Ir para o conteúdo

Leaderboard


Conteúdo Popular

A apresentar conteúdo com maior reputação desde 14-10-2017 em todas as áreas

  1. 1 point
    No limite, @gustaferra podes ganhar 50 euros fáceis da seguinte forma: 1- Crias conta pelo meu referal. -> https://www.housers.com/en/subscription-form?pt=PFH--REF--69772 2- Metes 50 euros com o cartão de crédito (MB Net) numa oportunidade do mercado primário (aconselho o Mercado Central) 3-Ganhas 50 euros e investes no que quiseres na plataforma, inclusivé no mercado seundário onde já estão arrendamentos a decorrer. 3- Esperas que o teu investimento inicial seja financiado a 100% (1mês +/-) 4-Vendes a tua participação do investimento inicial no mercado secundário por 50 euros. 5-Levantas os teus 50 euros. 6-Passado 12 meses vendes os 50 euros que eles te deram por 50 euros no mercado secundário (ou mais) + os juros que eles te renderam neste ano. 7-Ganhas-te 50+ euros com risco 0 e ainda me deste 50 a ganhar a mim Só funciona até ao final do mês. Cumps,
  2. 1 point
    Essa conversa dos u.m baralhou-me um bocado. O melhor é pensar sempre em termos de UPs e valor de cada UP. O melhor é olharmos mais em concreto para as várias transações que fez. As UPs que vendeu em 2013 foram vendidas por um preço superior ou inferio ao valor de compra? Se foi por um preço superior então nesse ano deveria estar sujeito a mais-valias que terá pago nesse ano. Se foi inferior, então teve menos valias, as quais podiam transitar e abater mais-valias que tivesse nos dois anos a seguir, caso optasse pelo englobamento de rendimentos. Uma vez que se passaram muitos anos nunca poderia abater essas menos-valias agora, pelo que se vendeu estas últimas UPs a um preço superior às que comprou em 2010-2013, então será tributado.
  3. 1 point
    O limite máximo atingido do cashback volta a zero quando perfizer a anuidade do cartão. É isto que estão a perguntar?
  4. 1 point
    Questionei o gajo e ele diz que não fazem retenção porque não somos espanhois. Eles no final do ano dão uma declaração com os rendimentos obtidos na plataforma.
  5. 1 point
    Estou nesta plataforma, se te quiseres registar, usa o meu link que ganhamos 50 euros os 2 https://www.housers.com/en/subscription-form?pt=PFH--REF--69772 Opniões sobre a plataforma, já deixei algumas nos outros tópicos de p2p que temos aqui, nomeadamente aqui: Onde referi: Espero que te ajude. Cumps De referir que entretanto testei e o mercado secundário parece até ter bastante liquidez desde que vendas a preço de compra (1€ = 1€). Com margem não testei. Já estou em 4 negócios diferentes entretanto e mais um que comprei no mercado secundário mas ainda não recebi nenhum pagamento (segundo o apoio deles, o yield é sempre pago ao dia 1 de cada mês).
  6. 1 point
    Não há vontade. Os instrumentos motivacionais (punições e recompensas) existentes na Administração Publica são extremamente débeis e como tal dão origem a que todo o sistema seja pouco eficiente (a maioria dos funcionários limita-se a cumprir o mínimo exigível); só com mais e mais recursos se consegue colmatar em parte essa ineficiência. No que no sector privado se faria com um funcionário, na AP são precisos 2 ou 3. Além disso, geralmente na AP não se faz rigorosa parcimónia no uso do erário nem dos meios/bens do Estado ("não é meu, que se f*da"). O funcionamento do Estado tem tanta areia na engrenagem (porreirismo, corporativismo, clientalismo, politiquismo partidário, "quintas", jogadas sindicais, corrupção, falta de boa supervisão/fiscalização, tolerância aos abusos de direitos e à incompetência, baixa exigência produtiva, lideranças distituidas de autoridade, etc) que a maioria das novas maçãs que caiam no cesto da AP rapidamente apodrecem em contacto com as maçãs veteranas. Se o mesmo se passasse em qualquer empresa privada, esta ia rapidamente à falência; contudo com o fluxo ininterrupto de recursos provenientes dos impostos/espoliação legal/injustiça organizada, o Estado vai-se aguentando.
  7. 1 point
    Boa Tarde a todos, A pedido de várias famílias e tendo em conta que o interesse nesta área (P2P) tem vindo a subir consideravelmente. Considero que é importante ter um tópico geral onde se possa discutir: 1) Escolha das melhores Plataformas - Segurança, Rentabilidade (taxas), Liquidez, Transparência, entre outros factores (Auto-Invest, Apoio ao Cliente, Mercados, Loans Originators, etc) 2) Portefólio - % que consideram alocar neste tipo de investimento 3) Fiscalidade/Legislação (As P2P ainda não possuem muita legislação, portanto é fulcral estar atento às notícias que vão saindo e que vão sair até ao final do ano relativamente às P2P na Letónia). Caso alguém tenha mais alguma ideia (eu actualizo o tópico inicial). Bons Investimentos.
  8. 1 point
    Mas o BES foi á falência?
  9. 1 point
    Eu acima de tudo acho que deviam premiar algumas coisas, por exemplo: - Quem investe na economia e cria valor para o futuro, por exemplo como fazendo buy and hold como dizes, deveria ter um beneficio. Para tentar penalizar mais quem compra para vender aseguir, no lucro rápido e beneficiar quem compra para investir na economia no longo prazo e fomentar o emprego. Por exemplo uma taxa de 15% para quem compra ativos a mais de 2 anos, e uma de 25 para quem os detem menos tempo seria a meu ver uma boa escolha. - Fomentar quem poupa para a reforma, beneficiar mais os PPRs (por exemplo os modelos de 401K dos estados unidos são interessantes em que eles retiram do valor anual tributável o valor investido nestas contas de investimento, se tens 30 000 euros de rendimento e investes 10 000 num produtivo de reforma, é como se só tivesses 20 000 euros de rendimento). Este rendimento fica depois numa conta expecifica que pode ser investido em vários produtos financeiros e não apenas em fundos denominados PPRs como em Portugal. - Criar um plafond minimo em que a tributação não ocorre como dizes para fomentar que os agregados com menos rendimento tenham maior incentivo a poupar. Exemplo como dizes de os primeiros 500€ de rendimentos de capitais não pagarem IRS, uma pessoa que tenha 1 milhão de euros a render, os 500 euros não significam quase nada e a taxa de imposto seria perto dos 28% na mesma, mas quem tenha um pequeno aforro de 10 000 euros seria beneficiado. Seriam algumas coisas que podiam ser feitas.
  10. 1 point
    Seguindo a ideia de um tópico que vi no reddit, decidi criar um tópico onde cada um pode dizer como divide os seus investimentos. Tenho 24 anos, e actualmente o meu portfolio está assim: 62% Acções Mundiais (IWDA) 20% Obrigações LP Europa (MTF) 18% Depósito a Prazo
  11. 1 point
    E esse 1 milhão herdado foi obtido como ? Imagina que esse milhão foi fruto de sacrifícios de toda uma vida a trabalhar no duro, a não gozar férias, tempo com a família sacrificado etc ...... quem herdar esse dinheiro depois ainda tem de ser tributado em 50, 60, 70% só porque estamos a falar de um valor absoluto de 1 milhão ??? Esse milhão herdado já foi alvo ao longo de décadas de tributações / impostos !! Fizeste de advogado do diabo daquele que trabalha na tal fábrica .... tudo bem .... agora põe-te na pele da pessoa que iria herdar 1 milhão do pai / mãe / avó / avô que se sacrificou a vida inteira ( como referi em cima no exemplo ) ... imagina que eras tu que ias herdar esse milhão .. ias gostar da ideia do estado ficar com 500 000€ do teu milhão ... ? Pensa que esses 500 000€ que o Estado iria teoricamente arrecadar da tua herança ( se fosse o tal imposto alto de 50% por exemplo ), dava para pagar salários de meio-dia (ou nem isso talvez ) de toda a Função Pública em Portugal .... no entanto esses 500 000€ líquidos herdados ( metade de 1 milhão herdado ) corresponde a metade de uma vida inteira de trabalho do tal familiar !!!! Quando colocamos as coisas nesta perspectiva acho que se muda de opinião não ?
  12. 1 point
    Boa iniciativa. Tópico colado, para ser mais fácil de encontrar.
  13. 1 point
    Se quiseres uma plataforma com muita liquidez tens a ViaInvest (podes usar o meu link). Quanto à Twino tem momentos de muita liquidez e outros sem nada. Aconselho te a criares um portefólio "Auto Invest". Só te falta a ViaInvest que tem muita liquidez (10 a 12%). Confere! Mas teve há uns tempos atrás uma quebra brutal! Agora está a voltar mas nota-se uma grande quebra. Antigamente os loans da Geórgia até 30 dias tinham 12%, agora 11%.
  14. 1 point
    Também não concordo ... em Portugal a carga fiscal é brutal e no caso de juros sobre rendimentos do Capital é um abuso porque: Uma Poupança é resultado de um sacrifício retirado de um Rendimento Essa Poupança já foi taxada ( Retenção na Fonte, SS etc sobre o teu Vencimento mensal ) Essa Poupança num DP / Acções / Obrigações etc leva com 28% sobre os Juros No fundo, estamos a falar de Dupla Tributação directa do Estado com Impostos e uma terceira "Tributação" que é o sacrifício / vontade própria de colocar de parte X para uma poupança .. Mas o Estado como precisa de dinheiro como pão para a boca, vai taxar tudo e mais alguma coisa ... basta ver que agora no OE 2018 eles aclamam com o alívio no IRS com os escalões mas com a outra mão vão buscar o dinheiro com os Impostos Indirectos ( aumento ISV, IUC, ISP, taxa sobre Junk Food / Sal / Açúcar / Cervejas / Licores ) ... ou seja, tudo coisas que o comum cidadão por norma não consegue escapar porque: ISP afecta todos os veículos, seja automóvel / mota próprio ( combustível no depósito ) ou o preço dos bilhetes dos autocarros públicos derivado ao aumento do preço do depósito cheio IUC e ISV na compra / venda de carros e no pagamento do selo, muita gente tem carro / mota, logo não pode fugir a isso Junk Food / Sal / Açúcar / Cervejas / Licores, toda a gente come desse género de coisas, bolachas, batatas fritas, molhos, cervejas, licores e afins ...
  15. 1 point
    Uns gastos deixariam de ser feitos como referiste e bem, mas outros ( igualmente grandes ) iriam surgir ... consultas de médicos de N especialidades ... eventuais cirurgias ... medicação .... Quanto aos juros em bancos, mesmo com esses milhões todos, os bancos não estão a dar grande coisa neste momento ... ainda há pouco tempo o gestor de conta me disse que independentemente do cliente ter 30K ou ter 1 milhão o máximo que o banco dava era 0.7% TANB .. e é um banco que neste momento deve estar a dar as melhores condições a 1 ano por exemplo Só quando o BCE fechar a torneira é que os bancos voltam a subir os juros dos DP's ... mas igualmente subirão outras taxas ( Euribor e afins )
×
FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa