Ir para o conteúdo
  • FORMAS DE POUPAR

  • D@vid

    Fim do Mercado Regulado nas Tarifas da Electricidade

    Recommended Posts

    D@vid

    A EDP já começou a enviar cartas a avisar do fim do mercado regulado e da obrigatoriedade de mudar de comercializador de eletricidade.  

    As cartas são direcionadas a todos os clientes domésticos, ou seja, aqueles que têm uma potência contratada inferior ou igual a 41,4 kVA e nelas, a EDP Serviço Universal - a empresa do grupo que pratica as tarifas reguladas (aquelas que aumentaram 4% este ano)- explica quais os prazos que os clientes têm para mudar e o que vai acontecer quando acabarem as tarifas reguladas.

    Assim, a 1 de julho de 2012, as tarifas reguladas terminam  para os clientes com potência contratada entre 10,35 e 41,4 kVA (grandes vivendas e pequenos negócios, como padarias ou pastelarias). Quem não tiver mudado até esta data, tem depois até 31 de dezembro de 2014 para o fazer, mas até lá terá preços mais caros. Ou como diz na carta da EDP, com "um fator de agravamento" em relação aos preços atuais.

    O mesmo se passa para os restantes clientes com potência contratada abaixo dos 10,35 kVA. As tarifas reguladas destes clientes - todos os domésticos - terminam a 1 de janeiro de 2013 e os consumidores terão até 31 de dezembro de 2015 para mudar de operador. Contudo, entre janeiro de 2013 e dezembro de 2015 terão preços mais altos no mercado regulado, pelo que é melhor mudar logo para o mercado livre.

    A EDP apresenta ainda na mesma carta a lista dos vários operadores existentes no mercado, nomeadamente a EDP Comercial, a EFL, a Endesa, a Galp Power, a Iberdrola e a Union Fenosa.

    Achei interessante abrir este tópico para que possamos discutir sobre este assunto!

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    Netbird

    "Quem não tiver mudado até esta data, tem depois até 31 de dezembro de 2014 para o fazer, mas até lá terá preços mais caros."

    Não é preciso futurologia para ver o que nos vai acontecer, à semelhança do que se passa com o preço do combustível pelas várias gasolineiras!

    As coisas ainda estão muito baratas.....................ainda há margem para sugar bem mais!!!!

    Desculpem o tom geral de pessimismo mas mediante o regabofe dos últimos anos, com total desprotecção do consumidor entregue à ganância sem limites deste suposto mercado liberalizado e tendo por defesa, uma entidade reguladora absolutamente fantoche..... temo o pior para o lados dos do costume!

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    D@vid

    Penso que o problema principal prende-se com os possiveis cartéis, que não tenho muita dúvida que acontece com os combustiveis e as telecomunicações, porque se o mesmo não acontecer pode ser que pelo menos a EDP baixe os valores para os aproximar da concorrência, pelo menos oiço dizer que empresas como a Endesa tem tarifas pelo menos 5% mais baratas, mas ainda não confirmei.

    Mas também dando uma vista de olhos pelo portal da queixa, não faltam lá queixas sobre a Endesa  :(

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    Nelzon

    Não há duvida que pagaremos mais caro, os preços continuarão a ser regulador de forma oficiosa pela EDP... É o país onde vivemos...

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites

    Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

    Visitante
    Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
    Responder a este tópico

    ×   Colou conteúdo com formatação.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Foi criada uma pré-visualização automática a partir da ligação que colocou.   Mostrar apenas como ligação

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


    ×
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa