Ir para o conteúdo
FL78

Dúvidas União Facto

Recommended Posts

FL78

Boa tarde,

Vivo em união de facto há mais de 2 anos, temos um filho em conjunto, no entanto ainda não mudei de residência fiscal, posso entregar a declaração em conjunto ou terei de o fazer em separado?

Se tiver de o fazer em separado, posso colocar na declaração que tenho um descendente? e a minha companheira também o pode fazer? ou apenas um de nós o poderá fazer?

O local onde moramos é arrendado, e o contrato está em nome dos dois, no caso de termos de entrar a declaração de IRS em separado, quem poderá colocar os recibos da renda na sua declaração, os dois a meias ou apenas um de nós, independentemente do nome que aparece nos recibos da renda?

Obrigado

FL

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
pauloaguia

Declaração em separado.

O dependente só pode constar numa das declarações (tipicamente compensa escolher a do que ganhar mais, mas é uma questão de fazerem a simulação).

As rendas podem ser declaradas a meias - embora fosse desejável que houvesse recibos para os dois...

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
FL78

Obrigado pela rápida resposta, no entanto necessitava de mais alguns esclarecimentos.

Eu desde que fui pai estou a descontar como tendo um descente, sendo que apenas um dos pais pode incluir a criança na sua declaração de rendimentos, se eu optar por não incluir o meu filho na minha, posso ter algum tipo de problemas com o fisco?

Outra dúvida advém da sugestão de escolher o pai que tiver o maior ordenado, no ano passado foi a minha companheira e ela incluiu o filho na sua declaração, este ano sou eu; se eu colocar o meu filho na minha declaração e a minha companheira não o fizer na sua declaração, vai causar-lhe problemas? visto num ano ter um filho e no ano seguinte não o ter, mas descontando como o tendo?

Obrigado.

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
pauloaguia

Eu desde que fui pai estou a descontar como tendo um descente, sendo que apenas um dos pais pode incluir a criança na sua declaração de rendimentos, se eu optar por não incluir o meu filho na minha, posso ter algum tipo de problemas com o fisco?

Não creio, até porque o acerto de contas é sempre feito agora. Quando muito vais ter um reembolso mais baixo ou pagar mais do que se estivesses a fazer retenção pela coluna sem descendentes.

De qualquer forma, convém regularizar essa situação com a entidade patronal quando for possível...

Outra dúvida advém da sugestão de escolher o pai que tiver o maior ordenado, no ano passado foi a minha companheira e ela incluiu o filho na sua declaração, este ano sou eu; se eu colocar o meu filho na minha declaração e a minha companheira não o fizer na sua declaração, vai causar-lhe problemas? visto num ano ter um filho e no ano seguinte não o ter, mas descontando como o tendo?

Supondo que nenhum dos pais tem mais poder paternal do que o outro, estou tentado a dizer-te que podes declarar cada ano em seu lado, conforme a vossa preferência. Mas não tenho a certeza...  :-\

É uma questão a colocar às Finanças...

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoticons maximum are allowed.

×   Foi criada uma pré-visualização automática a partir da ligação que colocou.   Mostrar apenas como ligação

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa