Ir para o conteúdo
RCoelho

pagamento de indemnisaçao por prestaçoes

Recommended Posts

RCoelho

A situacao e a seguinte, fui despedido pos extinçao do posto de trabalho e na folha de decisao final do despedimento diz que a compensaçao e os creditos vao ser pagos em cheque na totalide mas o meu patrao diz que nao vai conceguir pagar tudo seguido e entao acordamos em fazer em prestaçoes, assinar o recibo no final e ficar tdo por escrito MAS ele diz que nao concegue marcar datas para as prestaçoes e que vai pagando conforme poder o  mais rapido possivel, o que me deixou desconfiado das intençoes dele pagar. O que devo fazer?

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
RCoelho

A situacao e a seguinte, fui despedido pos extinçao do posto de trabalho e na folha de decisao final do despedimento diz que a compensaçao e os creditos vao ser pagos em cheque na totalide mas o meu patrao diz que nao vai conceguir pagar tudo seguido e entao acordamos em fazer em prestaçoes, assinar o recibo no final e ficar tdo por escrito MAS ele diz que nao concegue marcar datas para as prestaçoes e que vai pagando conforme poder o  mais rapido possivel, o que me deixou desconfiado das intençoes dele pagar. O que devo fazer?

Alguém por favor?

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
pauloaguia

A situacao e a seguinte, fui despedido pos extinçao do posto de trabalho e na folha de decisao final do despedimento diz que a compensaçao e os creditos vao ser pagos em cheque na totalide mas o meu patrao diz que nao vai conceguir pagar tudo seguido e entao acordamos em fazer em prestaçoes, assinar o recibo no final e ficar tdo por escrito MAS ele diz que nao concegue marcar datas para as prestaçoes e que vai pagando conforme poder o  mais rapido possivel, o que me deixou desconfiado das intençoes dele pagar. O que devo fazer?

A ver se percebi - ele concordou em assinar um documento onde diz quanto te deve e que isso vai sendo pago em prestações. Então está a assumir que tem uma dívida para contigo (o que seria válido em qualquer tribunal, se a coisa chegasse a tanto).

Sugiro apenas que metam uma data limite para o pagamento das prestações. E talvez um mínimo trimestral a pagar.

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoticons maximum are allowed.

×   Foi criada uma pré-visualização automática a partir da ligação que colocou.   Mostrar apenas como ligação

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa