Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • Sign in to follow this  
    elis@bete

    IRS RENDIMENTOS PORTUGAL E ESTRANGEIRO

    Recommended Posts

    elis@bete

    Preciso de ajuda para a minha situação:

    Sou casada e obtenho rendimentos de trabalho dependente em Portugal.

    O meu marido começou a trabalhar em França em abril de 2013 e não fez mudança do domicílio fiscal.

    Ou seja, segundo consegui perceber temos que meter o IRS juntos, os rendimentos dele no anexo J.

    As minhas dúvidas:

    1 - É considerado residente não habitual?

    2 - É obrigatório informar se tem conta no estrangeiro? Se não informar quais serão as penalizações?

    3 - O que é o método de crédito de imposto? Quais os benefícios?

    4 - Aconselharam-me a mudar o domicílio fiscal do meu marido, e no próximo ano, meter a declaração sozinha, como separada de facto, mas temos um empréstimo para a habitação, que complicações poderei ter?

    5 - Declarar os rendimentos em conjunto penaliza-nos em termos de imposto?

    Agradeço, desde já.

    Elisabete

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Ra

    1- Um residente não habitual é uma pessoa que passando a ser considerada residente não o era nos últimos 5 anos. E daí, têm o direito de optar pelo estatuto de residente não habitual. Têm alguns benefícios como taxas mais atrativas para certas profissões e não precisam de declarar os rendimentos obtidos lá fora.

    Por exemplo: Um médico espanhol que era residente fiscal em Espanha e vem trabalhar para Portugal passando a residir cá. Como nos últimos 5 anos era não residente, pode ao registar-se como contribuinte português solicitar o estatuto de residente não habitual.

    2- Parece que sim... Artigo 63.º-A da Lei Geral Tributária

    3- O método de crédito de imposto é abater o imposto pago no estrangeiro à colecta do irs português.

    Por exemplo, imagine que por causa dos rendimentos obtidos no estrangeiro a colecta de irs sobe 500 euros, e o no estrangeiro pagou 300 euros de irs, então é abatido esses 300 ao irs português. É feito para evitar a dupla tributação.

    4- Realmente em termos práticos isso seria a melhor opção. Quanto a bancos... não sei. Muitas vezes nem são informados e ninguém se incomoda.... mas não sei.

    5- Só com todos os dados e uma simulação se saberá...

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites

    Join the conversation

    You are posting as a guest. If you have an account, sign in now to post with your account.
    Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

    Guest
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

    Sign in to follow this  

    ×
    ×
    • Create New...
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa