Ir para o conteúdo
filipejfrm

Credito a meias em divida, como dividir prestações entre os 2 participantes

Recommended Posts

filipejfrm

Foi constituido um credito para obras numa sociedade lda um dos socios(eu) saiu da empresa, no entanto na lista de garantes ou fiadores do credito consta o meu nome o dos meus pais o do meu ex-socio e da mãe deste, um total de 5 garantes. As prestações bancarias não tem estado a ser pagas e está em divida 1500€. da minha parte tenho feito pagamento da totalidade das prestações mensais do credito por transferencia bancaria da minha conta pessoal desde a minha saida da empresa, do meu ex-socio nem uma prestação paga!

Já paguei 50% do valor em divida a quando da minha saida da empresa, mas o meu ex-socio recusa-se a pagar por estar no desemprego. A banca quer agora cobrar o restante a mim e aos restantes garantes... há forma de resolver isto? dividir o valor por todos de igual forma? provar que o que eu paguei corresponde à minha parte e ilibar-me de continuar a pagar? Obrigado

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
ABCD

Foi constituido um credito para obras numa sociedade lda um dos socios(eu) saiu da empresa, no entanto na lista de garantes ou fiadores do credito consta o meu nome o dos meus pais o do meu ex-socio e da mãe deste, um total de 5 garantes.

As prestações bancarias não tem estado a ser pagas e está em divida 1500€. da minha parte tenho feito pagamento da totalidade das prestações mensais do credito por transferencia bancaria da minha conta pessoal desde a minha saida da empresa, do meu ex-socio nem uma prestação paga!

Já paguei 50% do valor em divida a quando da minha saida da empresa, mas o meu ex-socio recusa-se a pagar por estar no desemprego. A banca quer agora cobrar o restante a mim e aos restantes garantes...

há forma de resolver isto? dividir o valor por todos de igual forma? provar que o que eu paguei corresponde à minha parte e ilibar-me de continuar a pagar? Obrigado

Para o banco só interessa receber a prestação devida.

Pelo que percebi já falou com o banco (apresentou-lhes algum contrato devidamente assinado e registado onde se estipula a quota parte da divida?) e com o ex-sócio. E os restantes membros da sociedade?

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
filipejfrm

Pois já percebi que essa é o posição do banco, não apresenei qualquer contrato pois nao existe o meu ex-socio nao responde a cartas nem telefonemas, não sei o que fazer

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
ABCD

Pois já percebi que essa é o posição do banco,

não apresenei qualquer contrato pois nao existe

o meu ex-socio nao responde a cartas nem telefonemas, não sei o que fazer

O banco confiou-vos um determinado capital porque vocês apresentaram provas de confiança. Não é pelo seu ex-sócio se "esconder" que não respondem todos perante a divida. Assim, deverá entrar em contacto com os restantes "fiadores" e expor a situação!

Depois, ou antes, poderá apresentar o caso na policia (PJ ou PSP) por forma a descobrirem o paradeiro do ex-sócio ou então entra com um processo em tribunal e terá de contratar um advogado (mais despesas, mais tempo perdido,...).

Aguarde por mais algumas respostas.

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoticons maximum are allowed.

×   Foi criada uma pré-visualização automática a partir da ligação que colocou.   Mostrar apenas como ligação

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa