Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • Sign in to follow this  
    Guest manuel pereira

    referendo grego

    Recommended Posts

    Guest manuel pereira

    bom dia a todos!

    Gostava que comentassem as implicações do referendo grego ( caso o não venha a ganhar no referendo), para os bancos portugueses,assim como para  Portugal.-

    As nossas poupanças nos bancos Portugueses estarão em risco,por falta de liquidez dos n/ bancos,quando as quizermos levantar?

    Será melhor ir tirando o dinheiro das poupanças dos bancos, para o caso do referendo for Não?

    Transferir para outros bancos nacionais menos afectados pela divida Grega ou para bancos estrangeiros?

    Aplicar o din heiro das poupanças que temos nos bancos nacionais, noutras moedas alem do euro , por exº. USD/CHF/Libra ?

    São questões que ando a algum tempo a cismar,e não consigo chegar a alguma conclusão, isto deixa-me bastante confuso.

    O que pensam  sobre isto tudo,pois é traumatizante andar uma pessoa a poupar uma vida inteira,para ter uma velhice mais confortavel e depois ficar sem o dinheiro que economizou.Pois penso que tudo vai ser possivel,desde o fim da UE (fim da moeda euro),saída da Grecia da zona Euro,e neste caso Portugal tem muitas hipoteses de ser o proximo  candidato à saída do Euro, ou então vão reformular toda a politica que deu origem a esta união económica,etcª, isto é uma incognita, que não sei se a Alemanha

    e a França (lideres) terão capacidade e interesse para resolver.

    Como disse estou assustado com tudo isto, e Vós caros amigos?

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    ruicarlov

    Não creio que o 'não' do referendo grego nos afecte assim tão repentinamente e com essa magnitude. Afinal, mesmo que o 'sim' ganhe, os bancos vão ter de perdoar 50% da dívida, e não é por isso que vão logo todos à falência.

    Pode sim dar origem a uns tempos complicados a níveis económicos, caso não se chegue a novo acordo e a grécia saia do euro. Isto abre precendentes para que o contágio possa chegar a Portugal, mas não implica que vamos logo a seguir por arrasto. Como disse, isto não ocorre de um dia para o outro. Portanto nada de decisões precipitadas e opte por ir vendo como se desenrola a situação.

    Se virmos as coisas ficarem muito negras para nós então voltaremos a ter esta conversa  ;)

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Apogeu

    Na minha opinião, o referendo vai morrer logo à nascença, i.e., não vai ser aprovado pelo parlamento.

    Provavelmente vai haver eleições antecipadas na Grécia ou o Presidente grego formará um Governo de Unidade Nacional.

    Posso estar enganado, mas é o que eu penso desta matéria já que a saída da Grécia do Euro é pior do que ficar nele.

    A saída do Euro, para não ter um impacto catastrófico para a Grécia, não pode ser feito de um dia para o outro. Muito menos com a situação da Grécia que não tem liquidez para satisfazer as suas próprias necessidades internas (já nem falo dos juros externos). O país seria isolado e afastado da União Europeia, com consequentes embargos que o deixaria pior que um país de terceiro mundo.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites

    Join the conversation

    You are posting as a guest. If you have an account, sign in now to post with your account.
    Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

    Guest
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

    Sign in to follow this  

    ×
    ×
    • Create New...
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa