Ir para o conteúdo
Nitat

"erro" do banco!Como resolver?

Recommended Posts

Nitat

Bom dia. Não percebo muito destas contas de juros e afins e preciso de ajuda.

Tenho um empréstimo bancário bonificado com taxa indexada à Euribor a 6 meses e o spred é de 2,25 ou 1,9 se cumprirmos três de um grupo de condições que vêm descritas no contrato.

O assunto não se pode explicar resumidamente mas, mesmo tendo cumprido as condições, o spred foi agravado durante 3 ou 4 meses (de 1,9 para 2,25) porque entretanto reclamamos. Agora como repor este "erro"? Não foi o único abuso mas este é o mais complicado para mim de verificar se a correcção do erro foi feita realmente. Como se calcula isto? Pois já não dá para confiar nas contas feitas pelo banco (reembolsaram 3x7€) . Podem ajudar-me? Quais são as informações de que precisam? Até porque este agravamento no spred fez com que houvesse menos abatimento na dívida total e o prejuízo parece-me bem maior do que aquele que foi calculado pelo banco. Eles limitaram-se a fazer uma diferença entre o valor da prestação com o spred agravado e o valor da prestação do semestre anterior(em que a taxa era mais elevada, claro)!

Laura

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
José Ribeiro

Tenho um empréstimo bancário bonificado com taxa indexada à Euribor a 6 meses e o spred é de 2,25 ou 1,9 se cumprirmos três de um grupo de condições que vêm descritas no contrato.

O assunto não se pode explicar resumidamente mas, mesmo tendo cumprido as condições, o spred foi agravado durante 3 ou 4 meses (de 1,9 para 2,25) porque entretanto reclamamos.

Agora como repor este "erro"?

Não foi o único abuso mas este é o mais complicado para mim de verificar se a correcção do erro foi feita realmente.

Como se calcula isto? Pois já não dá para confiar nas contas feitas pelo banco (reembolsaram 3x7€) . Podem ajudar-me? Quais são as informações de que precisam? Até porque este agravamento no spred fez com que houvesse menos abatimento na dívida total e o prejuízo parece-me bem maior do que aquele que foi calculado pelo banco.

Eles limitaram-se a fazer uma diferença entre o valor da prestação com o spred agravado e o valor da prestação do semestre anterior(em que a taxa era mais elevada, claro)!

Houve agravamento durante 3 meses. Eles enganaram-se e corrigiram após reclamação.

Continua com dúvidas?

Uma possibilidade, é utilizar a ferramenta disponibilizada pelo pauloaguia e verificar mês a mês se o valor da prestação bate certo.

Outra possibilidade é pedir o extracto das prestações pagas com os dados e as amortizações efectuadas nos juros e no capital amortizado!...

Se tiver dúvidas disponibilize dados que alguêm a elucidará!...  ;)

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
Nitat

O que eu pretendo é que o banco reponha o prejuízo que causou e não me parece que o tenha feito correctamente. O que me leva a desconfiar que haja aqui algo errado porque se eu que não percebo muito disto posso ver "facilmente" (com algum tempo perdido) que foram 4 meses que o spreed esteve agravado (basta consultar os extractos bancários), o banco deverá saber muito melhor do que nós e disse-nos que foram 3!

Também não me parece que se resolva isto fazendo a diferença entre a prestação com o spreed agravado e a prestação do semestre anterior por várias razões, entre elas estão: a diferença da taxa nos dois semestres, a diferença dos juros que foram cobrados a mais e diferença da amortização do capital, pois devia ter sido amortizado mais capital do que realmente foi, já para não dizer que este erro vai ter implicações ao longo de todo o empréstimo, não é verdade? Ou estarei enganada?

Agora, eu não sou capaz de calcular estas coisas e não me parece que o banco esteja interessado neste trabalho extra, como já tem demonstrado.

Se alguém estiver interessado em ajudar eu posso facultar os dados necessários e o extracto onde se podem ver os juros cobrados e a amortização do capital. Só têm de me dizer o que realmente precisam para poderem fazer as contas, como e para onde envio os dados necessários e eu ficarei imensamente agradecida.

Laura

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
pauloaguia

Nitat essas coisas não são realmente fáceis de calcular mas o documento Excel que indiquei em cima faz as contas todas por ti.

Apenas precisas de lhe indicar, como condições iniciais, para a última revisão da taxa antes da troca, qual a data dessa revisão, qual era o capital em dívida, quantas prestações faltavam e a taxa em vigor.

Compara com as informações prestadas pelo banco se o valor da prestação é o que devia ser - se sim, quer dizer que meteste tudo direito.

Depois, na coluna "Alterações / Taxa de Juro" (coluna M) ir indicando as alterações da taxa, conforme o que devia ser.

Finalmente comparar os valores da coluna prestação mensal ou capital em dívida com as informações que te são dadas pelo banco.

É que se tens razão quando dizes que não basta o banco devolver a diferença, também tens que confirmar se ele fez automaticamente a correcção do capital em dívida ou não - muitas vezes fazem-no, não gostam de ter o BdP à perna...

E se o fez, então a situação está regularizada...

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
Nitat

Paulo queria agradecer-lhe muito. O programa foi uma grande ajuda. Em relação ao capital bate certo mas não posso comparar os juros porque o empréstimo é bonificado. Verifiquei que não houve a correcção do capital em dívida mas só a correcção do spreed… Agora o que é que eu devo fazer? O que é que o banco deve fazer para repor a situação?

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
pauloaguia

Paulo queria agradecer-lhe muito. O programa foi uma grande ajuda. Em relação ao capital bate certo mas não posso comparar os juros porque o empréstimo é bonificado. Verifiquei que não houve a correcção do capital em dívida mas só a correcção do spreed… Agora o que é que eu devo fazer? O que é que o banco deve fazer para repor a situação?

Voltas ao banco exactamente com a argumentação que fizeste aqui, pedindo que o banco reponha o plano de pagamentos no que estaria se não tivesse havido as trocas de spread. Nota: é possível que ao fazer o acerto de contas tenhas que pagar qualquer coisa que não pagaste entretanto, depende de quais foram efectivamente os erros cometidos.

Em último caso, o livro de reclamações não é só para enfeitar...

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoticons maximum are allowed.

×   Foi criada uma pré-visualização automática a partir da ligação que colocou.   Mostrar apenas como ligação

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa