Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • Sign in to follow this  
    diogojcr

    Poupanças (Capital inicial baixo)

    Recommended Posts

    diogojcr

    Boas,

    Sou um leigo em assuntos financeiros venho por isso pedir a vossa ajuda!

    Pretendo no ínicio do mês de Janeiro de 2012 abrir uma conta poupança (ou outro tipo de produto) com cerca de 750/800€ de capital inicial, tendo em conta 4 aspectos:

    - Pretendo fazer reforços mensais na casa dos 50€ (após os primeiros 6 meses esses reforços poderão passar a cerca de 150€ mensais)

    - Pretendo também, durante o 1º ano, fazer um reforço maior de 2500€ de uma só vez

    - Seria óptimo ter a possibilidade de mobilizar o capital antecipadamente, não é essencial mas seria uma mais valia

    - Visto que o capital é tão baixo seria essencial ter poucos ou nenhuns custos de manutenção e afins

    O objectivo é criar um fundo a meias com a namorada para, de futuro, nos ajudar a começar uma vida a 2 com alguma segurança (num prazo de 4-5 anos) e venho perguntar quais as melhores opções para estas condições.

    Cumprimentos,

    Diogo

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    ruicarlov

    Uma ideia seria o poupança protecção do Santander, que é uma conta poupança que paga 4% e permite reforços e mobilizações a qualquer altura. O senão é que precisa de um património de 3500€ para isentar despesas de manutenção.

    Há também uma outra opção, que é o depósito pé-de-meia do PrivatBank. É um depósito a prazo (6 meses ou 1 ano), que permite reforços (mínimo de 20€), que paga 5.25% a 1 ano. No PrivatBank não se pagam custos de manutenção, apenas as transferências interbancárias (1.5€), sendo uma boa opção quando o objectivo é ir apenas amealhando.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    HMac

    O objectivo é criar um fundo a meias com a namorada para, de futuro, nos ajudar a começar uma vida a 2 com alguma segurança (num prazo de 4-5 anos) e venho perguntar quais as melhores opções para estas condições.

    Eu não quero ser arauto da desgraça e muito menos desmancha prazeres, mas como diz o ditado: meias só nos pés.

    Se no fim de casamento as partilhas já dão chatices, se o teu namoro acaba (espero que isso não aconteça) podes vir a ter aí um belo berbicacho para resolver, com a partilha do dinheiro da conta conjunta.

    Por isso, o que te aconselho vivamente é que cada um de vós abra uma conta poupança individualmente.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    jfbbms

    Por acaso do que vejo de hoje em dia, concordo com o diogojcr.

    Porque nao criar uma conta conjunto para despesas da casa e afins se calhar com um valor para isentar de comissoes a conta e mantendo o ordenado individualmente.

    Isto porque ha sempre aquela coisa do : " ah mas gastaste ali e acolá e eu nao gasto etc " . Pode nao ser agora ... mas depois...

    ( sem ofensa ).

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pedro8669

    Por acaso do que vejo de hoje em dia, concordo com o diogojcr.

    Porque nao criar uma conta conjunto para despesas da casa e afins se calhar com um valor para isentar de comissoes a conta e mantendo o ordenado individualmente.

    Isto porque ha sempre aquela coisa do : " ah mas gastaste ali e acolá e eu nao gasto etc " . Pode nao ser agora ... mas depois...

    ( sem ofensa ).

    E pa... vocês são maus.... a pensar assim mais vale o rapaz nem casar.... pois pode divorciar-se logo no regresso da Lua de mel... Pois se calhar até vai ao Brasil e vem de lá com a ideia que está mal servido em casa.... falo por mim....lolololol. Mas não, não me divorciei.... Abraço e ajudem o rapaz nas questões dele....

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Lvsitano

    Já lá vai o tempo em que os casamentos eram para a vida toda, e abria-se conta-conjunta e as coisas corriam sempre bem, especialmente para o homem que era o que usava calças em casa. Hoje em dia as coisas já não são bem assim, por mais que se goste de alguém, é complicado confiar-se o nosso dinheiro. Elas hoje em dia querem mandar em tudo, começa a confusão, acaba-se o casamento e depois é que são elas...

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    jfbbms

    Falando mais a sério e respondendo á pergunta do user ( se calhar nao sou o mais indicado mas cá vai ).

    Se pretendes uma conta a 2, para ir depositando e fazer um pé de meia, existem vários bancos mas tens de ver quais te isentam comissoes e a partir de que valor.

    A caixa geral de depositos, basta teres uma poupança de 4000 euros ( algo perto deste valor ) e nao tens comissoes. os juros é que são um pouco para o baixo

    O bcp, tens isenção se tiveres o ordenado la a cair caso contrario sao 75000 euros ( ultima vez qeu vi ) para isentar.

    O big, nao tens comissao e tem boas taxas de remoneração , no entanto nao é um banco onde faças a vida do quotidiano. É um banco que é para depositar e gerir (aka nao gastar ).

    Por isso a meu ver, depende do que queiras fazer da conta. É algo a criar e nao gastar gerando juros?  é algo que é para despesas dos 2 em relação á casa? Como queres

    estruturar o capital a 2?  ( uma conta poupança + uma conta conjunta para os 2  , ou uma conta poupança conjunta + 1 conta para cada um + 1 conta conjunta? )

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Lvsitano

    Tens o BPI. Se for conta ordenado não pagas comissões nem cartões de débito/crédito. E se o teu património for igual ou superior a 3.000€ estás também automaticamente isento.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    diogojcr

    Eu não quero ser arauto da desgraça e muito menos desmancha prazeres, mas como diz o ditado: meias só nos pés.

    Se no fim de casamento as partilhas já dão chatices, se o teu namoro acaba (espero que isso não aconteça) podes vir a ter aí um belo berbicacho para resolver, com a partilha do dinheiro da conta conjunta.

    Por isso, o que te aconselho vivamente é que cada um de vós abra uma conta poupança individualmente.

    E eu não quero ser arauto do óbvio, mas a minha dúvida prende-se com questões de finanças e não do relacionamento em si, se estás mais à vontade para dar esse tipo de ajuda há concerteza outros forúns onde possas brilhar :) Eu podia ter omitido a minha razão para querer aderir a um produto financeiro ou dizer apenas que pretendia um produto que pudesse ser partilhado que não mudaria em nada o tipo de resposta que procuro.

    Por isso a meu ver, depende do que queiras fazer da conta. É algo a criar e nao gastar gerando juros?  é algo que é para despesas dos 2 em relação á casa? Como queres

    estruturar o capital a 2?  ( uma conta poupança + uma conta conjunta para os 2  , ou uma conta poupança conjunta + 1 conta para cada um + 1 conta conjunta? )

    O dinheiro não será para ser gasto num prazo de pelo menos 4 anos (a não ser que surja uma situação de emergência, daí ser uma mais valia a hipótese de mobilização), o objectivo é mesmo juntar poupanças e fazê-las render o mais possível, contando com um capital inicial na casa dos 800€, um reforço de 2500€ para ser feito para fins de 2012 e reforços constantes (à partida mensalmente) entre os 50 e os 150€.

    Cumprimentos,

    Diogo

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    MiguLuso

    O dinheiro não será para ser gasto num prazo de pelo menos 4 anos (a não ser que surja uma situação de emergência, daí ser uma mais valia a hipótese de mobilização), o objectivo é mesmo juntar poupanças e fazê-las render o mais possível, contando com um capital inicial na casa dos 800€, um reforço de 2500€ para ser feito para fins de 2012 e reforços constantes (à partida mensalmente) entre os 50 e os 150€.

    Cumprimentos,

    Diogo

    Portanto é apenas uma conta poupança? não é preciso nenhum cartão de débito para mover a conta?

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    davidmleal

    Se queres começar com esse montante corres o risco de juros do dep. prazo serem diluidos praticamente em comissões de manutenção da conta.

    Por exemplo, um deposito a prazo a 365 dias com uma taxa 4% para um montante 800 euros, que daria 25.47 em juros liquidos. Em alguns bancos as comissões seriam superiores ao juros.

    Sugestão :

    Se pretendes abrir uma conta bancaria, mesmo assim, então sugiro 3 alternativas :

    - ActivoBank

    - Banco Best

    - Bigonline

    Os dois primeiros não pagas comissões de transferencia.

    Agora estuda os 3 bancos, e vê aquele que faz mais sentido para ti.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    MiguLuso

    Se queres começar com esse montante corres o risco de juros do dep. prazo serem diluidos praticamente em comissões de manutenção da conta.

    Por exemplo, um deposito a prazo a 365 dias com uma taxa 4% para um montante 800 euros, que daria 25.47 em juros liquidos. Em alguns bancos as comissões seriam superiores ao juros.

    Sugestão :

    Se pretendes abrir uma conta bancaria, mesmo assim, então sugiro 3 alternativas :

    - ActivoBank

    - Banco Best

    - Bigonline

    Os dois primeiros não pagas comissões de transferencia.

    Agora estuda os 3 bancos, e vê aquele que faz mais sentido para ti.

    Desculpa lá, so vou completar :)

    Estes 3 bancos são bancos online, não têm balcões fisicos (se não viveres em Leiria, Lisboa, Porto ou Algarve), caso tenhas algum problema terás de falar por mail, chat ou telefone.

    Podes é depositar dinheiro nos balcões e caixas automáticas do Millennium BCP (para o activobank) ou do BES (para o BEST).

    Cumps

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    diogojcr

    Portanto é apenas uma conta poupança? não é preciso nenhum cartão de débito para mover a conta?

    Exacto, não vai ser preciso nenhum cartão, pretendo apenas maneira de, em caso de emergência, poder mobilizar o dinheiro a qualquer momento.

    Se uma conta poupança for realmente a melhor opção, a minha dúvida é: que conta e em que banco (a minha conta à ordem está na CGD).

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Lvsitano

    A Poupança Objectivo do ActivoBank7 permite reforços e dá uma TANB de 4% entre 90 e 1800 dias. Penso que a par da Money Box do banco Invest seja a melhor opção.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    ruicarlov

    O MoneyBox está fora de questão se não tiver 5000€ para abrir e activar uma conta no Invest.

    Além disso o Invest tem poucos balcões, tal como o PrivatBank que falei, pelo que só serão convenientes morando em Lisboa ou Porto.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    JRJordao

    Quanto ao Invest não sei, mas no caso do Privat basta ir lá uma vez abrir a conta (e outra fechar  :) ). Tenho conta desde 2008 e ainda não precisei de lá voltar, faço tudo via internet e (ocasionalmente) telefone.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    ruicarlov

    Pois, claro, por telefone também dá  ;). O Invest é a mesma coisa. Por exemplo, para comprar obrigações, até me recomendaram fazer por telefone que conseguia melhores condições. Para DPs faz-se tudo bem pela Net.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites

    Join the conversation

    You are posting as a guest. If you have an account, sign in now to post with your account.
    Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

    Guest
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

    Sign in to follow this  

    ×
    ×
    • Create New...
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa