Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • Proposta de emprego - Falsos recibos verdes


    Recommended Posts

    Manuel Jero

    Olá a todos,

    Estou numa situação estranha, uma empresa quer "empregar-me" mas não quer fazer contrato até o meu antigo empregador (no estrangeiro) lhe facultar os dados pedidos (verificação de referências). Então propuseram-me fazer um contrato de consultor por 6 meses e com um salário de aprox. 2000€ mensais pagos a 12 meses e sem férias pagas até confirmarem que "sou de confiança" e supostamente depois fariam-me contrato por conta de outrem.
    No entanto, estou às ordens deles e faço 40 horas semanais, e trabalho no escritório deles ou em casa (dependendo do estado da pandemia).

    Eu já aceitei a proposta mas não foi nada formalizado ainda. Quando aceitei a proposta na semana passada, desconhecia a existência de "falsos recibos verdes" até porque estive no estrangeiro durante alguns anos, já nem me lembrava disto.

    Aqui tenho 2 opções:
    1 - Negociar já com o empregador falando sobre a ilegalidade ainda antes de começar a trabalhar para eles.
    2 - Aceitar e esperar que me façam um contrato.

    Relativamente à opção 2 não tenho forma de determinar se estão a fazer bluff ou não. Podem dizer que fazem contrato e depois não fazem, mas suponho que no fim tenham que me pagar uma indemnização, certo?

    Não sei bem o que fazer, alguém já esteve nesta situação?

    Nota: não estou isento de SS, mas estou isento de IVA (para já).

    Obrigado

    Link to post
    Share on other sites
    Wakka
    há 22 horas, Manuel Jero disse:

    Olá a todos,

    Estou numa situação estranha, uma empresa quer "empregar-me" mas não quer fazer contrato até o meu antigo empregador (no estrangeiro) lhe facultar os dados pedidos (verificação de referências). Então propuseram-me fazer um contrato de consultor por 6 meses e com um salário de aprox. 2000€ mensais pagos a 12 meses e sem férias pagas até confirmarem que "sou de confiança" e supostamente depois fariam-me contrato por conta de outrem.
    No entanto, estou às ordens deles e faço 40 horas semanais, e trabalho no escritório deles ou em casa (dependendo do estado da pandemia).

    Eu já aceitei a proposta mas não foi nada formalizado ainda. Quando aceitei a proposta na semana passada, desconhecia a existência de "falsos recibos verdes" até porque estive no estrangeiro durante alguns anos, já nem me lembrava disto.

    Aqui tenho 2 opções:
    1 - Negociar já com o empregador falando sobre a ilegalidade ainda antes de começar a trabalhar para eles.
    2 - Aceitar e esperar que me façam um contrato.

    Relativamente à opção 2 não tenho forma de determinar se estão a fazer bluff ou não. Podem dizer que fazem contrato e depois não fazem, mas suponho que no fim tenham que me pagar uma indemnização, certo?

    Não sei bem o que fazer, alguém já esteve nesta situação?

    Nota: não estou isento de SS, mas estou isento de IVA (para já).

    Obrigado

    Essa desculpa não pega. Podiam perfeitamente fazer um contrato sem termo com 180 dias de experiência, proponha isto. A desculpa de esperar para receber referencias é demasiado esfarrapada pois se assim fosse nem o teriam contratado antes de receber essas referências, se são assim tão desconfiados ou o cargo requer tanta confiança, geralmente esses pedidos fazem-se antes do trabalhador meter os pés na empresa. Nestes casos não se fazem contratos ou propostas de contrato sem as recomendações estarem em cima da mesa.

    Além do mais, quanto tempo demorará uma pessoa a recomendar? Já precisei de ser recomendado 2 vezes no passado em em menos de 24h obtive a carta de recomendação.

    Quanto à opção dois, se deixar andar e estiverem mesmo a fazer bluff mais vale é esquecer, pode denunciar o que quiser, neste pais estes casos ficam parados durante anos. A uma colega minha ficaram-lhe a dever cerca de 5000€ da Altran na altura em que saiu (e tinha contrato), mas como ficaram aziados com a saída dela, recusaram-se a pagar. E a Altran é uma empresa +- reconhecida apesar de os seus consultores fazerem muita porcaria...

    Link to post
    Share on other sites
    Manuel Jero
    A 13/03/2021 às 17:40, Wakka disse:

    Essa desculpa não pega. Podiam perfeitamente fazer um contrato sem termo com 180 dias de experiência, proponha isto. A desculpa de esperar para receber referencias é demasiado esfarrapada pois se assim fosse nem o teriam contratado antes de receber essas referências, se são assim tão desconfiados ou o cargo requer tanta confiança, geralmente esses pedidos fazem-se antes do trabalhador meter os pés na empresa. Nestes casos não se fazem contratos ou propostas de contrato sem as recomendações estarem em cima da mesa.

    Além do mais, quanto tempo demorará uma pessoa a recomendar? Já precisei de ser recomendado 2 vezes no passado em em menos de 24h obtive a carta de recomendação.

    Quanto à opção dois, se deixar andar e estiverem mesmo a fazer bluff mais vale é esquecer, pode denunciar o que quiser, neste pais estes casos ficam parados durante anos. A uma colega minha ficaram-lhe a dever cerca de 5000€ da Altran na altura em que saiu (e tinha contrato), mas como ficaram aziados com a saída dela, recusaram-se a pagar. E a Altran é uma empresa +- reconhecida apesar de os seus consultores fazerem muita porcaria...

    Obrigado pela opinião. Mas porque motivo não querem fazer contrato? Será que tencionam não pagar, é isso?
    Atenção que ainda por cima entreguei uma carta de promoção e nessa carta indica que sou valorizado.

    Entretanto recebi uma proposta da empresa Y e esses oferecem contrato a termo incerto mas o salário é mais baixo e fica bastante mais longe de casa. Estou a achar suspeito é o facto desta empresa Y estar com tanta pressa para me contratar e apesar de me terem proposto um teste de competências na primeira entrevista, depois disseram-me que já não é necessário desde que eu tivesse disponibilidade imediata.

    Eu só preferia ficar na empresa X (a que me quer a recibos verdes) pelo facto de o salário ser mais e alto e ser mais perto de casa (admito que é muito conveniente).

    Não sei bem o que propor à empresa X, devia exigir-lhes contrato e não aceitar de todo os recibos verdes, é isso?

    Link to post
    Share on other sites
    Wakka
    há 1 hora, Manuel Jero disse:

    Obrigado pela opinião. Mas porque motivo não querem fazer contrato? Será que tencionam não pagar, é isso?
    Atenção que ainda por cima entreguei uma carta de promoção e nessa carta indica que sou valorizado.

    Entretanto recebi uma proposta da empresa Y e esses oferecem contrato a termo incerto mas o salário é mais baixo e fica bastante mais longe de casa. Estou a achar suspeito é o facto desta empresa Y estar com tanta pressa para me contratar e apesar de me terem proposto um teste de competências na primeira entrevista, depois disseram-me que já não é necessário desde que eu tivesse disponibilidade imediata.

    Eu só preferia ficar na empresa X (a que me quer a recibos verdes) pelo facto de o salário ser mais e alto e ser mais perto de casa (admito que é muito conveniente).

    Não sei bem o que propor à empresa X, devia exigir-lhes contrato e não aceitar de todo os recibos verdes, é isso?

    Talvez não queiram pagar sim. É uma empresa pequena ou alguma empresa de renome?
    Não digo exigir mas talvez numa conversa tentar sugerir o contrato sem termo e com experiencia a 6 meses, se bem que os 180 dias depende do cargo.

    Se prefere a empresa X, aceite, ninguém sabe o futuro, talvez até estejam a ser honestos...eu desconfio sempre porque sei como são a maioria das empresas...mas há sempre outliers. 

    Link to post
    Share on other sites
    Manuel Jero
    Posted (edited)
    há 5 horas, Wakka disse:

    Talvez não queiram pagar sim. É uma empresa pequena ou alguma empresa de renome?
    Não digo exigir mas talvez numa conversa tentar sugerir o contrato sem termo e com experiencia a 6 meses, se bem que os 180 dias depende do cargo.

    Se prefere a empresa X, aceite, ninguém sabe o futuro, talvez até estejam a ser honestos...eu desconfio sempre porque sei como são a maioria das empresas...mas há sempre outliers. 

    É uma empresa pequena mas Canadiana (com uma unipessoal cá). Também tem um fábrica no Canadá. Sendo o CEO norte-americano esperava outro tipo de mentalidade.
    Eu não me importo de estar a recibos verdes mas claro que tenho que ter a minha autonomia e trabalhar no horário que eu quiser.

    Pelo que percebi, eles só me querem porque tenho experiência numa determinada área e sou bilingue. Mas pelo percebi poderão não ter carga de trabalho suficiente para mim, depois de eles lançarem o novo produto no mercado.

    No email que vou enviar, também não sei se devo mencionar a oferta da companhia Y de forma a pressioná-los um pouco...🤔

    Edited by Manuel Jero
    Link to post
    Share on other sites
    Manuel Jero

    UPDATE:

    Falei com eles e estabeleci as minhas condições como consultor. Estão sempre a dizer que me querem na empresa e que precisam de mim bla bla bla mas estão a demorar a formalizar e isso está a afetar-me. A empresa Y entretanto já colocou outro candidato.
    No caso de eles desistirem da ideia, posso pedir indemnização usando os emails como prova?

    Link to post
    Share on other sites

    Join the conversation

    You are posting as a guest. If you have an account, sign in now to post with your account.
    Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

    Guest
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

    ×
    ×
    • Create New...