Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • IRS - Viver no Estrangeiro a Partir de Out.


    Ricardo2028

    Recommended Posts

    Ricardo2028

    Boa tarde,

    Como tantos outros (infelizmente), no ano passado optei por continuar a minha carreira no estrangeiro, no meu caso nos Países Baixos. 

     

    Emigrei no início de Outubro, estando a trabalhar por conta doutrém desde a mesma altura (e fazendo os descontos devidos). Até então, estava empregado em Portugal e tive rendimentos referentes aos meses Jan-Set (ainda que os dois últimos pagamentos tenham sido efetuados em Out e Nov, respetivamente).

     

    Por problemas alheios a mim (a carta demorou mais do que o suposto e o código era inválido), só consegui mudar a morada fiscal no final de Dezembro. 

     

    Não sei se me sabem ajudar, mas gostaria de perceber se, para efeitos de IRS 2021, terei que fazer a declaração em ambos os países ou apenas em Portugal (neste caso declarando os rendimentos Out-Dez como rendimentos auferidos no estrangeiro).

     

    Obrigado desde já a quem puder dispensar algum tempo na resposta!

    Edited by Ricardo2028
    Link to post
    Share on other sites
    JRJordao

    Infelizmente não tenho conhecimentos para te responder.

    Há este FAQ da AT sobre essas questões, que talvez ajude.

    Podes também colocar questões por escrito à AT pelo portal das finanças (link direto, após login). Costumam responder em poucos dias e por vezes são esclarecedores.

    Link to post
    Share on other sites
    • 2 weeks later...
    zitangie

    Boa tarde. Será que alguém me pode ajudar?
    No caso de um casal em que um vive e trabalha em Portugal e outro vive e trabalha noutro país da UE (apresentando lá a declaração de IRS), a declaração do que está em Portugal é como "casado único titular" ou como "separado de facto"?
    Obrigado!

    Link to post
    Share on other sites
    JRJordao
    há 2 minutos, zitangie disse:

    No caso de um casal em que um vive e trabalha em Portugal e outro vive e trabalha noutro país da UE (apresentando lá a declaração de IRS), a declaração do que está em Portugal é como "casado único titular" ou como "separado de facto"?

    Retenção mensal: "Não casado"

    Entrega anual: Penso que "Solteiro, viúvo ou separado judicialmente" será o mais apropriado, pois "Separado de facto" por definição implica que não pretendem voltar a viver juntos (assumo que não seja o caso). Para efeitos de IRS não deve fazer qualquer diferença optar por um ou pelo outro.

    Link to post
    Share on other sites
    zitangie
    A 24/02/2022 às 15:06, JRJordao disse:

    Retenção mensal: "Não casado"

    Entrega anual: Penso que "Solteiro, viúvo ou separado judicialmente" será o mais apropriado, pois "Separado de facto" por definição implica que não pretendem voltar a viver juntos (assumo que não seja o caso). Para efeitos de IRS não deve fazer qualquer diferença optar por um ou pelo outro.

    Muito obrigada! 

    Neste caso fazem vida em conjunto e são casados. Apenas trabalham e fazem descontos em países diferentes. 
    Pensava que era mais correcto apresentar como separado de facto (interpretava como fazendo irs em separado e não no sentido civil da coisa). 
    Aliás, se formos pela definição civil é tão errado “não casado” como “separado de facto” porque nenhum é verdade. 
    O objectivo é pagar o irs como deve ser e de forma correcta, e não arranjar confusões com a AT. 

    Link to post
    Share on other sites

    Join the conversation

    You are posting as a guest. If you have an account, sign in now to post with your account.
    Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

    Guest
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

    ×
    ×
    • Create New...