Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • Sign in to follow this  
    jpv

    Euribor 3M calculada a 3M?

    Recommended Posts

    jpv

    Boa noite,

    Já houve várias questões sobre isto aqui no fórum, mas não consegui ficar esclarecido.  ???

    Se uma pessoa tem a taxa de juros indexada à Euribor 3M, quando dizem que quando a taxa de juro é revista (naturalmente de 3 em 3 meses), que sentido é que faz ser revista de acordo com a média do mês anterior? Não deveria ser a média dos 3 meses anteriores?

    Se, independentemente de ser a 3M ou 6M se faz sempre a média do mês anterior, de que forma é que isto leva em conta o histórico respectivamente dos 3 ou 6 meses que passaram? A média de um mês específico (por exemplo para a Euribor 3M), tem em consideração de alguma forma os valores dos 2 meses anteriores?

    Um abraço e obrigado,

    João

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Pedro Pais

    Essa é uma boa questão. Estás correcto quando dizes que a Euribor a 3M a aplicar aos créditos é calculada através da média do mês anterior, mas confesso que também não sei qual é o motivo para que seja assim.

    Pode ser que alguém mais esclarecido nos consiga dizer.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pauloaguia

    Em rigor, a taxa aplicada ate devia ser a do dia em que o produto e´ subscrito.  Havia (e acho que ainda ha) varios emprestimos indexados `a taxa do dia util anterior `a revisao, por exemplo...

    A media foi introduzida como forma de minorar as flutuações bruscas do mercado (tipo, tu contratas um emprestimo e ate escolhes uma altura em que as taxas estejam baixas... mas, o BCE reve a taxa justamente uns dias antes de fazeres a escritura e a Euribor da um salto, estragando desde logo os teus planos). Usando uma media, mais ou menos estavel (e um mes e´ mais do que suficiente para garantir isso), consegues organizar melhor o teu orçamento na altura da contrataçao do emprestimo... Pelo menos, julgo que foi esse o motivo para a lei definir a media do mes anterior (mas eventualmente isso ate talvez esteja explicado na introduçao do decreto-lei).

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    jpv

    Viva,

    Eu percebo que o facto de se usar a média do mês anterior é já uma forma de evitar variações bruscas. Porém (e mantendo o mesmo exemplo da Euribor 3M), de que forma é que a média do mês anterior é uma boa aproximação de uma taxa que é (pelo menos segundo o nome indica) calculada segundo a variação durante 3 meses?

    Possivelmente ajuda a esclarecer isto saber de que forma é feito o cálculo diário da Euribor. Em particular, o seguinte:

    - o valor diário da Euribor 3M leva em conta (de alguma forma) os últimos 3 meses?

    - e no caso da Euribor 12M, leva em conta os últimos 12M?

    Se assim não for, julgo que faria mais sentido quando o empréstimo é indexado à Euribor X meses, ser utilizada a média desses X meses em vez do último apenas. Food for thought... :D

    Um abraço,

    João

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pauloaguia

    Repetiste o mesmo que disseste no primeiro post e que eu tentei rebater: a Euribor não tem nada a ver com os últimos meses. Quando muito tem a ver com os próximos.

    A Euribor é calculada com base na taxa a que os principais bancos emprestaram dinheiro entre si na véspera. A Euribor a 3 meses, por exemplo, é calculada com base na taxa que os bancos cobram quando emprestam dinheiro para ser devolvido daí a 3 meses.

    O facto de, para evitar as tais oscilações bruscas, o Estado ter imposto a média do último mês, dá origem a confusões como a que tu tens. Mas, se pensares bem, não tem mesmo nada a ver...

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    jpv

    Ok, faz sentido.

    Tendo o que disseste em perspectiva, fazes ideia o que poderá justificar as diferenças entre as várias Euribor (por exemplo, porque é que a Euribor 12M estará maior do que a 3M neste momento)?

    Obrigado!

    João

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pauloaguia

    Tendo o que disseste em perspectiva, fazes ideia o que poderá justificar as diferenças entre as várias Euribor (por exemplo, porque é que a Euribor 12M estará maior do que a 3M neste momento)?

    A mesma coisa que faz com que cobrem um spread mais alto a um pobre que a um rico - o risco.

    Normalmente as taxas de mais longo prazo são um pouco mais altas pois o risco de o mercado mudar aumenta com o tempo. Somente numa situação em que a economia estivesse robusta e as taxas de juros descessem continuadamente é que as taxas de mais longo prazo eventualmente estariam um pouco mais baixas que as taxas de curto prazo.

    Mas, no cenário actual, em que se fala continuamente na possibilidade de vários bancos abrirem falência, quanto maior o prazo, maior o risco de que um banco não chegue a ver de volta o dinheiro que empresta a outro. E todos os dias chegam notícias sobre o verdadeiro impacto da crise - prever isto tudo a 3 meses é difícil, a 12 então é muito complicado... Assim sendo, para amortizar eventuais perdas, cobra-se um pouco mais a toda a gente - se houver problemas, os lucros adicionais com os outros chegam para cobrir as perdas.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    card

    A resposta a esta duvida está no Artº 3º do Decreto-Lei nº 240/2006 de 22-12-2006

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Pedro Pais

    Retirado do <a href="http://clientebancario.bportugal.pt/dsb/ProdutosBancarios/Chabitacao/Tjuro_Chabitacao.htm">Banco de Portugal</a>:

    “Através do Decreto-Lei n.º 240/2006, de 22 de Dezembro, ficou estabelecido que para os contratos de crédito com taxa de juro variável indexada, o seu valor deve resultar da média aritmética simples das cotações diárias do indexante do mês anterior ao período de contagem de juros.

    Por exemplo: se o cliente bancário contratar um empréstimo em Abril com taxa de juro variável indexada à Euribor a 3 meses, a taxa em vigor para os três meses seguintes resulta da média dos valores da Euribor a 3 meses observados nos dias úteis (calendário Target) de Março. Todos os contratos que se iniciem em Abril ou que tenham a revisão regular da sua taxa Euribor no mês de Abril utilizam esse mesmo valor médio das cotações de Março.“

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    jpv

    Ok, está esclarecido!  :)

    Entretanto passei a questão das diferenças entre a indexação às várias Euribor (12M, 6M ou 3M) para um tópico novo, pois acho que é um tema que merece um tópico por si só.

    Obrigado pelos esclarecimentos.

    Abraço,

    João

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites

    Your content will need to be approved by a moderator

    Guest
    You are commenting as a guest. If you have an account, please sign in.
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

    Sign in to follow this  

    ×
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa