Ir para o conteúdo
  • FORMAS DE POUPAR

  • njop

    Qual a melhor maneira de declarar o IRS?

    Recommended Posts

    njop

    Bom dia,

    Estou a trabalhar no estrangeiro desde 2001 e as minhas declarações de IRS sempre foram  "estranhas"...

    Desde 2001 até 2006 deixei de entregar as declarações em Portugal visto estar a trabalhar em França e a fazer as declarações neste país. O problema neste caso é que nunca declarei ser não residente nas finanças pelo que eventualmente posso vir a ter de pagar uma multa por não ter entregue estas declarações certo? quanto poderá ser esta multa?

    Em 2006 casei com uma Portuguesa, residente em Portugal sem emprego e desde essa altura que passei a declarar "obrigatóriamente" junto com ela apenas os rendimentos obtidos em Portugal,  depósitos, dividendos, etc...

    Neste momento, ela continua residente em Portugal a 100% e eu não residente já que apenas estou em Portugal aos Fins de Semana e férias, ou seja, menos de 183 dias.

    Entretanto fizemos investimenos imobiliários em Portugal e estamos a receber rendimentos prediais desde 2010.

    Nunca consegui perceber como deveriam ser as nossas declarações pelo que até ao ano passado declaramos os rendimentos obtidos em Portugal em Portugal e os obtidos em França em França. O mais provavél é não ser esta a maneira correcta e mais uma vez poderei estar sujeito a multas.

    Este ano queria tentar finalmente declarar "direitinho" para evitar estar sujeito a multas mas não faço ideia como devemos declarar, se existe mais do que uma opção como declarar, o que declarar, etc...

    Agradecia que alguém me pudesse explicar que erros cometemos e a que multas podemos estar sujeitos e qual e como a melhor forma de declarar este ano.

    Gostaria também de saber até quantos anos para trás posso estar sujeito a multas ou se existe uma data a partir da qual já não são investigados eventuais "incorrecções".

    Obrigado e parabém pelo Forum!

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    Visitante Ra

    Uma opinião pessoal...

    Ele - não residente

    Ela - residente

    Rendimentos:

    Ele:

    Rendimentos em França - declara em França

    Rendimentos em Portugal - declara em Portugal como não residente.

    Ela:

    Só tem rendimentos em Portugal - declara em Portugal.

    A declaração de irs é feita em separado. Ou seja, como separados de facto.

    Trata-se da minha opinião e da forma como entendo o CIRS (artigo 16º), sem querer induzir ninguém em erro. Pelo que aconselho a pôr a questão aos entendidos (finanças).

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    Joana L

    Nos termos dos n.ºs 3 e 4 do artigo 16º do CIRS, a condição de residente pode ser afastada pelo cônjuge que não tenha permanecido em território português mais de 183 dias, desde que efectue prova da inexistência de uma ligação entre a maior parte das suas actividades económicas e o território português. Passará a estar sujeito a tributação como não residente relativamente aos rendimentos de que seja titular e que sejam obtidos em Portugal.

    Sendo feita a prova referida, o cônjuge residente em território português apresenta uma única declaração dos seus próprios rendimentos, da sua parte nos rendimentos comuns e dos rendimentos dos dependentes a seu cargo.

    Quanto às coimas relativas aos anos anteriores, o melhor será questionar as Finanças.

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    njop

    Muito obrigado pelas vossas respostas!

    Resumindo, pelo que percebi, apesar de sermos casados:

    Eu: declaro como não residente, separado de facto

    Esposa: declara como residente, separada de facto + Dependente (menor com 2 anos)

    E em relação aos Rendimentos/Despesas que temos em conjunto? ex:

    - Rendimentos prediais e despesas (apartamento arrendado)

    - Rendimentos depósito a prazo

    Dividimos o montante a meio?

    Mais uma vez, muito obrigado pelas vossas respostas!

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    Visitante Ra

    Neste momento, ela continua residente em Portugal a 100% e eu não residente já que apenas estou em Portugal aos Fins de Semana e férias, ou seja, menos de 183 dias.

    Na altura escreveu isto, mas o facto de estar menos 183 dias em Portugal pode não chegar para ser considerado não residente. Convém também ter alterado a morada para França, ficando então sem duvidas não residente.

    É que as finanças podem-se aproveitar do facto de, apesar de estar menos de 183 dias, ter morada fiscal cá.

    E depois como residente, tem de declarar todos os rendimentos (incluindo os de França) cá em Portugal.

    Muito obrigado pelas vossas respostas!

    Resumindo, pelo que percebi, apesar de sermos casados:

    Eu: declaro como não residente, separado de facto

    Esposa: declara como residente, separada de facto + Dependente (menor com 2 anos)

    E em relação aos Rendimentos/Despesas que temos em conjunto? ex:

    - Rendimentos prediais e despesas (apartamento arrendado)

    - Rendimentos depósito a prazo

    Dividimos o montante a meio?

    Mais uma vez, muito obrigado pelas vossas respostas!

    As aplicações a prazo são em nome dos dois?

    Os juros de depósito a prazo como estão sujeitos a uma taxa liberatória até nem precisam de declarar.

    Os rendimentos prediais, sendo o apartamento dos dois... é metade de cada um.

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    Visitante mlopes1

    Ola.Vivo e trabalho em França desde 2008 e desde entao tenho declarado os meus impostos em França. Pelo que tenho lido neste forum aparentemente eu deveria ter declarado a minha saida para o estrangeiro nas Finanças...H a algumas semanas a minha mae recebeu uma carta da Gebalis a pedir documentos como declaracao das financas e atestado de bens imoveis. Isso porque receberam uma denuncia  que ela esta a morar numa casa de 3 assoalhadas e eu ja nao moro em Portugal. A minha questao é saber como faço para regularizar a minha situaçao nas finanças... Terei de declarar os rendimentos recebidos no estrangeiro desde 2008? Terei de pagar multas? Desde ja agradeço a sua colaboraçâo .

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites

    Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

    Visitante
    Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
    Responder a este tópico

    ×   Colou conteúdo com formatação.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Foi criada uma pré-visualização automática a partir da ligação que colocou.   Mostrar apenas como ligação

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


    ×
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa