Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • Sign in to follow this  
    pventura

    crédito habitação / IRS

    Recommended Posts

    pventura

    boa noite! será que alguém aqui no forum me pode esclarecer sobre o seguinte:

    hoje disseram me que contrair um crédito habitação pode ser uma forma de poupar dinheiro uma vez que se consegue um maior reembolso do IRS (compensando os juros a pagar pelo CH). será mesmo assim? alguém me pode esclarecer como fazer estas contas?

    obrigado

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pauloaguia

    Regra geral o reembolso que se tem em sede de IRS é bastante inferior ao que se paga de juros. Contrair um crédito habitação só para esse efeito é capaz de não ser assim tão económico como possa parecer a algumas pessoas (até porque há toda uma série de comissões a pagar só pela constituição do empréstimo).

    Além disso, a tendência nos dias que correm, é de esta dedução deixar de ser possível aos escalões mais altos (não sei se é o caso). Outro fator a ter em conta é que só é possível a dedução se o empréstimo for para habitação própria e permanente (do próprio ou de eventual inquilino, caso a casa seja arrendada). Para comprar uma segunda casa, por exemplo, já não serve.

    Seja como for, a forma de fazer as contas para calcular a dedução podes encontrá-la em http://www.millenniumbcp.pt/site/conteudos/60/6015/601525/article.jhtml?articleID=3950

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pventura

    obrigado pela reposta pauloaguia,

    sim, as contas não são fáceis de fazer, pelo que li, existem muitas despesas a considerar e as possíveis variações nas taxas do CH também não ajuda. talvez o melhor será mesmo contrair o menor montante possível para o efeito.

    cump.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Roger
    A 2011-9-14 às 11:46, pauloaguia disse:

    Regra geral o reembolso que se tem em sede de IRS é bastante inferior ao que se paga de juros. Contrair um crédito habitação só para esse efeito é capaz de não ser assim tão económico como possa parecer a algumas pessoas (até porque há toda uma série de comissões a pagar só pela constituição do empréstimo).

     

    Além disso, a tendência nos dias que correm, é de esta dedução deixar de ser possível aos escalões mais altos (não sei se é o caso). Outro fator a ter em conta é que só é possível a dedução se o empréstimo for para habitação própria e permanente (do próprio ou de eventual inquilino, caso a casa seja arrendada). Para comprar uma segunda casa, por exemplo, já não serve.

     

    Seja como for, a forma de fazer as contas para calcular a dedução podes encontrá-la em http://www.millenniumbcp.pt/site/conteudos/60/6015/601525/article.jhtml?articleID=3950

    Isso da dedução já não está em vigor... certo?

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites

    Join the conversation

    You are posting as a guest. If you have an account, sign in now to post with your account.
    Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

    Guest
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

    Sign in to follow this  

    ×
    ×
    • Create New...
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa