Ir para o conteúdo
Visitante anatrin

Sujeito passivo A: ele, ela, o conjuge deficiente, ou é indiferente?

Recommended Posts

Visitante anatrin

Há alguma obrigatoriedade do sujeito passivo A ser sempre o meu marido?

Há alguma razão lógica para que seja sempre assim? É por ser o "mais velho" ou por ser o que aufere os rendimentos "mais elevados"?

Ou será que isso é indiferente?

Caso se trate de um casal em que um dos conjuges seja portador de um grau de deficiência igual ou superior a 60%, há vantagem de ser esse o sujeito passivo A?

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
ClaudioOPA

Há alguma obrigatoriedade do sujeito passivo A ser sempre o meu marido?

Há alguma razão lógica para que seja sempre assim? É por ser o "mais velho" ou por ser o que aufere os rendimentos "mais elevados"?

Ou será que isso é indiferente?

Caso se trate de um casal em que um dos conjuges seja portador de um grau de deficiência igual ou superior a 60%, há vantagem de ser esse o sujeito passivo A?

É indiferente, ser passivo sujeito A ou B..

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoticons maximum are allowed.

×   Foi criada uma pré-visualização automática a partir da ligação que colocou.   Mostrar apenas como ligação

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa