Ir para o conteúdo
  • FORMAS DE POUPAR

  • aligatorsword

    optimizar englobamento de capitais 2013

    Recommended Posts

    aligatorsword

    boa tarde,

    pretendo planear os juros de depósitos a prazo para 2013 para pagar o menos imposto possivel através do englobamento de capitais

    Para isso quero limitar o dinheiro que tenho em depósitos a prazo e colocar em fundos de investimento estrangeiros, porque parece-me que só pagam imposto quando vendo.

    eu tenho o ordenado mínimo, por isso o rendimento anual será:

    485 x 12 = 5520€ (aqui não entra subsidios de natal, férias, alimentação e deslocação pois não?)

    O escalão mais baixo do irs tem como limite 7000 €. Então sobra-me 7000 - 5520 = 1480 € que posso ter em juros brutos de depósitos, pagando assim 14,5% sobre os rendimentos de capitais em vez dos 28%

    Estou a pensar bem? Partilhem as vossas opiniões

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    carlos2008

    eu acho que estás errado numa coisa, o teu rendimento global é

    485*14=6790

    e não 485*12 pois aqui entram os subsidios de férias e natal , mas de qualquer forma com esse rendimento eu acho que te é sempre vantajoso optares pelo englobamento do rendimento de depósitos a prazo que tenhas ( salvo se tiveres uns milhões a prazo...) pois não te esqueças de que ao teu rendimento global ( 6790 ) ainda tens que retirar os descontos para a SS (ou a dedução especifica, que é superior no teu caso ), a dedução pessoal e as eventuais despesas a que tenhas direito com saúde, ou seja normalmente pagarás muito pouco.

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    aligatorsword

    eu acho que estás errado numa coisa, o teu rendimento global é

    485*14=6790

    e não 485*12 pois aqui entram os subsidios de férias e natal , mas de qualquer forma com esse rendimento eu acho que te é sempre vantajoso optares pelo englobamento do rendimento de depósitos a prazo que tenhas ( salvo se tiveres uns milhões a prazo...) pois não te esqueças de que ao teu rendimento global ( 6790 ) ainda tens que retirar os descontos para a SS (ou a dedução especifica, que é superior no teu caso ), a dedução pessoal e as eventuais despesas a que tenhas direito com saúde, ou seja normalmente pagarás muito pouco.

    Isso significa que o que interessa para escolher o escalão de irs é o rendimento líquido (com a taxa social única descontada). Nesse caso as contas seriam:

    7000 - (485 x 0.855 x 14) = 1194,55€

    Como sou solteiro, sem dependestes e não apresento despezas, vou ter uma margem de manobra de 1194,55€ para os rendimentos de capitais.

    Acertei?

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    D@vid

    Isso significa que o que interessa para escolher o escalão de irs é o rendimento líquido (com a taxa social única descontada). Nesse caso as contas seriam:

    7000 - (485 x 0.855 x 14) = 1194,55€

    Como sou solteiro, sem dependestes e não apresento despezas, vou ter uma margem de manobra de 1194,55€ para os rendimentos de capitais.

    Acertei?

    Com o valor de rendimentos que tem é sempre de englobar, atenção que não são os 7000€ que determinam a taxa, mas sim os 7000€-4104€ (dedução especifica) = 2896€ este é o teu rendimento colectável e é sobre este que incide a taxa, qualquer valor de DPs em que tenha gerado rendimento é de englobares, porque imagina, e fazendo algumas simulações:

    Imagina que de um DP de 200 000€ a 5% recebeste 10 000€ de juros onde pagaste 26,50% de IRS (2.650€) então terias:

    Rendimento Bruto: 16.790€

    Dedução Especifica: 4.104€

    Rendimento Colectável: 12.686€

    Taxa 24,50%

    Valor a Receber: 703,64€

    Agora depende sempre do valor, até uns 20 000€ de rendimento compensa, não esquecer que uma vez englobado um tipo de produto terás de englobar todos os produtos de capitais.

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    aligatorsword

    Na verdade eu estava a planear os rendimentos de 2013, que entram no irs de 2014.

    As taxas de irs vão ser diferentes:

    http://economiafinancas.com/2012/escaloes-irs-2013-oe-2013-proposta-oficial/

    Mas acho que já percebi a ideia e conclui que quem tenha o ordenado mínimo compensa sempre o englobamento, porque o cálculo dos impostos é feito por camadas e não pelo total:

    http://www.web-emprego.com/como-calcular-o-aumento-de-irs-para-2013/

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    TiagoF

    Simplificando-se esta questão até que rendimento coletável compensará optar pelo englobamento? Para um agregado 3pax de 3000€ mês compensa?

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    D@vid

    Simplificando-se esta questão até que rendimento coletável compensará optar pelo englobamento? Para um agregado 3pax de 3000€ mês compensa?

    Simula, é sempre o melhor, sabendo aquilo que se tem de rendimento de categoria A,B, H, F etc e o que se obteve de todas as aplicações de DP, Fundos etc para entrar na categoria E fazes uma simulação e vês se compensa ou não, se compensar pede-se a declaração ao banco, que tem de ser no mês de Janeiro.

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    protasio

    não directamente sobre a duvida acima, mas sobre o mesmo tópico.

    Eu tenho conta em vários bancos, com o BEST, este operação será normal, mas com a CGD e o Santander, nem tanto.

    Tentei pedir a declaração de rendimentos nos ultimos 2 e ninguém sabia o que que eu tava a pedir.

    na cgd lá me deram um papel com o total de saldos e retenções do ano anterior, mas no santander, disseram-me para esperar que aparecia o documento no área de cliente (se é que perceberam o que eu queria).

    A minha questão é, têm experiência a pedir a declaração de rendimentos com estes bancos? é algum documento especifico ou por exemplo aquele que eu descrevi da CGD serve?

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    D@vid

    não directamente sobre a duvida acima, mas sobre o mesmo tópico.

    Eu tenho conta em vários bancos, com o BEST, este operação será normal, mas com a CGD e o Santander, nem tanto.

    Tentei pedir a declaração de rendimentos nos ultimos 2 e ninguém sabia o que que eu tava a pedir.

    na cgd lá me deram um papel com o total de saldos e retenções do ano anterior, mas no santander, disseram-me para esperar que aparecia o documento no área de cliente (se é que perceberam o que eu queria).

    A minha questão é, têm experiência a pedir a declaração de rendimentos com estes bancos? é algum documento especifico ou por exemplo aquele que eu descrevi da CGD serve?

    A questão é a seguinte, tem de ser mesmo uma declaração, esta declaração vai ser declarada pelo banco ás finanças através da Modelo 10, ora se eles não emitem a declaração nem a vão declarar, e se o contribuinte declarar vai haver um desfazamento e não é de todo bom, portanto, tem de pedir mesmo a declaração, os bancos emitem quase sempre um resumo dos titulos e rendimentos da categoria E, mas isso não serve de declaração, porque eles nem a vão declarar...no BEST basta preencher um papel para depois a mesma ficar disponivel no site, não me recordo se depois a enviam para casa, no BPI também fica disponivel no site, e no BiG o pedido pode ser escrito, existe mesmo uma minuta deles, e depois também fica disponivel no site. (Só falei nestes porque é onde sou cliente)

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    ruicarlov

    Sou cliente na CGD, e pelo menos na agência onde vou eles sabiam do assunto. É preciso pedir. Mas normalmente só vale a pena pedir a partir de meados de Janeiro (agora acho que já é uma boa altura), que é quando eles ficam com os dados disponíveis.

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    Visitante JOSÉ AZNAR

    Eu pedi esta semana a minha declaração ao banco e eles emitiram. Será que nesta altura é válida ou, não é porque deveria ter sido pedida em Janeiro e agora já está fora de prazo, porque eles tem de entregar ao fisco o modelo 10 em Fevereiro?

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    ClaudioOPA

    Eu pedi esta semana a minha declaração ao banco e eles emitiram. Será que nesta altura é válida ou, não é porque deveria ter sido pedida em Janeiro e agora já está fora de prazo, porque eles tem de entregar ao fisco o modelo 10 em Fevereiro?

    Se o banco emitiu supostamente tem de estar valida..

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites

    Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

    Visitante
    Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
    Responder a este tópico

    ×   Colou conteúdo com formatação.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Foi criada uma pré-visualização automática a partir da ligação que colocou.   Mostrar apenas como ligação

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


    ×
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa