Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • Despedimento ilicito


    Recommended Posts

    Atrodrigues

    Boa noite,

    Exponho a minha situação:

    Por me obrigarem trabalhar 50h semanais e reclamar, fui verbalmente despedida no dia 14 de Agosto e, depois de muito insistir, recebi a comunicação escrita por e-mail no dia 24 de Agosto em que me despediam sem justa causa a partir desse mesmo dia.

    No entanto, depois de fazerem as contas, de verem quanto teriam que pagar-me e que teriam que devolver os subsídios de apoio à retoma à actividade (devido ao Covid), em que se comprometeram a não despedir, retrataram-se e falaram comigo e voltei ao serviço a 1 de Setembro.

    A 29 de Setembro voltam a despedir-me verbalmente e desta vez não me dão nada por escrito. Durante mais de 15 dias pedi por e-mail, carta registada e sms a regularização das contas. Nunca obtive uma só resposta. 

    No dia 15 de Outubro recebo uma carta do advogado a dizer que nunca tinha sido imitido um despedimento por escrito e estava despedida por ausência ao trabalho.

    Será que me posso valer da carta de 24 de Agosto para afirmar que sim fui despedida por escrito e sem aviso prévio?

    Obviamente que foi tudo uma artimanha para conseguirem despedir-me com justa causa.

    Obrigada

    Link to post
    Share on other sites

    Join the conversation

    You are posting as a guest. If you have an account, sign in now to post with your account.
    Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

    Guest
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

    ×
    ×
    • Create New...