Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • Sign in to follow this  
    vaniacsc

    Indeminização/IRS

    Recommended Posts

    vaniacsc

    Olá, preciso de uma ajudinha :)

    Sabem se as indeminizações por despedimento fazem retenção? Existe algum limite ou alguma conta a fazer?

    Obrigada ;)

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Girassol

    As indemnizações por despedimento estão isentas até um salário e meio, por cada ano de antiguidade.

    Ou seja:

    Salário base 500.00

    Temos de achar a média mensal (14 meses vezes 500.00 a dividir por doze meses), que neste caso é de 583.33.

    583.33 x 1.5= 875.00 € (se ultrapassar este valor, desconta apenas IRS, pela parte excedente).

    Espero ter ajudado.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Girassol

    Neste momento estou muito ocupada, no entanto, se pretenderes, posso depois procurar a legislação onde isso está mencionado.

    Não tenho bem a certeza, até dois anos de antiguidade a pessoa recebe três salários por cada ano. A partir de dois anos, recebe um mês por cada ano.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    vaniacsc

    Será que as contas sáo assim?

    ordenado: 776,80€

    indeminização: 2.977,73€ (referente a 3,83 anos)

    média: 906,26€

    906,26€ x 1,5 = 1.359,39.... tou confusa, e agora  ???

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Girassol

    Vânia,

    Neste momento é-me completamente impossível responder-te.

    Logo que possa, fá-lo-ei.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pauloaguia

    Será que as contas sáo assim?

    ordenado: 776,80€

    indeminização: 2.977,73€ (referente a 3,83 anos)

    média: 906,26€

    906,26€ x 1,5 = 1.359,39.... tou confusa, e agora  ???

    Bem, 1359,39€ X 3 anos > 2977,73€ que recebeste.

    Logo essa indemnização está isenta de IRS.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Girassol

    Olá,

    Vânia, a legislação é a seguinte:

    Para efeitos de retenção de IRS, é o número 4 do artº 2º do CIRS, que transcrevo de seguida:

    4 - Quando, por qualquer forma, cessem os contratos subjacentes às situações previstas nas alíneas a), B) e c) do n.º 1, mas sem prejuízo do disposto na alínea d) do mesmo número, quanto às prestações que continuem a ser devidas mesmo que o contrato de trabalho não subsista, ou se verifique a cessação das funções de gestor, administrador ou gerente de pessoa colectiva, as importâncias auferidas, a qualquer título, ficam sempre sujeitas a tributação na parte que exceda o valor correspondente a uma vez e meia o valor médio das remunerações regulares com carácter de retribuição sujeitas a imposto, auferidas nos últimos 12 meses, multiplicado pelo número de anos ou fracção de antiguidade ou de exercício de funções na entidade devedora, salvo quando nos 24 meses seguintes seja criado novo vínculo profissional ou empresarial, independentemente da sua natureza, com a mesma entidade, caso em que as importâncias serão tributadas pela totalidade.

    Para efeitos de indemnização, por força do Código de Trabalho:

    Artigo 401.º

    Compensação

    1 - O trabalhador cujo contrato cesse em virtude de despedimento colectivo tem direito a uma compensação correspondente a um mês de retribuição base e diuturnidades por cada ano completo de antiguidade.

    2 - No caso de fracção de ano, o valor de referência previsto no número anterior é calculado proporcionalmente.

    3 - A compensação a que se refere o n.º 1 não pode ser inferior a três meses de retribuição base e diuturnidades.

    4 - Presume-se que o trabalhador aceita o despedimento quando recebe a compensação

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    m.elis

    Bem, 1359,39€ X 3 anos > 2977,73€ que recebeste.

    Logo essa indemnização está isenta de IRS.

    1359,39€ X 3 anos é igual a  2.977,73??

    Acho que viste mal. O que está escrito é que 1359,39€ X 3 anos é maior que 2.977,73 ;)

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    paulop2009

    Olá,

    Vânia, a legislação é a seguinte:

    Para efeitos de retenção de IRS, é o número 4 do artº 2º do CIRS, que transcrevo de seguida:

    4 - Quando, por qualquer forma, cessem os contratos subjacentes às situações previstas nas alíneas a), B) e c) do n.º 1, mas sem prejuízo do disposto na alínea d) do mesmo número, quanto às prestações que continuem a ser devidas mesmo que o contrato de trabalho não subsista, ou se verifique a cessação das funções de gestor, administrador ou gerente de pessoa colectiva, as importâncias auferidas, a qualquer título, ficam sempre sujeitas a tributação na parte que exceda o valor correspondente a uma vez e meia o valor médio das remunerações regulares com carácter de retribuição sujeitas a imposto, auferidas nos últimos 12 meses, multiplicado pelo número de anos ou fracção de antiguidade ou de exercício de funções na entidade devedora, salvo quando nos 24 meses seguintes seja criado novo vínculo profissional ou empresarial, independentemente da sua natureza, com a mesma entidade, caso em que as importâncias serão tributadas pela totalidade.

    Para efeitos de indemnização, por força do Código de Trabalho:

    Artigo 401.º

    Compensação

    1 - O trabalhador cujo contrato cesse em virtude de despedimento colectivo tem direito a uma compensação correspondente a um mês de retribuição base e diuturnidades por cada ano completo de antiguidade.

    2 - No caso de fracção de ano, o valor de referência previsto no número anterior é calculado proporcionalmente.

    3 - A compensação a que se refere o n.º 1 não pode ser inferior a três meses de retribuição base e diuturnidades.

    4 - Presume-se que o trabalhador aceita o despedimento quando recebe a compensação

    Caros foristas, encontrei há pouco este forum. É muitíssimo interessante.

    Venho pedir a ajuda para entender um detalhe do Código do IRS relativo a indemnizações por despedimento.

    Quando o código menciona "ficam sempre sujeitas a tributação na parte que exceda o valor correspondente a uma vez e meia o valor médio das remunerações regulares com carácter de retribuição sujeitas a imposto" está a considerar:

    - parte do subsídio de alimentação sujeito a imposto ?

    - bónus anual (recebe-se uma vez por ano e varia consoante os resultados atingidos) ?

    OBRIGADO

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Guest Dinarte viana

    trabalhei 9 meses numa empresa na qual m despedi,

    trabalhei 12 meses noutra, 2 contratos de 6 meses,

    nao me renovaram contrato,

    salario 800euros,tenho direito ao fundo de desemprego?

    e algum tipo de compensacao?

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Guest Ra

    trabalhei 9 meses numa empresa na qual m despedi,

    trabalhei 12 meses noutra, 2 contratos de 6 meses,

    nao me renovaram contrato,

    salario 800euros,tenho direito ao fundo de desemprego?

    e algum tipo de compensacao?

    Então trabalhou 9 meses numa empresa, despediu-se... e depois foi trabalhar para outra a contrato de 6 meses, o qual renovaram uma vez e não renovaram mais...

    Quanto à compensação, visto que a caducidade foi iniciativa da empresa (opondo-se à renovação), tem direito a uma compensação de dois dias por cada mês de trabalho.

    O subsidio de desemprego, se reunir 12 meses de descontos (360 dias completos) nos ultimos 2 anos, tem direito ao subsidio.

    Se esses 9 meses de trabalho na outra empresa foram nos ultimos dois anos, então 9 meses + 12 meses já dá 21 meses.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Josereis1

    Bom dia a todos.

    Tenho uma dúvida, que gostava que esclarecessem.

    A minha empresa vai pagar acima da lei no que se refere a indeminização por despedimento colectivo. Isto é, em vez de 1 ordenado por cada ano de trabalho, vai pagar 1,25.

    Sei que até a 1 ordenado estou isento de IRS e SS, em relação ao 0,25 também me vão tributar IRS e SS ?.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    afer

    Bom dia

    já agora tenho uma duvida  e gostaria  de uma ajudinha, ainda pagam 1 mês por ano sem irs ? e qual o valor maximo em termos de euros e de vencimento é que eu tenho 40 anos e 1000/mês, tenho que fazer as contas porque se é para pagar muito irs vou sugerir se é possivel pagar em prestações para não pagar tanto irs.

    agradeço a alguem que me possa ajudar..............................

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites

    Join the conversation

    You are posting as a guest. If you have an account, sign in now to post with your account.
    Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

    Guest
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

    Sign in to follow this  

    ×
    ×
    • Create New...
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa