Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • joaoteixeira23

    Sobretaxa de IRS

    Recommended Posts

    joaoteixeira23

    Boa tarde

    Alguem me explica porque é descontada sobretaxa de irs a partir de 506 euros mensais (caso das reformas ) quando ela apenas é devida a partir de +- 800 euros (perto de 11200 euros anuais ) que vai ser inferior a 50 centimos ( este srá o valor anual ).

    Como se sabe a maioria dos portugueses têm rendimentos inferiores a estes valores. Afinal a sobretaxa vai acabar para quem ?

     

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    ABCD

    Infelizmente, esta sobretaxa extraordinária de IRS incide sobre os rendimentos obtidos por trabalhadores dependentes e pensionistas, residentes em Portugal.

    O cálculo é feito com base no valor do Salário Mínimo Nacional de 505€. A "isenção" acontece para os contribuintes cujo rendimento seja inferior ao salário mínimo nacional.

     

    Poderá averiguar o valor a pagar recorrendo ao simulador que encontra no portal das finanças: https://www.acesso.gov.pt/jsp/loginRedirectForm.jsp?path=simuladorRestituicaoSobretaxa2014.action&partID=M3SV

     

    A sobretaxa, eventualmente irá acabar mais cedo ou mais tarde consoante a vontade "politica"... mas isso são outras considerações.... Certo, certo é que durante a campanha falava-se numa devolução acima dos 30%. Recentemente, falava-se algo em torno dos 9%. E agora, parece que poderá ser nula... Mas, até ao final do ano, ainda devem surgir novidades!...

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pauloaguia

    Não sei onde foste buscar os 800€ mas a sobretaxa aplica-se ao rendimento coletável acima do salário mínimo:

    Artigo 72.º-A
    Sobretaxa extraordinária

    1 - Sobre a parte do rendimento coletável de IRS que resulte do englobamento nos termos do artigo 22.º, acrescido dos rendimentos sujeitos às taxas especiais constantes dos n.os 3, 4, 6 e 10 do artigo 72.º, auferido por sujeitos passivos residentes em território português, que exceda, por sujeito passivo, o valor anual da retribuição mínima mensal garantida, incide a sobretaxa extraordinária de 3,5 %.

    2 - À coleta da sobretaxa extraordinária são deduzidas apenas:

    a) 2,5 % do valor da retribuição mínima mensal garantida por cada dependente ou afilhado civil que não seja sujeito passivo de IRS;

    b ) As importâncias retidas nos termos do artigo 99.º-A, que, quando superiores à sobretaxa devida, conferem direito ao reembolso da diferença.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    joaoteixeira23

    Ainda sobre a sobretaxa de Irs convido tanto ABCD como Pauloaguia a fazerem algumas simulações  no portal das finanças (com valores entre 506 e 800 euros ) analizem os resultados obtidos ( todos iguais a zero ) e depois esclareçam-me porque acontece isso. Obrigado

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    joaoteixeira23

    Esqueci-me de um pormenor. As simulações deverão ser para contribuintes unico titular sem filhos a cargo

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pauloaguia

    Ainda sobre a sobretaxa de Irs convido tanto ABCD como Pauloaguia a fazerem algumas simulações  no portal das finanças (com valores entre 506 e 800 euros ) analizem os resultados obtidos ( todos iguais a zero ) e depois esclareçam-me porque acontece isso. Obrigado

    Exemplo para rendimentos da categoria A:
    800 * 14 = 11.200€ de rendimento bruto.
    Deduzindo os 4104€ de dedução específica da categoria A dá 7096€ de rendimento coletável.
    Em 2014 (ano a que diz respeito a simulação) o salário mínimo começou por ter o valor de 485€ mas nos últimos três meses e subsídio de Natal subiu para os 505€, dando um total anual de 6870€. Ou seja, a sobretaxa incidiria apenas sobre 226€, dando um total de 7,91€ de sobretaxa a pagar (igual ao valor dado pelo simulador e diferente de zero)

    Exemplo para rendimentos de catgoria B, no regime simplificado:
    Admiti os mesmos 11.200€ de rendimento bruto como prestação de serviços para servir como comparação.
    Considerando apenas 75% do rendimento bruto chega-se ao rendimento tributável de 8400€. Deduzindo os 6870€ calculados no ponto anterior para a retribuição mínima anual dá 1530€ a sofrerem a sobretaxa, num total de 53,55€ de imposto a pagar (igual ao valor dado pelo simulador e diferente de zero)

     

    Ou seja, se queres que te explique valores concretos, tens de me dar os dados das simulações que estás a fazer... Ou mesmo qual o simulador que estás a usar. Porque dizer que são 800€ / mês, por si só, não chega para fazer demonstrações, como se percebe pelos exemplos anteriores...

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Ra

    A diferença está entre a regra para a retenção e o calculo final da sobretaxa.

    A retenção é feita sobre o rendimento liquido que excede o salário mínimo.

    O calculo final é sobre o rendimento colectável que ultrapassa o salário mínimo anual.

    O rendimento liquido é o que resulta após os descontos obrigatórios (seg social, irs)

    O rendimento colectável é obtido após subtrair 4.104,00 (dedução especifica) ao rendimento bruto anual.

    Logo, pode concluir-se:

    - A retenção afecta quem tem rendimento mensal bruto de trabalho dependente superior a 568 € e de pensões superior a 505 €.

    - A sobretaxa final será sobre o que excede 505 x 14 + 4104 = 11.174,00, o que dá a tal média mensal próxima dos 800,00 (798,14) brutos.

     

     

     

    Edited by Ra

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Ra

    As respostas foram praticamente ao mesmo tempo :D

    Os números que avancei são para os casos em que a retenção é obrigatória (trabalho dependente e pensões).

    A conclusão a que cheguei, referente à retenção, dos 568 euros referem-se a trabalho dependente (568 - 11%x568 = 505)

    No caso de pensões como não há descontos para a SS, logo a partir dos 505 brutos é sujeita a retenção sobretaxa. (vou acrescentar no tópico anterior)

     

    Com este meu raciocínio tentei mostrar a diferença entre a retenção e a liquidação final, de forma a explicar o porquê dos 800 como limite efetivo da não sujeição a sobretaxa nos rendimentos de trabalho dependente e pensões.

     

     

     

     

     

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pauloaguia

    Só mais uma nota: os 4104€ de dedução específica, salvo erro, é um valor relativamente recente. Quando a sobretaxa foi criada, há uns anos atrás, esse valor era 72% de 12 vezes o IAS (o que dá cerca de 3600€), logo a sobretaxa começaria a ser efetivamente cobrada para valores de rendimento mais baixos...

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Ra

    A sobretaxa em vigor foi criada em 2013.

    A dedução especifica 4104 é de 2010.

     

     

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pauloaguia

    A dedução especifica 4104 é de 2010.

    Tens razão, claro... é o que dá ler os artigos à letra sem reparar nas notas... no texto do artigo a dedução desceu (era indexada ao salário mínimo, passou a sê-lo ao IAS), mas salvo erro havia uma nota no OE com a ressalva de a dedução se manter até o IAS atingir o valor do salário mínimo naquele ano... entretanto, e como o IAS não suba, passou a figurar um valor absoluto... e as versões anteriores do CIRS, no portal das finanças, deixaram de exibir essa nota... daí o meu equívoco...

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites

    Your content will need to be approved by a moderator

    Guest
    You are commenting as a guest. If you have an account, please sign in.
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


    ×
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa