Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • Leaderboard

    1. Virtua

      Virtua

      Utilizador


      • Points

        25

      • Content Count

        751


    2. Rick Lusitano

      Rick Lusitano

      Utilizador


      • Points

        21

      • Content Count

        2,821


    3. Lynch II

      Lynch II

      Utilizador


      • Points

        14

      • Content Count

        67


    4. D@vid

      D@vid

      Utilizador


      • Points

        13

      • Content Count

        9,260



    Popular Content

    Showing content with the highest reputation since 10/19/2020 in all areas

    1. 4 points
      O tipo de análise e detalhe que pretendo ser possível com as minhas apps (a lançar provavelmente no início do ano). Questão. É melhor rebalancear anualmente, mensalmente ou trimestralmente? Ainda sem custos de transação ou impostos à mistura (que espero incluir no futuro). Estou neste momento a programar a possibilidade de inclusão de reforços para esse tipo de análise tb. Carteira 33.3% IWDA, 33.3% Vanguard Global Bond Index fund, 33.4% ouro
    2. 4 points
      Cuidado, não sejas como aqueles finórios que de peito cheio andaram a abrir contas na Suíça e depois perderam dinheiro em...Papel Comercial do GES 🤣
    3. 4 points
      Não defendo ditaduras nem ditadores mas defendo a verdade . E para discutir algo ou o fazemos com base na verdade ou estamos contribuir para a falta de conhecimento. O que escreveste vem de um livro de ficcão ? Não tendo tempo para referir tudo mas tendo lido sobre o estado novo e sabendo o chorrilho de mentiras despejado sobre o mesmo após a "censura" comunista dos anos seguintes á revolução e o profundo desconhecimento na matéria vou apenas referir o seguinte : 1 - Para entenderes o chamado processo de "consolidação industrial" (a que te referes indirectamente ) deves primeiro conhecer os Planos de fomento I+II bem como saber o que era Portugal em 1928 quando Salazar toma conta da pasta das finanças. Um País muitíssimo pobre , envididado , completamente descapitalizado com várias estimativas da epoca a sugerir que estariam em libras o equivalente a 7-8 PIBs da epoca uma vez que toda a classe empresarial e não só , rapidamente convertia a moeda nacional em libras para evitar a forte desvalorização do escudo , um País que vivia em constante sobressalto e com os governos a cairem com frequência , após o golpe de 1926 : Consolidada a vitória do golpe, as forças vitoriosas, comandadas pelo general Gomes da Costa montado no seu cavalo, desfilam a 6 de junho de 1926 pela Avenida da Liberdade, em Lisboa. Recebem então o aplauso da esmagadora maioria do lisboetas, cansados da instabilidade e traumatizados pelos constantes golpes e contra-golpes e pelos atentados terroristas que ao longo de toda a década se tinham sucedido a um ritmo alucinante. Era mais uma vez a recorrente regeneração nacional que se perfilhava no horizonte qual luz ao fim do túnel em que a desacreditada Primeira Republica desembocara. Entende primeiro que era o País antes de Salazar para conseguires compreender Salazar. Em 1928 , a taxa de analfabetismo era de 48% da população . Em 1974 , creio que 24% . O I plano de fomento surge após o terrivel embate económico provocado pela segunda guerra mundial num País já pobre , fragilizado e com enormes problemas estruturais . O objectivo máximo seria o de manter a autarcia económica de Portugal ou seja independência TOTAL , não estando dependente de nenhuma potência/interesse/empresas exteriores. Existia um forte motivo estratégico para isso , mas quem quiser que leia senão estou aqui 1 hora. O retalho industrial era desconexo com situações caóticas como por exemplo dumping feito com frequência e uma ausência de empresas fortes e estáveis . O processo que levou a uma proteccão de parte da industria era a unica forma na opinião formada de construir uma base industrial forte e independente . Não tendo sido possivel nos ultimos 30 anos de forma natural , Salazar decidiu que isto era imperativo num País em retalhos e teria que haver intervenção , obviamente ninguém defende que este seja o caminho e existem relatos vários de queixas violentas por parte de champalimaud e do presidente da CUF que diziam não poder crescer as empresas a nivel internacional porque o estado não os deixava , portanto a consolidação industrial protegia mas também limitava o crescimento e lucros das empresas , vamos criticar com a verdade . Agora a parte mais interessante , temos em 1974 um património industrial considerável . Que acontece com o PREC 1975 ? É feito um processo 100 vezes pior que a consolidação industrial , depois de roubarem as empresas aos proprietários e nacionalizarem as outras resolvem fundir TODAS AS EMPRESAS numa só , ELIMINANDO COMPLETAMENTE a concorrência . A EDP eram 14 empresas , a Cimpor eram 7 empresas etcetc Portugal passa de uma taxa de crescimento 6% entre 1960 e 1972 para 2% 1974 -1990 , em breve temos o País na bancarrota com duas intervenções do FMI 1977 e 1983 Seguramente isto não teve nada a ver com a eliminação total da concorrência , com a promoção a cargos de destaque nas empresas estrategicas de pessoas completamente incompetentes mas com a confiança do partido , da corrupção etcetc . A culpa é provavelmente de Salazar que já estava debaixo da terra á 7 anos... Mais grave , passados 20 anos o estado paga uma indemnização a alguns desses proprietarios expropriados (Champalimaud, CUF etc) que voltam a reerguer as suas empresas parcialmente . Para concluir a referência a Salgado , um corrupto creio ser óbvio , que corrompeu maioritariamente o governo socialista e outro enorme corrupto o socrates levando a uma perda financeira brutal por parte dos contribuintes portugueses. Nos ultimos 20 anos temos uma economia estagnada , menos poder de compra quem em 2000 e a produtividade desceu o que é uma anormalidade brutal , 18 anos de socialismo nos ultimos 25 anos de governo . Leiam sobre o efeito do socialismo na economia para entenderem as consequências. PCP-PS-BE-CDS-PSD-PAN são para mim partidos incapazes , corruptos profundamente incompetentes que continuarão a contribuir para o atraso e pobreza do País , o Chega nem é partido é um one man show . Este é o triste retrato.
    4. 4 points
      @D@vid Fartaste-te de trabalhar pro-bono. Olha o gajo todo contente
    5. 4 points
      Quer a nível pessoal quer a nível profissional uso uma mistura de ambos. Estou-me a marinbar para "guerrinhas". A Nível profissional uso muito o MFS European Value, e de uma forma geral há muitos fundos a bater o índice na Europa há muitos anos. Alguns bons mistos são falados neste tópico, embora eu tenha sempre receio de mistos. O Fidelity consumer industries - LU0114721508 é outro fundo que nunca me deixou ficar mal e este ano está com +14% YTD. Por outro lado uso IWDA, IQQ0, AGGH etc etc Isto de ter acesso a tudo e só usar um tipo de instrumento porque o outro é da cor errada não faz muito sentido...
    6. 3 points
      É fácil atirar as culpas para um determinado partido sem observar o contexto: 1ª bancarrota, o PS estava no poder e vínhamos do PREC, em que o pais literalmente parou, o regresso dos portugueses de África, e não esquecer que o Governo era tutelado por um Conselho da Revolução - O PS chegou ao Governo com o país já com a bancarrota à vista, só era preciso saber quem é que chamava o FMI; 2.ª bancarrota, o país tinha saído de eleições, por queda de vários governos PPD/CDS, e já se sabia que quem chegasse ao poder teria de pedir a intervenção do FMI. O PS venceu as eleições e formou-se o bloco central, PS/PSD e foram estes que pediram a ajuda do FMI. Devo dizer que o trabalho foi muito bem feito. 3.ª bancarrota, muitas vezes atribuída ao "Eng. Socrates", mas é preciso recuar ao incio do seu governo para perceber o que se passou, em 2005, a comissão europeia já estava farta de avisar Portugal e Grécia por manipulação das contas. Ou seja, desde a queda do bloco central, que os governos (Cavaco e Silva, Guterres, Barroso) escondia a dívida pública nas empresas do estado, e assim cumprindo os desígnios de Bruxelas. Em 2005, a CE pediu que as tais dividas fossem refletidas nos orçamentos do estado e na dívida do estado, pois até aí era privado, começou o descalabro, pois o Sr. Incompetente decidiu a fuga em frente, contrair mais dívida, ou seja, uma nova bancarrota, quando os mercados se aperceberam da fragilidade da nossa economia e que não ia ter a cobertura de Bruxelas sem a chegada do FMI. Sendo assim, os três partidos, PS, PSD e CDS, têm tido uma grande responsabilidade no estado geral da sociedade portuguesa nos últimos 40 anos, seja para o bem seja para o mal. Em todos os países, apos a 2.ª GM, a taxa de alfabetização cresceu, mesmo nos países islâmicos, pois muitos deles foram governados por partidos comunistas, havia a ideia que a alfabetização conduziria a um homem esclarecido e comunista, comunismo cientifico. O problema é que nem sempre isto é verdade. Alguns dos maiores físicos alemães, indivíduos com uma enorme capacidade intelectual e de vastíssima cultura eram apoiantes do regime Nazi: Johanne Stark, Phillip Lenard, Werner Heisenberg (este menos que os dois primeiros), Max Planck, Peter Debye ,todos eles prémios Nobel. Homens que marcaram a história da humanidade e cujas descobertas nunca serão esquecidas e contudo contribuíram para a perseguição nazi ou foram coniventes.
    7. 3 points
      Não precisa de ser 1 OIC, se tiveres elevados montantes, pode até compensar a complexidade legal e regulatória (autorizações, licenças, normas, legislação, etc). Mas pensa sem a capa legal de fundo de investimento, o que é na base, 1 OIC? Existem vários tipos de estruturas legais, depende dos montantes, das classes de activos, dos objectivos (optimização fiscal, heranças/partilhas, retornos, risco, etc), dos países. Até para montantes inferiores a 1M, há maneiras de optimizar fiscalmente os investimentos, e com estruturas legais mais simples, claro que pode-se criar estruturas legais mais complexas. Até mesmo podes optimizar fiscalmente e/ou outros objectivos em Portugal, a carga fiscal pode ser menor do que para simples investidores. Mas em comparação com alguns países será maior a tributação. Nem precisas de ir para offshores ** e/ou para a Suíça e Luxemburgo, tens na Zona Euro e na UE, países "normais" com tributação mais favorável. Podes dar uma olhadela num post que coloquei anteriormente, sobre a tributação a não-residentes fiscais: Isto para não-residentes fiscais e depois também há possibilidade de ser residente fiscal, até para os mais investidores mais pobres e sem estarem fisicamente nesses países, Para os mais ricos podem "comprar" um passaporte/visto, mas também para os pobres há estruturas legais que isentam ou reduzem a factura fiscal. Para começar a analisar estas questões, podes pesquisar por "digital nomads" e ver como eles fazem com montantes inferiores. E nós em Portugal, como gostamos mais dos estrangeiros do que o gado manso tuga, damos isenções fiscais a não-residentes fiscais durante 10 anos, enquanto somos taxados por tudo o temos e ganhamos. Há toda uma comunidade e indústria internacional a publicitar e fazer negócio para os estrangeiros virem para Portugal e beneficiarem de isenções fiscais durante 10 anos e sem precisarem de investir em Portugal. Em Portugal, montantes apartir de 5k transferidos para determinados países despoleta envios dessa informação para a AT, porque para o Estado Português/AT somos à partida todos uns criminosos e capitalistas a tentar fugir aos impostos (ónus de prova invertido em relação à restante legislação). Temos de justificar o nosso dinheiro, porque existe uma ideia enraizada para os nossos decisores políticos, que o património dos Portugueses não é deles, é do Estado, que nos permite mexer nele. O que é do Estado pertence ao Estado, o que é dos Portugueses pertence ao Estado, os Portugueses só podem o gerir consoante o que o Estado deixa. De qualquer das formas, sugiro que te informes com advogados/consultores fiscais sobre as estruturas fiscais que podem ser mais vantajosas e em que países, e eles podem operacionalizar essas questões. Principalmente se envolver elevados montantes, e no teu caso, muito provavelmente, precisarás de advogado/fiscalista para analisar determinada documentação, principalmente por envolver outros países. Há também uma série de empresas que podem ajudar a montar estruturas legais e a ajudar na administração. Algumas têm pacotes pré-concebidos para cada caso. E como tudo, há empresas mais baratas e outras mais caras, com mais e menos qualidade, com mais e menos serviços. ** A AT tributa mais as transferências directas para as offshores. Podes pensar em fazer transferências indirectas através de outros países "normais" para iludir a AT, mas as "AT" de outros países (principalmente da UE e outros países desenvolvidos) também te vão tributar mais por essas transferências. PS: Vê a tua caixa de mensagens privadas.
    8. 3 points
      Eu sinceramente acho mau isso promovem os vossos códigos. Mas depois querem aproveitar as promoções de boas vindas ora. Ao cancelarem e fazerem novo contrato quem aderiu com o vosso código. Perdeu o beneficio que foi o que me aconteceu, porque aderi com código de alguém que depois cancelou
    9. 3 points
      "Tomo 3 Xanax nos dias calmos" 🤣🤣🤣 O problema deste tipo de questionário, tal como os dos bancos, é que a maioria das pessoas não tem isso estático. Vai variando, e não me refiro que varia ao longo da vida, mas sim que varia consoante o momento dos mercados. A aversão à perda é mesmo isso. O pessoal pensa que é linear quando não o é. As perdas sentem-se pelo menos a dobrar: É melhor que nada, com certeza, mas envolve um auto-conhecimento que a maioria dos investidores não tem e que muitas vezes dá origem aos comportamentos mais "engraçados" e errados quando se apercebem disso em tempo real durante um crash.
    10. 2 points
      à medida que vou fazendo as apps vou aproveitando para fazer as minhas análises, "testando" as ditas apps. Estou a ficar surpreendido com algumas coisas. O mercado até me parece mais "simpático" do que seria de esperar. Não só interessa pouco quando se rebalanceia como, pelos vistos, também pouco interessa quando se reforça. Esta deixou-me um pouco espantado. Mas honestamente o que me parece é que há muita margem para "errar" e não interessa andar "sem em cima", desde que as ideias lá estejam, rebalancear e reforçar. Como ainda tenho as coisas a começar em 100 criei reforços que me pareceram realistas. 24 ao ano vs 6 ao trimestre vs 2 ao mês. Os rebalanceamentos são aquando dos reforços, evitando impostos.
    11. 2 points
      O facto de um Partido como o IL ter conseguido votos para um deputado pode ser a prova do surgimento de uma nova mentalidade tal como tu referes. Não acredito que venham a ter uma expressão muito significativa ao nivel politico, mas tenho esperança que essa gente consiga empreender com sucesso os seus projectos APESAR dos entraves que o Estado lhes põe no caminho. Uma vez que nunca conseguirão através da democracia libertar o Estado dos inumeros parasitas, incompetentes e bandidos que dele fazem a sua fonte de sustento, resta-lhes aprender a evitá-lo ou contorná-lo sempre que for possivel.
    12. 2 points
      Fui verificar a qualidade do fundo. Algo que faço imensas vezes. Usando Returns-based style analysis (uma das minhas apps). Tentei imitar o fundo com recurso às 4 posições do permanente portfolio europeu. O resultado é relativamente bom em termos de ajuste. O resultado da análise é: Mesmo que o fundo não se tivesse portado tão bem em 2020 (no drawdown) diria que quantitativamente o fundo da MFS tem-se portado bem, face a uma carteira com as posições do permanent portfolio Europeu.. Atenção, o resultado não é do PP Europeu, mas de um ajuste do PP europeu ao fundo em questão (que usa bastante equity e não ouro). P.S. Tenho de começar a incluir o resultado R^2 nos outputs.
    13. 2 points
      Tem seleccionar a opção "Multibanco". Conta para cashback.
    14. 2 points
      O teu post original : desse modo, tornou Portugal um país atrasado, pobre e analfabeto Depois de provar que a afirmação é completamente falsa , colocas um grafico numa perspectiva completamente diferente da inicial . Interessante Mesmo assim vamos analisar o teu grafico de forma simples e sabendo de antemão que comparar sem ter toda a informação alinhada não produz resultados rigorosos. 1 - Aumento da taxa de alfabetização em 50 anos Inglaterra 10% França-BEL-IRL 20% AUS-HUN 30% ESP-ITA-POL 40% Salazar esteve aproximadamente 40 anos no poder e a taxa de alfabetização aumentou 25% Portanto a alfabetização em Portugal aumentou perfeitamente em linha com a taxa de alfabetização em todos esses Países , nalguns casos ligeiramente acima noutros ligeiramente abaixo Agora vem a parte que considero profundamente divertida : O unico local segundo o teu grafico onde existiu um aumento exponencial da alfabetização é na URSS e bloco de leste Oh homem então tu criticas Salazar e dás como exemplo algo 100 vezes pior que é a ditadura Estalinista que enviou 20 milhões para os gulags , que enviava pessoas para campos de concentração POR LEREM UM LIVRO PROIBIDO ou por comentarios do vizinho ??? Dás como exemplo um País onde existiu censura brutal , forte repressão , em que o sistema político MATOU MILHÕES de pessoas do próprio País ?? Os tipos deviam ter uma tecnica fantástica era aprender com uma pistola apontada á tempora , assim todos se motivam para aprender. Estaline devia pensar , adoro torturar pessoas porque lêem livros proibidos , de forma a aumentar o leque de seleccionados nada como alfabetizar a população em massa Que obra herculea , matavam milhoes e ainda tinham tempo de num País vastissimo e com muitas regiões inóspitas e de dificilima acessibilidade , alfabetizar as pessoas... Curioso em 40 anos a taxa de alfabetização na Russia aumentou.....8% ---- O que deves analisar é o endividamento e políticas nos respectivos períodos foi sempre com as consequências de governos socialistas que este País ou teve na bancarrota ou teve que pedir ajuda externa por 3 vezes em 40 anos Estando actualmente com um nível de divida brutal. Mais grave a ausência total de uma estratégia económica para promover o crescimento e riqueza que eventualmente depois permita sustentar um estado social. Concordo quando referes , não tem a ver com os partidos , tendo todos eles corruptos e parasitas , uns mais e outros menos o resultado varia mas não decisivamente. Se fores perspicaz irás notar que deixei partidos de fora . Votei IL , o deputado da IL demonstra semanalmente um nível de competência , inteligência e capacidade muito superior a quase todos os outros . Eu já vi debates em que alguns deputados aparentam ter a capacidade intelectual de um canário e o conhecimento técnico de uma noz Não concordo a 100% com tudo o que a IL preconiza mas parece-me de longe o mais competente partido. Infelizmente muitas pessoas não entendem por ignorância em matérias económicas. Eu defendo um sistema económico e político semelhante ao dos Países nórdicos , economia capitalista e liberal que sustentam um estado social que NÃO é exclusivamente detido pelo estado. Esse modelo é de longe o que provou produzir maior riqueza e bem estar . Já agora era interessante que quem defendo comunismo e socialismo , apresente os Países que consideram ser modelos . Afinal em 100 anos dessas teorias , deve haver alguns....ou pelo menos um espero... O que eu defendo é simples , escolhe o teu modelo com base em exemplos e analise temporal de outras realidades e adapta e implementa o na tua realidade , isto de complicado tem 0 . O problema é precisamente a enorme ignorância colectiva das pessoas , que pagam um preço brutal por votarem e não dominarem o básico , quando tens inumeros exemplos de Países ricos , desenvolvidos com as politicas acima e 0 ou quase 0 com politicas socialistas , apenas temos que fazer uma conta 1+1=2 Meu caro não recorras a ataques pessoais ou indirectas , estas são um insulto desnecessário numa discussão que deve ser quer produtiva e elevada.
    15. 2 points
      E achas que isso faz diferença? Vale o que vale, mas a maioria dos licenciados/doutorados que eu conheço vêem novelas, bigbrothers, futebol e telejornais das 20h; ou seja comem a mesma palha que o resto do pobão. Conheço vários que saídos de cursos cientificos, se lhe perguntares algo sobre as suas crenças religiosas, apenas repetem aquilo que aprenderam com o exemplo dos pais ou nas aulas de religião e moral. Ou seja, limitaram-se a memorizar a teoria para depois a verterem nos exames. Espirito critico nulo. Não tenho muita fé que a Educação possa alterar muito as coisas ao nivel politico. Lembra-te que Alemanha no inicio do século XX era uma dos paises com uma população das mais cultas no mundo e deixou-se levar pela doutrina nazi (sendo que os seus lideres também eles embora muito cultos, não deixaram de praticar e fomentar actos extremamente irracionais). Não confundas Educação/cultura/habilidades com sabedoria.
    16. 2 points
      É só divulgar alguém que acho que fez um bom serviço e com transparência podes comentar na página se tiveres problemas e contactar diretamente a pessoa. tem e-mail e número telemóvel pessoal na página de Facebook tambem há aqui users com assinaturas a divulgar blogs e Facebooks. acho que não fica mal num tópico dedicado a Endesa e à partilha de código amigo. Colocar um código com “provas dadas” de antiguidade.
    17. 2 points
      ahahahah muito bom. Mesmo no dia do fundo 🤣 Pelo menos apercebo-me que já consigo distinguir sentimentos/emoções de comportamentos. No mesmo dia coloquei on-line este artigo: https://www.futureproof.pt/blog/o-dia-em-que-se-quis-vender-tudo onde digo " Estar a ser a queda mais rápida de sempre trouxe as desvantagens que todos sabemos mas por outro lado pode rapidamente criar boas oportunidades de longo prazo já num futuro próximo.". Por outro lado já tive a oportunidade de dizer que tentei comprar S&P alavancado 3x nesse dia, não consegui porque tinha o BI desatualizado no BEST (primeiro trade especulativo em mais de 10 anos). 🤦‍♂️ Esta separação emoção/atitudes é algo que acho essencial à maioria das pessoas para se tornarem bons investidores (a maioria das pessoas, onde me incluo, penso que são seres emocionais). Ainda considero que tenho um caminho longo a percorrer mas fico feliz de ver uma evolução. Mas sim, nessa data apostaria sem qualquer problema 1 mês de salário em como não estaríamos em máximos passado 6 meses de tão ridículo/esperançosos que eu achei esses 10.9% que disseram "menos de 1 ano"
    18. 2 points
      Não tem a ver com a degiro, mas sim com o tipo de produto. Passa pelo tópico dos fundos de investimento que até se está exactamente a discutir isso. Mesmo FI só se forem nacionais é que o imposto é liquidado na origem. Posts a partir daqui: https://www.forumfinancas.pt/topic/7246-fundos-de-investimento-mutual-funds/?page=885&tab=comments#comment-185266
    19. 2 points
      Mas porque estamos a inventar? qual a dúvida de que o banco pelo qual compramos as unidades de participação não entra para as contas de falência? que os fundos são produtos fora de balanço? o SII protege em caso de fraude por parte de gestoras de activos, não é dos bancos. Falo em BANCOS, é com eles com quem trabalho, não é com corretoras etc. tipo Degiros e etc., que não faço a mínima ideia como trabalham, nem 1€ quanto mais 1M, agora bancos como BPI, Santander; BCP, Novo Banco, Abanca, Invest, BiG, Best, Activo and so on so on, qual o problema mesmo de lá ter 100M em fundos? expliquem-me lá que deve me estar falhar alguma coisa.
    20. 2 points
      Por exemplo. Por acaso na pandemia as empresas tech, que já eram as que valiam mais, foram as que se safaram melhor. Mas se por alguma razão a crise da pandemia fosse algo que levasse às tech a ter má performance aí a porca já torcia o rabo. Pretendo fazer uma análise aos factores MSCI no tópico de programação mas ainda falta uns tempos. Até porque os índices já existem há algum tempo e seria bom analisar como se portaram em 2008. Pessoalmente penso que vão continuar a funcionar, de uma forma geral, mas é uma opinião mais baseada em fé do que em algo quantitativo palpável. Simplesmente penso que o que fez o mundo ser como é vai continuar nas próximas décadas/séculos. Só te estamos a alertar para o facto de poder não ser assim.
    21. 2 points
      Imagina que há registos de 1 milhão de acções da Apple, mas os clientes reclamam 1,5 milhões. Como fazer? Aonde estão as acções em falta? Ou o inverso, há activos a mais e não há registos... Os IF emprestam as acções dos clientes para os short-sellers e os clientes nem se apercebem disso. Se emprestaram as acções e os clientes por exemplo querem vender as suas acções, simplesmente tiram de outros para os clientes vendedores. É tudo registos digitais. A shit acontece, quando há sell-offs, e muitos clientes querem vender e os IF não têm aonde ir buscar para tapar os buracos, é como uma corrida ao banco, os IF podem sempre ir ao mercado comprar, até podem comprar mais barato e ganhar uns trocos, mas o problema é que nessas alturas, os IF têm problemas de liquidez de curto prazo. Os bancos fazem o mesmo com o dinheiro depositado dos clientes, tiram de um lado e quando é preciso dar cash aos clientes, retiram de outras contas. Porque o dinheiro depositado dos clientes não está nos bancos, está emprestado/investido. É o sistema de reserva fraccionado. E detecta-se isso com as corridas aos bancos, ficando os bancos em maus lençóis.
    22. 2 points
      Estava a pensar em algo assim , quem quiser melhorar a ideia , seja bem vindo Idade Prazo - Anos 0-10 10-25 25+ 35+ Relação com capital : 0 Despreocupado 1 Confortável 2 Moderada 3 Preocupado 4 Tomo 3 Xanax nos dias calmos Risco: Averso - Conservador - Moderado - Mod-Agr -Agressivo Conhecimento financeiro : 0 - Iniciante 1 - Básico 2 - Razoável 3 - Bom 4 - Avançado Objectivo: 0-5% 5-10% +10% +20% +30%
    23. 2 points
      Começou por ser uma campanha até 31 de Agosto, depois foi extendida até 30 de Setembro e agora, segundo a linha de apoio, é válida até 31 de Outubro.
    24. 1 point
      vou aderir a endesa esta semana e também nao quero correr o risco de fazer a adesão e depois cancelarem e eu perder o beneficio podes me enviar o código que funcionara para sempre por mensagem privada? é que eu vi que publicaste mas parece que eliminaram podes porfavor Vítor A, podes me enviar o link da pagina de Facebook por mensagem privada, por favor?
    25. 1 point
      Sobre a tributação dos FI: Tributação de Organismos de Investimento Coletivo (OIC) e a clarificação da Administração Tributária 21/10/2020 https://pt.fundspeople.com/news/tributacao-de-organismos-de-investimento-coletivo-oic-e-a-clarificacao-da-administracao-tributaria
    26. 1 point
      Olá, Estive a criar o "Portefólio do Salvador" no backtest.curvo, por curiosidade. Segue o link: https://tinyurl.com/portfolioSalvador Tendo em conta os ETFs que escolhi, tem um CAGR de 3.42%, com o rebalanceamento a cada 3 meses (foi a hipótese que maximizava o retorno). Muito provavelmente devido às TER de tantos ETFs juntos... No entanto, achei curioso ser um portfólio bastante constante, do género slow growth, e decidi comparar também com o EUPP: https://tinyurl.com/SalvadorvsEUPP. Este último é superior na CAGR, mas é engraçado que os perfis são bastante semelhantes. Por exemplo, se simularmos apenas até Dezembro de 2019, vemos que os resultados são praticamente idênticos (claro que assim o EUPP é melhor, por ser mais simples). Seria interessante ter um histórico melhor, mas pronto, já satisfiz a minha curiosidade. Bons investimentos!
    27. 1 point
      Dado que assume que é ignorante na matéria, não pode ser tão taxativo a assumir o erro de outros e difamar. Uma coisa são comissões de resgate, outra coisa são impostos. IRS ou IR retido. Após 30 de Junho de 2015: - Em fundos domiciliados em Portugal obtidos por sujeitos passivos de IRS nacionais, se houver mais-valia, na altura da venda é logo feita a retenção na fonte de 28%. Depois já não é obrigado a declarar na declaração de IRS. Mas se tiver menos-valias, poderá declarar para abater a mais-valias. - Em fundos estrangeiros, se houver mais-valia, na altura da venda não é feita a retenção na fonte de 28%. Depois é obrigado a declarar na declaração de IRS. Em caso de dúvida, o Google sabe tudo! https://www.rankia.pt/fundos-de-investimento/fiscalidade-dos-fundos-investimento/
    28. 1 point
      Quem recomenda P2P? Eu não. Leste a minha assinatura por completo? Em nenhum lado recomendo nada. É um site que tem apenas códigos de promoção para quer se inscrever e ter bónus. Para evitar mensagens privadas a me pedir os links para os bónus de pessoas que já têm a intenção de se inscrever e que querem aproveitar para ter bónus. E as plataformas que lá estão, escolhi apenas as mais idóneas. Não pus todas as plataformas que existem. E olha que me ofereceram umas centenas de euros só para colocar os links de algumas plataformas, mas que eu não coloco por serem duvidosas, to say the least. Também posso colocar links para bancos e outros IF. Não pus por decisão pessoal.
    29. 1 point
      Baseio-me num facto...só me recordo de uma Seguradora entrar em insolvência no Mundo e o Estado Norte Americano entrou com o capital, o resto são sempre suposições, se no limite eu meter o meu dinheiro debaixo do colchão e ter um incêndio ou uma inundação, chego à conclusão que o meu capital não está seguro em lado nenhum, e como sei que o meu dinheiro não está seguro em lado nenhum procuro sempre produtos que me dê um rácio de Segurança vs Rentabilidade que me permita dormir descansado o mais possível e ter mais dinheiro ao fim de uns anos do que teria se tivesse metido o mesmo debaixo do colchão. Pareces um hipocondríaco @Rick Lusitano lol, ainda vou pensar que és como alguns ( eu também conheço algumas gentes por aí ) que fazem parte de quadros de bancos a nível de trading e depois pessoalmente só têm depósitos a prazo lol.
    30. 1 point
      a) Respondi no sentido da segurança, deu a entender que existe receio de colocar esse montante em um só banco, então tentei esclarecer que quando se pretende fazer produtos fora de balanço do banco ( fundos de investimento por exemplo ) esse capital é nosso e não tem risco do banco onde os compramos, se a ideia seria de fazer depósitos a prazo bem então eu abria conta em 10 bancos 😁, se o objectivo não é esse então até 100M eu posso ter num só banco e sem risco do mesmo. b) Explicar bem a diferença entre os dois, isso é fundamental, e só alguém isento o pode fazer, porque se for eu a explicar secalhar puxo mais para os Fundos e se for outro secalhar puxa mais pelos ETFs, continuo a achar que prefiro um condutor no meu carro que trave nas quedas e acelere nas subidas que ir em ponto morto...
    31. 1 point
      Tenho pena que continues a recorrer a ataques pessoais. Esse tipo de raiva não é algo normal/comum. Provavelmente consideraste o não te ter respondido uma má educação proveniente de te ignorar. E se estás errado em relação à má educação não estás errado no ignorar. Isto é o que vejo quando venho ao tópico (no PC): Por isso nem reparei na tua questão. Esta foi a forma que tentei encontrar de poder vir aqui ao tópico sem afectar a minha saúde mental, infelizmente parece-me que não fui bem sucedido. Apenas há pouco quando vim com o telemóvel (onde não estou logado) é que me deparei com o teu texto, até antes de ler a tua pergunta. Como o que disseste envolve outras pessoas e entidades que não eu, vejo-me obrigado a esclarecer algumas coisas. 1. O artigo apenas está na revista de papel, por isso não é esse. Encontra-se na página 70 a 74. 2. Induz? Porque não a costumo ler? Também não leio o The Economist e considero ser das melhores e mais completas revistas mundiais. A funds people até é dos poucos sites que tem autorização para fazer notificações no meu telemóvel. Esta indução está tão correcta como o ponto 1.
    32. 1 point
      Reforço esta informação. Se querem ganhar juros com os vossos investimentos em crypto (seja em BTC ou numa stablecoin como USDT=> recomendo usarem só BTC) usem algo mais sólido como o blockfi e não uma plataforma que vos obriga a comprar uma shitcoin para poderem utilizar um serviço. Ainda assim nunca recomendo deixarem nada em plataformas centralizadas.
    33. 1 point
    34. 1 point
      A ignorância é utilizada e aproveitada de muitas formas , seja em que sistema for , as pessoas votam , têm toda a responsabilidade . A mesma ignorância que leva as pessoas a pensar que "não precisam de aprender a investir" e com isso em vez de criarem riqueza para si e para os seus , de aumentarem o seu patrimonio , ficam cada vez mais pobres ou quanto muito perdem uma enorme fatia do que poderiam ter . Muitos desses mais ricos estão também a beneficiar de um efeito de juro composto sobre os seus activos...a 50 anos uma fortuna com 10-15% de rendibilidade anual cria distorções enormes . O grande problema é a enorme falta de conhecimento das pessoas que as leva a tomar opções sem sentido e sem noção do que elas significam , votam em demagogos , votam em corruptos e depois admiram-se , eu fico admirado é que alguém se surpreenda . A coreia do sul decretou em janeiro/fev obrigatoriedade do uso de mascara e controlo de temperatura nos locais publicos/privados . Têm de longe a menor taxa de mortes e infectados 25000 casos e 500 mortos ,num País com a dimensão aproximada de UK.Italia.Espanha , todos com mais de 250 000 casos e mais de 25000 mortos Agora pergunto , as pessoas são tão idiotas que não consigam entender algo profundamente básico que é copiar as acções que claramente levam a um numero inferior de mortes , infectados e permitam que a economia funcione de forma mais aceitavel ? Isto não tem a ver com democracia , tem a ver com a limitação intelectual dos votantes que elege demagogos corruptos e idiotas e colhe os frutos dessas opções. É assim em tudo . Se querem resolver algum problema convém começar pela causa real .Identifiquem o problema , as reais causas e apontem soluções. Educação e formação minima escolar em conceitos economicos/financeiros basicos bem como outras areas sao um bom ponto de partida.
    35. 1 point
      Quando há problemas com os IF, o administrador judicial terá que fazer sempre uma auditoria financeira ao IF, incluindo os activos (próprios e dos clientes) e para isso, os recursos dos clientes ficam lock in durante todo o processo. E isso pode demorar bastante tempo, depende o AUM, da complexidade dos investimentos, dos registos e de uma variedade de outros factores. Para os investidores este tempo em que terão os activos congelados, é tempo de ansiedade, podem precisar de liquidez, podem querer movimentar com compras/vendas, etc. Para mim, sem stress não é um estalar de dedos, não leste nada que eu tivesse escrito que sugerisse isso. São tuas palavras, não minhas. Para além de se poder segregar os investimentos dos clientes, existe uma série de transmites legais e administrativos que demoram tempo. E depois depende da(s) entidade(s) para aonde se vai transferir os investimentos, que poderá cobrar pela transferência dos recursos, poderá não aceitar alguns, poderá ser algo chato e demorado, e poderá ter implicações fiscais. Claro que para quem um património significativo, os IF de destino vão facilitar muito mais do que aos investidores de retalho com umas dezenas/centenas de k. Vai lá dizer à Goldman que queres transferir a tua carteira de FI/ETF de um BB ou do Invest no valor < 100k EUR. Mandam-te à fava. Mas se for ao contrário, o BB e o Invest até te agradecem. Depende do IF e dos valores em causa. Até acho que o IF tugas deviam nos oferecer melhor tratamento. Principalmente os IF ligados a investimentos não depósitos. Nem uma caneta oferecem. Mudei de "PFA", nem o conheço e nem falei com ele. O anterior "PFA" já não falava comigo há uns anos. Quando ligava para o "PFA", atendia sempre uma pessoa diferente. Nem sei o que os PFA fazem... Servem para quê? Para ganhar comissões sobre o património dos clientes? Para isso, deem essas comissões aos clientes, nem que seja uma parte. Tirando a parte dos "PFA" angariarem novos clientes para o banco, que podem ganhar a comissão de aquisição, mas isso qualquer pessoa pode fazer, até putos youtubers e existe uma coisa chamada affiliate marketing, que paga aos referênciadores (Lead Generation). Depois aparecem responsáveis de IF tugas a chorarem nos médias, que os investidores de retalho tugas estão a cada vez mais a investir no estrangeiro. Só têm o que merecem. Já há investidores de retalho mais sofisticados (com mais conhecimento e dinheiro) do que muitos IF tugas. Não me admirava nada que alguns bancos/corretoras e outros IF tugas desaparecem ou fossem fundidos. Cada vez mais, o pessoal prefere bancos digitais e/ou estrangeiros, e corretoras estrangeiras, melhor qualidade, menos comissões.
    36. 1 point
      Depois há riscos que podem afectar os IF, más práticas de funcionários (de vez em quando, lá aparece notícias de furto e burlas de bancários que limparam os clientes e/ou empregador), ataques informáticos, má gestão dos IF (Administração e chefias intermédias), problemas informáticos. -> Risco operacional. Tens também: Riscos legais (políticos, jurídicos e regulatórios, inclui a política monetária) Risco do país (sanções, crises económicas, crises sociais, crises políticas, incluem ataques terroristas, criminalidade) Risco natural (catástrofes naturais, pandemias) Entre outros riscos, que é um mundo para quem se dedica à gestão de risco, principalmente de empresas financeiras. Exemplo, quem não se lembra da crise da dívida soberana na Zona Euro, em que muitos Portugueses tinham medo que Portugal saísse do EUR? E compraram moeda estrangeira, ouro, mudaram para bancos no estrangeiro, ou para alguns bancos estrangeiros em Portugal mas sujeitos à lei do país de origem (também são sujeitos à Legislação Portuguesa, mas devido à sua estrutura legal, há questões que estão sujeitas à Legislação do país de origem). Daí a importância de diversificar por IF e por país. "Nunca meter todos os ovos no mesmo cesto" -> Sorry people, já é um chavão corriqueiro.
    37. 1 point
      Esta informação não seria exclusiva para a thread ETFs mas também para Acções e FI daí ter as %s que lá estão . Considero que 0-5 / 5-10 /+10 e +20 é razoável com uma informação adicional sobre conhecimento/volatilidade/instrumentos/risco Colocar perda de capital X ou Y também induz em erro , estamos sempre em conceitos subjectivos mas pessoalmente prefiro ter uma descrição fundamental do perfil do que assustar alguém com perdas de 20-40% ou superiores , isso é quase em exclusivo para acções algo que a maior parte não fará O que pode ajudar é uma descrição adicional por cada ponto , embora muitos destes pontos estejam interligados , por exemplo as pessoas são aversas (no sentido mais conservador )ao risco quase sempre por desconhecimento Pode também ter lógica adaptar cada info base em função da thread - Acções -ETF -FI Isto para fazer bem feito dá trabalho , eu sugiro algo tosco que é melhor que nada e iria aumentar a produtividade seguramente. Tanto de quem pergunta como de quem responde. Obviamente quem quiser elaborar algo melhor esteja á vontade. O que vejo como relevante é acrescentar informação adicional em cada uma das alíneas de forma a elucidar um pouco melhor as pessoas. Exemplo Relação com capital - Despreocupado (Possui total estabilidade financeira -Não precisa do Capital - Indiferente á volatilidade etc)
    38. 1 point
      Bem, essas pessoas devem ser as mesmas que quando a Mintos realiza as AMA inundam o slido com perguntas já respondidas 30x, ou com as respostas escarrapachadas no site, sendo demasiado preguiçosas para procurar o quer que seja impedindo assim que alguma pergunta pertinente seja efectuada, acabando toda a sessão por se tornar desprovida de utilidade. Infelizmente a generalidade das pessoas que "investe" não sabe o que é investir e rege as suas decisões pelo hype, conselhos de amigo ou replicando as "estratégias" dos novos "gurus" do youtube, pois se está na internet é porque funciona e é verdade acabando por funcionar numa ótica de manada. Esta displicência e o fascínio que o dinheiro "fácil", "rápido", "altas taxas de rentabilidade" e o sentimento de "segurança" que palavras como "buyback guarantee", "Instant buyback", "Group Guarantee" produzem nas pessoas é o que leva a que os "jogos da bolha"e "Grupeer's" desta vida proliferem tão facilmente e continuem a ocorrer nos dias de hoje. Empréstimos a taxas de 15%, 18%, 20% mesmo que de curto prazo são impráticaveis para a generalidade dos setores, já que as suas margens operacionais acabam por muitas das vezes nem atingirem metade destes valores. O P2B até pode ser um conceito interessante e funcionar, desde que seja dado ao investidor alguma informação (R&C, informação trimestral) que lhe permita mensurar o risco e não "ratings" idiotas e sem racionais, ou informações vagas. O P2P em boa verdade, não é nada mais que um P2B do ramo financeiro, o risco sempre residiu no Loan originator e não no borrower "final". "You know it's time to sell when shoeshine boys give you stock tips."
    39. 1 point
      Mete isso com valores, vê-se por aí "estou disposto a correr risco 5", sem fazer a mínima ideia disso (nem eu sei). Do género: Perdas de capital aceitáveis: 0-10% 10-20% 20-40% 40-70% 70%-100% Isto porque somos todos uns valentes, porque não contamos com perdas de 30, 40 ou 50%. Idem. A malta pode dizer que é agressiva, mas depois tem uma queda de 5 ou 10% em obrigações e questiona se o investimento faz sentido. Objectivo acima de 10% é irrealista. Ou corres um valente risco com ETFs alavancados ou isso não vai acontecer. Não sem uma estratégia de investimento muito activa, que 99% dos utilizadores não irão fazer (embora possam perder tempo nos fóruns a procurar ajuda se devem investir "neste" ou "naquele" sector). Eu definiria da seguinte forma: 0-4% 4-7% 7-10% (neste último patamar estamos a falar da duplicação do portefólio em 10 ou menos anos, o que não será mau de todo!)
    40. 1 point
      Mais os dos bancos Sim, deu um pouco de trabalho para as adesões, fiz todas na mesma altura, mas agora com um pouco de raciocínio… faz-se bem. Também tens a opção da Cofidis, mas esse foi me recusado.
    41. 1 point
      E bom bom ainda era um seguro de capitalização no BB que se chamava Escolha Livre, onde eras tu que escolhias os fundos de investimento que querias que estivesse na carteira, e a partir de certa quantia podias escolher outros activos. Embora acredite que tal ainda exista mas já não está publicitado...
    42. 1 point
      Além do Black, tenho o Unibanco Life, o Bankintercard Gold, Universo , Wizink ( para conseguir o bónus de adesão ).
    43. 1 point
      Após ler os ultimos posts devo partilhar o seguinte , acho que tens demasiadas dúvidas e não vejo um pensamento estruturado , tem em conta que : 1 - Se queres aprender sobre Investir , irás demorar muitos meses ou anos , tens que ler bastante , conhecer e acima de tudo ter capacidade de análise e crítica que é um conceito que depende do domínio de algumas áreas , algumas técnicas outras fundamentais. 2 - Pagar por aconselhamento é o que 90% dos user que aqui andam a aprender deveriam fazer em teoria mas existem dois problemas , será que o user tem conhecimento para avaliar em determinado grau quem lhe vai dar formação ? Será que a pessoa a quem vai pagar é a melhor hipotese no mercado e sabe o user analisar que hipoteses tem e respectivo preço ? Sabe o user analisar algo muito frequente no mundo financeiro que são os conflitos de interesse ? Normalmente não . A optar por esta via o melhor seria consultar vários o que teria um custo e depois ter capacidade de análise para tirar conclusões. Em relação a algumas duvidas , com 500.000€ + podes indexar o teu portfolio a um seguro de vida , ser taxado creio a 11.2% e investir em qualquer produto financeiro , sendo o montante sediado no Luxemburgo , terias que pagar anualmente uma comissão a quem fornece este tipo de serviço O panorama europeu irá mudar com legislação já aprovada , sugiro que te informes bem . https://ec.europa.eu/info/business-economy-euro/banking-and-finance/insurance-and-pensions/personal-pension-products_en A longo prazo o ETF /investimento (activos) permite (em função da acumulação da correccão monetária e não só) ) ter uma carga muito menor a nível fiscal.Terás que ler sobre isso , muito importante. A minha sugestão é , não compliques e não inventes .Reconhece o teu desconhecimento e opta pela solução mais simples ou em alternativa faz o ponto 1+2. Vamos tomar como referência o SP500 , é quase impossível na panóplia de FI disponiveis descobrires quais irão produzir retornos superiores a 30-40 anos , uma infíma parte dos fundos consegue um resultado melhor . Tens a capacidade de hoje escolher qual ? É que tens duas opções . Uma é jogares na roleta russa , irás perder com muito maior probabilidade a outra optar pelo retorno do mercado , se for o SP500 creio que anda perto dos 10% nos ultimos 30 anos. Existem algumas possibilidades em termos de fundos activos ou opções sem ser o SP500 e com rendibilidade maior no entanto depois entramos em aspectos vários relacionados com a fiscalidade/conhecimento e outras coisas e francamente isso terás que ser tu a estudar , não acredito em dar o peixe , é melhor ensinar a pescar. Quem me dera quando comecei ver a qualidade de informação aqui disponibilizada por tantos users e já tens aqui por parte de várias pessoas uma enorme ajuda. Em que área de Engenharia estás ? Boa sorte!
    44. 1 point
      Para investir em Fintech estou a pensar criar uma pie na trading 212 com um mix dos ETFs ARKF e FINX.
    45. 1 point
      Segues as fases de teste e as aprovações também? Tens formação ou experiência médica para descodificar alguma da informação? Dessas eu só tenho a ABT (testes de diagnostico, nem era por serem do COVID, isso foi um extra) A ISRG está na minha lista também. A INMD não conhecia. Uma outra conhecida é a SWAV. Isso não é problema compra acções fraccionadas na Trading 212. Eu também não tenho uns milhões. Com pouco cash pode-se fazer uma carteira e ir reforçando. Eu estou a adoptar uma "estratégia P2P", compro fracções de accões como quem compra loans. Por exemplo, comprar várias com pouco cash (maior diversificação do risco e permite ter um maior número de investimentos). E se (não) gostar de alguma posso vender ou comprar sem custos.
    46. 1 point
      Então nesse caso a herança dos avós é bem próprio do pai. Nos restantes bens do casal, a esposa tem os tais 50%. Apenas no valor da herança dos avós é que não.
    47. 1 point
      Eu comecei com 30 anos e acho que comecei tarde!
    48. 1 point
      eu liquidei o meu empréstimo precisamente porque eles iam começar a cobrar taxas e taxinhas por tudo, mudei para o activobank logo depois, zero de comissões mensais , cartão de credito e debito gratuitos, enfim... Eu tinha um empréstimo ao abrigo de um fundo alemão qualquer, estava estabelecido no contrato de hipoteca que podia antecipar até 50% da divida sem comissões . Fiz isso várias vezes sempre a deixar 6 meses entre amortizações, no final ficou só esse restinho e para meu espanto eles não cobraram nada mesmo tendo amortizado logo no mês a seguir ao ultima amortização de 50% do valor ainda em divida. Basicamente fiz estas amortizações sem que nunca me foram cobradas comissões: Amortização 03-12-2006 2320,00 Amortização 03-02-2016 5500,00 Amortização 03-09-2016 10000,00 Amortização 03-04-2017 20700,00 Amortização 03-11-2017 10150,00 Amortização 03-06-2018 5000,00 Amortização 03-07-2018 674,55 Amortização 03-08-2018 2000,00 Amortização 03-09-2018 2317,20 A ultima foi a liquidação final, tinha dito que foi em 2019 , corrijo foi em 2018, como o tempo passa... Só um aparte, abrir conta no activo (inclusive emissão de cartão de credito e debito definitivos) demorou 30 minutos, cancelar a conta CGD sem qualquer dividas pendentes, cartões já pagos etc... demorou 40 minutos!!! Adeus CGD e até nunca mais!
    49. 1 point
      O impacto dos piores e melhores dias no retorno cumulativo durante um determinado período de investimento. A importância para o retorno cumulativo, durante um determinado período de investimento, em, por um lado, se estar sempre investido, evitando assim perderem-se os melhores dias de retornos, que têm um grande impacto no retorno total, e, por outro lado, mais importante ainda seria controlar/evitar os dias com maiores perdas, uma vez que as piores perdas são superiores aos melhores ganhos. Veja os 3 gráficos seguintes exemplificativos. https://www.capitalgroup.com/individual/planning/investing-fundamentals/time-not-timing-is-what-matters.html https://theirrelevantinvestor.com/2019/02/08/miss-the-worst-days-miss-the-best-days/ Nota pessoal: Na curva de Total Return (todas as distribuições são reinvestidas) of Missing 25 Best and 25 worst Days, pode-se verificar que a partir do ano de 2009 esta curva passou definitivamente para cima da curva de Total Return All Days, isso aconteceu devido ao afundanço do crash de 2008 e a superação da referida 1.ª curva, a partir de 2009, prova o expectável: as piores perdas são superiores aos melhores ganhos. Assim, seria muito importante controlar ou evitar as grandes perdas, mas isso é um tipo de market timing muito apurado que ninguém consegue consistentemente, logo o melhor para o investidor comum é estar sempre investido, que ganha mais do que tentar a sorte do market timing.
    50. 1 point
      Estes produtos já estão a ser discutidos neste tópico. Os seguros de capitalização, tal como os certificados de aforro/tesouro, não estão cobertos por um fundo de garantia como os depósitos a prazo. São produtos de capital garantido, mas essa garantia é apenas dada pela própria seguradora e avaliada pela entidade reguladora. As seguradoras são mais controladas que os bancos, sendo-lhes exigido um rácio de solvabilidade, ou seja a capacidade para pagar os seus compromissos, de pelo menos 100% do montante subscrito pelos clientes nos seus produtos. No caso da Lusitânia Vida, em 2019 esse rácio era de 152% de acordo com este artigo (também em anexo) do Jornal de Notícias baseado num estudo da Deco. Cresce, cresce, reforma, cresce.pdf
    ×
    ×
    • Create New...
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa