Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • Guest Biatrice

    Taxa IRS sobre no ultimo recibo de vencimento?

    Recommended Posts

    Guest Biatrice

    Boa noite.

    Queria saber uma coisa.

    O meu recibo de vencimento de Outubro e Novembro dizia taxa de IRS de 24% e o de Dezembro diz 29,5%.

    Há alguma razão para isso acontecer?

    Atinge-se algum valor mensal/anual que possa fazer com que vá para desconto de 29,5%??

    Aguardo resposta.

    Obrigado.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    D@vid

    Boa noite.

    Queria saber uma coisa.

    O meu recibo de vencimento de Outubro e Novembro dizia taxa de IRS de 24% e o de Dezembro diz 29,5%.

    Há alguma razão para isso acontecer?

    Atinge-se algum valor mensal/anual que possa fazer com que vá para desconto de 29,5%??

    Aguardo resposta.

    Obrigado.

    O vencimento é igual? não teve mais nada para alêm do vencimento? passou a ter menos dependentes?

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Guest Biatrice

    O vencimento não é aquele mas quer em Novembro (que tive o subsidio de Natal) quer em Dezembro (que tive um prémio extra que costumo receber em Dezembro), foram mais ou menos os mesmos valores, com uma diferença de 29€...

    Pergunto-me se haverá alguma razão especial para em Novembro ter sido 24% de taxa de IRS e em Dezembro 29,5%??

    Pode ajudar-me?

    Obrigado desde já!

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    D@vid

    O vencimento não é aquele mas quer em Novembro (que tive o subsidio de Natal) quer em Dezembro (que tive um prémio extra que costumo receber em Dezembro), foram mais ou menos os mesmos valores, com uma diferença de 29€...

    Pergunto-me se haverá alguma razão especial para em Novembro ter sido 24% de taxa de IRS e em Dezembro 29,5%??

    Pode ajudar-me?

    Obrigado desde já!

    Sem mais pormenores é complicado, pelo que entendo deverá ser solteira sem dependentes e terá um rendimento sujeito a IRS na ordem até os 2722€, que no mês de Dezembro supostamente passou para até 5111€ será?... não terá sido o Sub de Natal? que embora lhe tenha sido pago em Novembro geralmente a taxa cai em Dezembro (a maioria dos programas fazem dessa forma) mas o melhor é perguntar á sua entidade patronal, mas se mais pormenores não se consegue saber a razão, estou só a fazer suposições.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pauloagsantos

    o valor da retenção do IRS é tabelado, quem ganha 500€ paga x, quem ganha 100€ paga y. O processamento do subsidio de natal deve ser separado do processamento do restante. Se uma pessoa ganha 500 e retem x todos os meses é injusto no mês que recebe subsidio de férias e de natal reter uma percentagem superior ao normal, a percentagem retida é sempre a mesma.

    agora se voce diz que recebeu um premio, é normal que o valor retido possa ter subido

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Ra

    É como o Paulo disse, o vencimento mensal e os subsidios férias/natal são autonomamente taxados, pelo que não podem ser somados e assim influenciar a taxa de retenção.

    E claro que a diferença está no tal prémio que é somado ao vencimento, logo fazendo subir o escalão de retenção.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Guest Biatrice

    Vou dar exemplos mais concretos...

    No mês de Novembro o valor do recibo sem descontos seria de cerca de 5000€ com o vencimento, subsidio de Natal e o valor de horas extra e de 1 feriado realizado. Com os descontos de segurança social e de IRS e de quotizações e essas coisinhas o valor liquido foi de 3270€. Em Novembro a taxa de IRS foi de 24%.

    No mês de Dezembro o valor do recibo sem descontos seria de cerca de 5000€ novamente (ate menos 40€ que no mês anterior) com o vencimento, metade de um subsidio de férias e um prémio de assiduidade correspondente a 70% do vencimento. Com os descontos de segurança social e de IRS e de quotizações e essas coisinhas o valor liquido foi de 2880€. Em Dezembro a taxa de IRS foi de 29,5%.

    É possivel tendo mais em Dezembro como o subsidio de ferias e o tal premio a taxa subir para 29,5%???

    Qual é a razao para tal subida?

    Obrigado desde já.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    D@vid

    Vou dar exemplos mais concretos...

    No mês de Novembro o valor do recibo sem descontos seria de cerca de 5000€ com o vencimento, subsidio de Natal e o valor de horas extra e de 1 feriado realizado. Com os descontos de segurança social e de IRS e de quotizações e essas coisinhas o valor liquido foi de 3270€. Em Novembro a taxa de IRS foi de 24%.

    No mês de Dezembro o valor do recibo sem descontos seria de cerca de 5000€ novamente (ate menos 40€ que no mês anterior) com o vencimento, metade de um subsidio de férias e um prémio de assiduidade correspondente a 70% do vencimento. Com os descontos de segurança social e de IRS e de quotizações e essas coisinhas o valor liquido foi de 2880€. Em Dezembro a taxa de IRS foi de 29,5%.

    É possivel tendo mais em Dezembro como o subsidio de ferias e o tal premio a taxa subir para 29,5%???

    Qual é a razao para tal subida?

    Obrigado desde já.

    Mesmo assim não é fácil :) assim a olho o 1º recibo teria no minimo 10 000€, vencimento (5000€) mais 1 subsidio de natal (5000€), o 2º teria pelo menos 11 000€, vencimento (5000€) mais 1/2 subsidio de férias (2500€) mais prémio (2500€)...não estou a afzer contas, mas até me parece que mesmo em meses normais devia de descontar mais que os 24%...:) :)

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Guest Biatrice

    Mesmo assim não é fácil :) assim a olho o 1º recibo teria no minimo 10 000€, vencimento (5000€) mais 1 subsidio de natal (5000€), o 2º teria pelo menos 11 000€, vencimento (5000€) mais 1/2 subsidio de férias (2500€) mais prémio (2500€)...não estou a afzer contas, mas até me parece que mesmo em meses normais devia de descontar mais que os 24%... :) :)

    Não... Não entendeu bem... Uma vez que está a falar de 10.000€ no valor do 1º recibo (vencimento de 5000€ e subsidio de Natal de 5000€) é porque não entendeu o que eu quis explicar.

    Os 5000€ são o valor total do 1º recibo sem descontos, com descontos o valor liquido foi cerca de 3270€.

    Não é vencimento de 5000€ que com subsidio de Natal dá 10.000€, nada disso...

    O valor do 1º recibo nao é 10.000€, era bom, era...

    5000€ é o valor do 1º recibo já com o subsidio de Natal mas sem descontos nenhuns aplicados.

    Com os descontos aplicados em Novembro (segurança social + IRS + quotizações sindicais) a taxa de IRS foi de 24%.

    Em Dezembro o valor sem descontos foram novamente cerca de 5000€ mas ai a taxa de IRS subiu para 29,5% e o valor recebido (liquido) foram cerca 2880€.

    Gostava de saber o porquê da subida de 24% para 29,5% de um mes para o outro uma vez que o valor final sem descontos (e ja com os subsidios) é de 5000€ em AMBOS OS MESES.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Guest Biatrice

    Depois desta ultima explicação alguem consegue dar uma opinião mais concreta?

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pauloagsantos

    repare em novembro recebeu cerca de 5000€, mas recebeu também o subsidio de natal, ou seja recebeu 2500€ relativos ao vencimento de novembro e 2500€ relativos ao subsídio de natal. A retenção na fonte para o IRS é feita separadamente a cada parte.

    em dezembro recebeu 2880€, mais do que os 2500€ de cada parte que recebeu em novembro, basta esta diferença para ter subido de escalão e passar dos 24% para os 29,5%

    o IRS é um imposto progressivo, quer dizer que quanto mais se ganha maior é a percentagem dos rendimentos que se paga

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Guest Biatrice

    Não me devo é estar a explicar bem...    Conforme está a dizer que em Novembro recebi cerca de 5000€ (sim, recebi 5000€ ainda sujeitos a descontos), que não foi as contas que fez (2500€ de vencimento e 2500€ de subsidio de Natal) mas sim foram 2000€ do vencimento + 2000€ do subsidio de Natal + pagamento de 1 feriado e acertos do mês de participaçoes que são feitas na empresa, a TAXA DE IRS foi de 24% em Dezembro os valores atingidos iliquidos foram IGUAIS e aconteceu EXACTAMENTE A MESMA COISA...    OU seja, recebi cerca de 5000€ (iliquidos), 2000€ do vencimento, 1400€ de 70% do subsidio de férias, 1300 de um prémio e AQUI A TAXA DE IRS aplicada foi de 29,5%.  Quando diz que em Novembro recebi 2500€ do vencimento e do subsidio de Natal e que depois as taxas são aplicadas separadamente a cada parte ( no final deste mês fiquei limpos com 3270€), nao entende, que em dezembro fiquei com 2880€ já limpos também no total, foi o total que recebi em Dezembro.      Fez-me confusão a frase em que diz "em dezembro recebeu 2880€, mais do que os 2500€ de cada parte que recebeu em novembro, basta esta diferença para ter subido de escalão e passar dos 24% para os 29,5%".  Não entendi o que quis dizer com esta frase... Mais do que os 2500€ de cada parte que recebi em Novembro como?? Foi o valor total do que recebi... Pode explicar-me?  Em Dezembro recebi 2880€, mais do que os 2500€ de cada parte, COMO??? sao os 2880€ TOTAIS e limpos.    Não foi 2880€ para cada parte ou seja, não foram 2880€ x 2, O TOTAL RECEBIDO EM DEZEMBRO FOI 2880€. 

      o

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Guest Biatrice

    Não me devo é estar a explicar bem...   

    Conforme está a dizer que em Novembro recebi cerca de 5000€ (sim, recebi 5000€ ainda sujeitos a descontos), que não foi as contas que fez (2500€ de vencimento e 2500€ de subsidio de Natal) mas sim foram 2000€ do vencimento + 2000€ do subsidio de Natal + pagamento de 1 feriado e acertos do mês de participaçoes que são feitas na empresa, a TAXA DE IRS foi de 24% em Dezembro os valores atingidos iliquidos foram IGUAIS e aconteceu EXACTAMENTE A MESMA COISA...   

    OU seja, recebi cerca de 5000€ (iliquidos), 2000€ do vencimento, 1400€ de 70% do subsidio de férias, 1300 de um prémio e AQUI A TAXA DE IRS aplicada foi de 29,5%.

    Quando diz que em Novembro recebi 2500€ do vencimento e do subsidio de Natal e que depois as taxas são aplicadas separadamente a cada parte ( no final deste mês fiquei limpos com 3270€), nao entende, que em dezembro fiquei com 2880€ já limpos também no total, foi o total que recebi em Dezembro.   

    Fez-me confusão a frase em que diz "em dezembro recebeu 2880€, mais do que os 2500€ de cada parte que recebeu em novembro, basta esta diferença para ter subido de escalão e passar dos 24% para os 29,5%". 

    Não entendi o que quis dizer com esta frase... Mais do que os 2500€ de cada parte que recebi em Novembro como?? Foi o valor total do que recebi... Pode explicar-me? 

    Em Dezembro recebi 2880€, mais do que os 2500€ de cada parte, COMO??? sao os 2880€ TOTAIS e limpos.   

    Não foi 2880€ para cada parte ou seja, não foram 2880€ x 2, O TOTAL RECEBIDO EM DEZEMBRO FOI 2880€. 

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    D@vid

    Vou supor novamente que a Beatrice é solteira sem dependentes, ainda não esclareceu este aspecto, no mês de Novembro teve 2000€ de vencimento + 1000€ de feriado e participações + 2000€ de Sub Natal, 2000€+1000€ são 3000€ e aqui penso que a taxa até deveria ter sido de 25%, a não ser que as participações não estejam sujeitas a desconto, confesso que não fui ver isso, o Sub de Natal deveria de ser num recibo á parte e aqui descontava 20%, se formos a juntar tudo dá 5000€ e então a taxa deveria ter sido de 29,5%.

    Em Dezembro tem o vencimento de 2000€+1400€ de férias + 1300€ de prémio, a mim dá-me 4700€ e não 5000€, mas qualquer das formas mesmo para os 4700€ a taxa é de 29,5%..

    Uma vez que continua com dúvidas e para nós é complicado responder de uma forma concreta á sua dúvida, porque só mesmo com o recibo na mão, aconselho a Beatrice a questionar a sua entidade patronal ou a contabilidade da mesma sobre esse aspecto, é uma dúvida legitima e portanto eles irão lhe responder concerteza  ;)

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Guest Biatrice

    D@avid:

    Obrigado pelos esclarecimentos. Sou casada, sem dependentes.

    No mÊs de Dezembro também há umas participaçoes numas coisas da empresa que devem rondar os 300€, deve ter sido isso que não contabilizei.

    Nao acredito que eles errassem mas sendo quantias semelhantes em Novembro e Dezembro (quando estao sem descontos porque no meu recibo aparece sem descontos e depois o total com descontos, que é o que recebo), e sendo quantias a volta dos 5000€ em ambos os meses, estranhei porque em Novembro a taxa de IRS era 24% e em Dezembro 29,5%.

    Mas é melhor saber lá, é...

    Obrigado.  ;)

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites

    Your content will need to be approved by a moderator

    Guest
    You are commenting as a guest. If you have an account, please sign in.
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


    ×
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa