Ir para o conteúdo
  • FORMAS DE POUPAR

  • Entrar para seguir isto  
    Visitante Quio

    Fundo Nacional e Fundo Internacional

    Recommended Posts

    Visitante Quio

    O Decreto Lei n.º 7/2015 de 13/01 veio reformar o regime de tributação dos organismos de investimento coletivo, clarificando alguns aspetos do cálculos das maos valias e menos valias para submissão a tributação em sede de IRS.

    Dentro deste âmbito queria colocar a seguinte questão.

    Fui subscritor de um fundo nacional que entrou em liquidação durante o decurso do corrente ano (2016).

    Nesta contingência o diferencial entre a UP (valor pago aquando a entrada no fundo) e a UL (valor pago por unidade de participação aquando a realização da liquidação), traduziu-se no meu caso numa menos valia.

    Por outro lado, tenciono vender as UPs de um fundo estrangeiro durante o corrente ano, venda essa que se traduz uma mais valia

    Questão

    Apesar de se tratar de um fundo nacional e outro estrangeiro, posso compensar em sede de declaração de IRS a apresentar no próximo ano?

    E se o prejuízo após compensação continuar superior ao lucro? Posso continuar a compensar nos anos seguintes?

    O anexo a considerar em sede de IRS para esta situação é o anexo "J" ou mudou?

    Tendo rendimento coletável superior a €7000, terei vantagem no englobamento?

    Muito Obrigado

    QUIO

     

     

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    pauloaguia
    há 10 minutos, Visitante Quio disse:

    Apesar de se tratar de um fundo nacional e outro estrangeiro, posso compensar em sede de declaração de IRS a apresentar no próximo ano?

    Eu creio que sim, dado que são rendimentos da mesma categoria. De qualquer forma, confirmava essa informação junto das Finanças.

    há 10 minutos, Visitante Quio disse:

    E se o prejuízo após compensação continuar superior ao lucro? Posso continuar a compensar nos anos seguintes?

    Só se optares pelo englobamento (em cada ano)

    há 10 minutos, Visitante Quio disse:

    O anexo a considerar em sede de IRS para esta situação é o anexo "J" ou mudou?

    Anexo J.

    há 10 minutos, Visitante Quio disse:

    Tendo rendimento coletável superior a €7000, terei vantagem no englobamento?

    Em princípio não. A menos que a menos valia seja mesmo muito elevada que te possa compensar a opção pelo englobamento nos próximos anos...

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites

    Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

    Visitante
    Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
    Responder a este tópico

    ×   Colou conteúdo com formatação.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Foi criada uma pré-visualização automática a partir da ligação que colocou.   Mostrar apenas como ligação

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

    Entrar para seguir isto  

    ×
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa