Ir para o conteúdo
davidmleal

Divida Publica - Possivel Solução de redução

Recommended Posts

davidmleal

Já pensei nisto algumas vezes, e não sei porque os estados europeus não implementaram esta medida.

Exemplo : A grecia deve 8.000.000.000 euros das obrigações que vencem em 2012, que estão cotadas no mercado a 40.25%, ou seja, o valor actual dessas obrigações são 3.220.000.000 euros.

Se fosse possivel a grecia comprar todas as essas obrigações, iria ter uma redução de 4.780.000.000 do valor a pagar na maturidade, ou seja, teria uma redução imediata na divida publica sem ter de pagar nada. Evitava em 2012 endividar-se mais 8 mil milhões de euros para pagar as suas obrigações que vencem. Permitia uma redução do valor da intervenção internacional, com as compras massivas do proprio estado o valor das obrigações começavam a valorizar e a confiança nos mercados voltava.

Somente quem vendesse iria ter prejuizo, mas ninguem obriga a vender, agora para os estados e para os contribuintes seria optimo, porque deixavam de dever tanto dinheiro.

Eu sei que pode parecer simplista, mas para que pedir ajuda internacional para pagar a sua divida na totalidade (maturidade), em vez de aproveitar a ajuda internacional para comprar divida antes da maturidade e aproveitar o seu actual preço reduzido.

Claro que um estado comprar divida a cotação começava a subir imediatamente, mas não é isso que pretendemos?????

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
pauloaguia

Se a Grécia tivesse esse dinheiro provavelmente não o teria pedido emprestado em primeiro lugar... Precisava de pedir dinheiro emprestado outra vez - e a taxas mais altas do que as da emissão que estaria a comprar...

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
Visitante Salvador_

Já pensei nisto algumas vezes, e não sei porque os estados europeus não implementaram esta medida.

Exemplo : A grecia deve 8.000.000.000 euros das obrigações que vencem em 2012, que estão cotadas no mercado a 40.25%, ou seja, o valor actual dessas obrigações são 3.220.000.000 euros.

Se fosse possivel a grecia comprar todas as essas obrigações, iria ter uma redução de 4.780.000.000 do valor a pagar na maturidade, ou seja, teria uma redução imediata na divida publica sem ter de pagar nada. Evitava em 2012 endividar-se mais 8 mil milhões de euros para pagar as suas obrigações que vencem. Permitia uma redução do valor da intervenção internacional, com as compras massivas do proprio estado o valor das obrigações começavam a valorizar e a confiança nos mercados voltava.

Somente quem vendesse iria ter prejuizo, mas ninguem obriga a vender, agora para os estados e para os contribuintes seria optimo, porque deixavam de dever tanto dinheiro.

Eu sei que pode parecer simplista, mas para que pedir ajuda internacional para pagar a sua divida na totalidade (maturidade), em vez de aproveitar a ajuda internacional para comprar divida antes da maturidade e aproveitar o seu actual preço reduzido.

Claro que um estado comprar divida a cotação começava a subir imediatamente, mas não é isso que pretendemos?????

Porque a divida no mercado secundário é quase inexistente comparada com a que existe. Sim dá para poupar uns trocos se forem comprar a propria divida ao mercaddo secundário... mas isso é uma ínfima parte da divida total existente.

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoticons maximum are allowed.

×   Foi criada uma pré-visualização automática a partir da ligação que colocou.   Mostrar apenas como ligação

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa