Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • Sign in to follow this  
    zuck

    Compra viatura com defeito

    Recommended Posts

    zuck

    Boa tarde, no ano de 2009, mês 07, comprei vitura usada em concessionário da marca e sem averbamento e com a garantia que a lei confere a este tipo de transações (2 anos). Desde há alguns meses que a vitura tem barulho  (pancada) ao travar, e já foi vista e sujeita a várias intervenções do concessionário, que no mês passado me informou por email que o barulho não tinha solução, pois é uma caracteristica (para mim é um defeito) do modelo em questão e como tal sem solução.

    Com base nesta informação, solicitei a anulação de negócio, com a entrega da viatura e devolução do valor pago na compra (total).

    Esta troca de correspondência electrónica tem sido efectuada com conhecimentp à marca, que optou por não se pronunciar.

    A minha questão é: Posso pedir a anulação do negócio? em que condições? (a viatura já tem mais km, mas por outro lado eu já tive com esta situação aborrecimentos e perda de tempo qb.).

    Obrigado

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    José Ribeiro

    Se está dentro da garantia, e já teve mais de 3 intervenções na concessionária sem sucesso, nada como pedir o livro de reclamações e expor a situação o mais pormenorizada possível com datas concretas (compra e intervenções).

    Se não atenderem as suas pretensões, tem a possibilidade de recorrer à mediação da DECO (gratuita para associados) e como último recurso a barra dos Tribunais e nesse caso terá de contratar advogado!...

    Não deixe passar muito mais tempo e exponha o assunto presencialmente!...

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    zuck

    Boa tarde, já expliquei várias vezes e pessoalmente. Já tive inclusivamente uma reunião com 1 dos administradores, que até agora não tomou qualquer posição, nem sequer responde aos contactos por email.

    Estava a pensar enviar carta registada com AR, para a "Administração" dando um prazo de 15 dias para resolução amigável, findo esse prazo, passaria para o advogado e ....

    Continuo a circular com a vistura, pois só tenho esta. Devo parar a mesma? Se o fizer fico sem carro....

    Obrigado

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    José Ribeiro

    Boa tarde, já expliquei várias vezes e pessoalmente. Já tive inclusivamente uma reunião com 1 dos administradores, que até agora não tomou qualquer posição, nem sequer responde aos contactos por email.

    Estava a pensar enviar carta registada com AR, para a "Administração" dando um prazo de 15 dias para resolução amigável, findo esse prazo, passaria para o advogado e ....

    Continuo a circular com a vistura, pois só tenho esta. Devo parar a mesma? Se o fizer fico sem carro....

    É para esse tipo de casos, administrador que não toma qualquer posição, que serve o livro de reclamações.

    A carta com aviso de recepção dando um prazo de 15 dias para a resolução do "contencioso", também é uma boa prática.

    Como disse anteriormente, tem a DECO e depois a via das barras (terá de contratar advogado). Não deixe é passar muito tempo!...

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites

    Join the conversation

    You are posting as a guest. If you have an account, sign in now to post with your account.
    Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

    Guest
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

    Sign in to follow this  

    ×
    ×
    • Create New...
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa