Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • cj2111

    Fundos Indexados- ETF´s

    Recommended Posts

    cj2111

    Ola pessoal,

    gostava que me esclarecessem uma coisa! Só o Banco Best é que faz intermediação financeira em Portugal com ETF´s? É que vou começar a investir nestes fundos passivos e queria comparar as diversas entidades para comparar as comissões de gestão! Já agora por curiosidade, gostava de ter algumas opiniões deste tipo de investimento!

    Cumprimentos,

    Manuel Costa

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pauloaguia

    Dizem bem do Best, que a plataforma é boa.

    Do que já li noutros fóruns (pessoalmente não tenho experiência) parece que a paltaforma do BEST e do GoBulling é a mesma... portanto, fica a distingui-los, essencialmente o preçário e o suporte ao cliente. Mas mais uma vez, não conheço nenhuma das duas (dá para fazer o download da do GoBulling e funcionar em modo Demo)

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    canhoto

    A do Gobulling já testei a do Best nunca, mas penso que a do Best é online. Para mim é muita areia :P

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    alcagoitas

    Ola pessoal,

    gostava que me esclarecessem uma coisa! Só o Banco Best é que faz intermediação financeira em Portugal com ETF´s? É que vou começar a investir nestes fundos passivos e queria comparar as diversas entidades para comparar as comissões de gestão! Já agora por curiosidade, gostava de ter algumas opiniões deste tipo de investimento!

    Cumprimentos,

    Manuel Costa

    Boas,

    A negociação dos fundos cotados, usualmente conhecidos como ETF, não depende do intermediário. Como o nome indica os ETF são fundos cotados nas bolsas de valores, como de acções se tratassem, sendo por isso negociados como uma acção da PT, da EDP: compra-se hoje, vende-se daqui a 5mt. Por esse motivo, basta escolher um ETF, saber onde ele é cotado e dar a ordem para o intermediário que quer comprar este activo financeiro.

    Penso que o ETF é uma boa solução para os investidores que querem seguir um índice, já que o ETF tem apenas a função de replicar a evolução desse índice. Dessa forma, o investidor não poderá ambicionar obter uma rendibilidade muito superior à do índice que o ETF acompanha. Além disso, têm a vantagem de cobrarem custos de comissionamento mais baixos que os fundos de investimento e as mais-valias são cobradas a 10%, ao contrário dos 20% a que são tributadas as mais-valias dos fundos de investimento estrangeiros.

    Quanto ao leque de opções de ETF à disposição no mercado são vários: desde simples ETF que replicam um índice de referencia, a ETF recerve (que ganham quando o índice desce e perdem quado o índice sobe), a ETF sobre a inflação, sobre obrigações, .....

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    bomy

    Bom dia.

    Já ouvi dizer que a plataforma do Best já esteve em baixa algumas vezes, o que terá impedido que fossem dadas ordens de venda de títulos. Se bem que julgo que em alternativa a ordem pode ser dada por telefone. Da do Big já ouvi boas opiniões mas em abono da verdade nunca trabalhei com nenhuma das duas. Já agora para quem movimente quantias mais "substânciais", recomendo que tenham em conta sociedades corretoras, pois algumas delas têm preços competitivos. No site da CMVM podem consultar os custos inerentes a este tipo de operações das várias entidades: http://web3.cmvm.pt/sdi2004/IFs/custos/merc_pt_i.cfm

    Bom fds a tds! :D

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    alcagoitas

    (...)Já agora para quem movimente quantias mais "substânciais", recomendo que tenham em conta sociedades corretoras, pois algumas delas têm preços competitivos. No site da CMVM podem consultar os custos inerentes a este tipo de operações das várias entidades: http://web3.cmvm.pt/sdi2004/IFs/custos/merc_pt_i.cfm

    Bom fds a tds! :D

    O problema é que esse simulador de custos da CMVM está desactualizado há já bastante tempo. Por razões alheias do público em geral, e sem qualquer justificação da CMVM, não se percebe como isto pode acontecer. A gravidade da situação é de tal ordem, que recentemente o Jornal de Negócios fez uma reportagem sobre corretagem com base nos preçários apresentados no site da CMVM que, de veracidade não tinhada nada! Atenção aquando a comparação de preçarios. A melhor solução é sempre consultar o preçário do banco no seu site.

    ;)

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites

    Your content will need to be approved by a moderator

    Guest
    You are commenting as a guest. If you have an account, please sign in.
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


    ×
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa