já se provou em posts acima com as rentabilidades, o AR PPR tem uma rentabilidade acumulada desde o seu inicio ( 2001 ) de cerca de 210%, o NB PPR ( 1991 ) 170%. No caso de um seguro PPR, como tem capital garantido, e taxas garantidas, essa questão estará mais acautelada, no entanto também depende do tempo, se o resgate for num curto tempo, apesar de capital garantido, pode ter de pagar comissões de resgate por exemplo.
    19. 1 point
      Pois eu considero que uma das virtudes dos PPRs é o facto de terem penalizações, ou seja é mais um incentivo a mantermo-nos no rumo, não gastando o dinheiro em qualquer tentação; as situações mais complicadas que nos podem surgir estão acauteladas e portanto nessas não há penalizações. Se o objectivo é amealhar para num curto prazo comprar um carro, fazer uma viagem, pagar propinas, pagar uma festa, etc, mais vale recorrer a outras formas de poupança que não um PPR. Pode ficar com menos, pois por um lado o PPR (dos que não garantem o capital investido) pode estar negativo, e por outro lado a rentabilidade obtida na altura pode não lhe cobrir os tais 10% de taxa que lhe vão aplicar aos benefícios fiscais obtidos.
    20. 1 point
      Sim. Mas terá penalizações se não for por algum destes motivos: Reforma por velhice (5 anos após a entrega); A partir dos 60 anos de idade (5 anos após a entrega); Desemprego de Longo Duração do cliente ou de qualquer membro do agregado familiar; Incapacidade Permanente para o Trabalho do Segurado ou de qualquer membro do agregado familiar; Doença Grave do Segurado ou de qualquer membro do agregado familiar; Amortização de crédito habitação
    21. 1 point
      Ainda têm mais de 20 anos pela frente até à reforma, mas atenção, um PLANO Poupança Reforma, não é mais do que isso, um P,lano, esse plano pode ser feito de várias formas, não tem necessariamente de ser um produto PPR, não sei se me estou a fazer entender. Um PPR só tem a vantagem de na saída a taxa de IRS ser mais baixa e poder declarar todos os anos no IRS e obter benefícios fiscais ( por vezes nem é necessário dependendo dos vencimentos e despesas ), são coisas sempre a ponderar. Sim o Activo também tem o NB PPR é verdade.
    22. 1 point
      Nos ppr as mais valias são taxadas 8 e 8.6 em vez 28% Os dois ppr são bons. Todavia não é só devido 2012 que o ar ppr tem melhores rentabilidades, porque por exemplo a 3 anos é 5 anos tem maior rentabilidade e 2012 foi 6 anos. Mas ambos os ppr são bons. Com cap garantido existe um Lusitânia deu 3.75 nos últimos 3 anos
    23. 1 point
      Pelo menos até aos valores anuais que dão direito ao máximo de beneficios fiscais e em complemento de outras formas de investimento, na minha opinião, penso que é boa ideia, contudo as circunstancias da vida e a personalidade das outras pessoas podem diferir das minhas e eventualmente não lhes compensar o risco/retorno ou ficarem "presos" ao PPR. Se eu pudesse voltar atrás teria feito um PPR logo desde inicio da minha vida laboral. Nunca é cedo demais para começar a poupar/investir, pois quanto mais tempo estivermos dentro mais hipóteses temos de obter maiores rentabilidades. 100 euritos por mês x 540 meses (45 anos) + mais valias + beneficios fiscais, sempre se acumula alguma coisa para gastar na reforma nos remédios para o reumatismo.
    24. 1 point
      No Best acho que até já abrem por videochamada mas não sei como funciona. Os PPRs que falaram, para mim os dois melhores, há um terceiro também na 1ª página que é um fundo também mas com garantia de capital, podem ser subscritos no Banco Invest ( AR PPR ) e no Novo Banco ou Best ( NB PPR ), Best talvez tenhas a vantagem de não pagares comissões de manutenção. Analisa bem os dois, e vê o que te pode ser mais favorável para esses 20 anos, por exemplo, o AR PPR a longo prazo tem superado tudo e todos, mas foi muito devido ao ano de 2012 onde aproveitaram muito bem o mercado obrigacionista, no curto prazo perdeu algum fulgor em comparação com o NB PPR, este último vai alterar a politica de investimento e vai poder apostar ainda mais em acções, não devíamos só olhar para rentabilidades, mas fica as rentabilidades anualizadas para comparação: AR PPR: 2018: -1,32% 1 Ano: -1,30% 3 Anos: +5,19% 5 Anos: +7,70% 10 Anos: +10,29% NB PPR: 2018: +0,56% 1 Ano: +2,66% 3 Anos: +3,09% 5 Anos: +5,18% 10 Anos: +6,79% Olhando bem para os números, quero em crer que de facto, se não fosse o ano de 2012 onde o AR PPR ganhou quase 50% e o NB 23%, que os resultados do NB PPR seriam melhores em todos os prazos, de salientar também que o NB PPR se tem mostrado menos volátil ( 4,17% ) do que o AR PPR ( 5,50% ).
    25. 1 point
      É uma péssima razão para não o fazeres; não achas que tendo em conta o que está em causa (maior ou menor rentabilidade x 20 anos) não deverias contrariar essa "preguiça" ou seja lá o que te leva a não te apetecer, e apostar no melhor produto existente presentemente no mercado? Olha que por vezes fugir da "trabalheira" tem elevados custos, sobretudo quando estamos a falar em rendimentos que acumulam num longo prazo. Nisto de investir com sucesso é importante usar o máximo possivel a racionalidade ( e mesmo assim nada é garantido) e não sucumbir aos nossos "apetites" e zonas de conforto. Abres uma conta conjunta e depois subscreves 2 PPRs, um para cada titular, só assim ficas habilitado a obter o máximo de beneficios fiscais.
    ×
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa