Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • IBAN errado


    avlis

    Recommended Posts

    Olá boa tarde.

    Há 9 anos que estou legalmente divorciado da minha Ex.Mulher.

    E aos mesmos anos que saí da conta que era comum a nós dois.

    Durante os últimos anos o meu IRS foi submetido com o IBAN da minha conta criada há 9  anos anos atrás, quando me divorciei e saí da conta onde ela constava também.

    Este ano fiquei estupefacto quando vi no  portal das finanças que o  IRS já tinha sido submetido e o pagamento efectuado, e após esperar dois ou três dias e verificar que o valor não tinha entrado na minha  conta como sempre aconteceu nos últimos 9 anos, fui então verificar no Portal das finanças o IBAN, e  reparei que não era o meu IBAN.

    Fui ao Banco e aqui fui informado que o IBAN para onde foi pago o reembolso pertence à minha ex.Mulher!!! Conta que eu deixei de fazer parte e que  o banco confirmou  que eu não fazia parte.

    A minha ansiedade é perceber como foi possível acontecer?

    Será por eu já ter pertencido à conta da minha  ex. e o IBAN fazer parte do registo nas finanças e este ano o IRS automático gerou esse IBAN?

    Ou será o meu maior receio, ter existido alguma maldade???

    Eu pessoalmente nunca alterei o IBAN.

    E agora,tendo em conta que não existe relação alguma com a minha ex.como posso fazer para reaver o valor do meu IRS?

    POR FAVOR, PRECISO DE AJUDA.

    Obrigado

    SAUDAÇÕES

    Link to post
    Share on other sites
    Miguel Costa
    há 20 minutos, avlis disse:

    Olá boa tarde.

    Há 9 anos que estou legalmente divorciado da minha Ex.Mulher.

    E aos mesmos anos que saí da conta que era comum a nós dois.

    Durante os últimos anos o meu IRS foi submetido com o IBAN da minha conta criada há 9  anos anos atrás, quando me divorciei e saí da conta onde ela constava também.

    Este ano fiquei estupefacto quando vi no  portal das finanças que o  IRS já tinha sido submetido e o pagamento efectuado, e após esperar dois ou três dias e verificar que o valor não tinha entrado na minha  conta como sempre aconteceu nos últimos 9 anos, fui então verificar no Portal das finanças o IBAN, e  reparei que não era o meu IBAN.

    Fui ao Banco e aqui fui informado que o IBAN para onde foi pago o reembolso pertence à minha ex.Mulher!!! Conta que eu deixei de fazer parte e que  o banco confirmou  que eu não fazia parte.

    A minha ansiedade é perceber como foi possível acontecer?

    Será por eu já ter pertencido à conta da minha  ex. e o IBAN fazer parte do registo nas finanças e este ano o IRS automático gerou esse IBAN?

    Ou será o meu maior receio, ter existido alguma maldade???

    Eu pessoalmente nunca alterei o IBAN.

    E agora,tendo em conta que não existe relação alguma com a minha ex.como posso fazer para reaver o valor do meu IRS?

    POR FAVOR, PRECISO DE AJUDA.

    Obrigado

    SAUDAÇÕES

    Então, mas foi o senhor a submeter o seu IRS, certo? Como é que não verificou o IBAN associado quando submeteu? Se assim foi, o erro é inteiramente seu, só lhe resta pedir à sua ex-mulher que transfira o valor para a sua conta.

    Link to post
    Share on other sites
    P2P Money Maker

    Ao declarar o IRS um dos campos que carecem de confirmação é o IBAN. Este ano em alguns casos foram utilizados IBANS que estavam em sistema e que no passado foram usados.

    Se não viu mas confirmou, a AT cumpiriu a sua obrigação e pagou para o IBAN que você confirmou. 

    Resolva com a sua  ex-mulher alegando enriquecimento sem causa.

    Edited by P2P Money Maker
    Link to post
    Share on other sites
    há 33 minutos, Miguel Costa disse:

    Então, mas foi o senhor a submeter o seu IRS, certo? Como é que não verificou o IBAN associado quando submeteu? Se assim foi, o erro é inteiramente seu, só lhe resta pedir à sua ex-mulher que transfira o valor para a sua conta.

    Boa  noite Miguel Costa.  Agradeço a resposta.

    Como disse, nos últimos 9 anos o IRS veio sempre parar à minha conta. Como tal não  verifiquei o IBAN partindo do princípio que  o IBAN estava correto.

    Duas questões que me estão a  mexer coma cabeça e gostava de ser devidamente informado:

    1º - Será que poderá ter existido maldade, de alguém ter acedido  à minha pagina do portal das finança se alterar o IBAN? Porque eu não alterei.

    2º - Será a minha ex.Mulher tem de devolver-me o respectivo reembolso, ou  só o faz se quiser?

     Obrigado desde  já  a quem correctamente me elucidar.

     

     

    Link to post
    Share on other sites
    há 49 minutos, P2P Money Maker disse:

    Ao declarar o IRS um dos campos que carecem de confirmação é o IBAN. Este ano em alguns casos foram utilizados IBANS que estavam em sistema e que no passado foram usados.

    Se não viu mas confirmou, a AT cumpiriu a sua obrigação e pagou para o IBAN que você confirmou. 

    Resolva com a sua  ex-mulher alegando enriquecimento sem causa.

    P2P Money Maker, muito obrigado pela resposta.

    Espero não seja difícil de eu reaver o Reembolso, uma vez que a relação termino e não ficou relação nenhuma, ou seja impossível de  eu a contactar.

    vou fazê lo através de um Advogado. 

    Mais uma vez Obrigado

    SAUDAÇÕES

    Link to post
    Share on other sites
    Miguel Costa
    há 2 horas, avlis disse:

    P2P Money Maker, muito obrigado pela resposta.

    Espero não seja difícil de eu reaver o Reembolso, uma vez que a relação termino e não ficou relação nenhuma, ou seja impossível de  eu a contactar.

    vou fazê lo através de um Advogado. 

    Mais uma vez Obrigado

    SAUDAÇÕES

    Se a relação terminou, contacte as finanças primeiro (através do e-balcão ou do telefone), pode ser que consigam de alguma forma reverter a situação. 

    Duvido que tenha havido falcatrua no seu caso, já agora, tal como o P2P explicou, alguns IBANs estão errados no sistema, convém verificar sempre, como agora já aprendeu.

    Boa sorte e, já agora, coloque aqui depois como resolveu.

    Link to post
    Share on other sites
    há 14 horas, avlis disse:

    Olá boa tarde.

    Há 9 anos que estou legalmente divorciado da minha Ex.Mulher.

    E aos mesmos anos que saí da conta que era comum a nós dois.

    Durante os últimos anos o meu IRS foi submetido com o IBAN da minha conta criada há 9  anos anos atrás, quando me divorciei e saí da conta onde ela constava também.

    Este ano fiquei estupefacto quando vi no  portal das finanças que o  IRS já tinha sido submetido e o pagamento efectuado, e após esperar dois ou três dias e verificar que o valor não tinha entrado na minha  conta como sempre aconteceu nos últimos 9 anos, fui então verificar no Portal das finanças o IBAN, e  reparei que não era o meu IBAN.

    Fui ao Banco e aqui fui informado que o IBAN para onde foi pago o reembolso pertence à minha ex.Mulher!!! Conta que eu deixei de fazer parte e que  o banco confirmou  que eu não fazia parte.

    A minha ansiedade é perceber como foi possível acontecer?

    Será por eu já ter pertencido à conta da minha  ex. e o IBAN fazer parte do registo nas finanças e este ano o IRS automático gerou esse IBAN?

    Ou será o meu maior receio, ter existido alguma maldade???

    Eu pessoalmente nunca alterei o IBAN.

    E agora,tendo em conta que não existe relação alguma com a minha ex.como posso fazer para reaver o valor do meu IRS?

    POR FAVOR, PRECISO DE AJUDA.

    Obrigado

    SAUDAÇÕES

    Sou casado e não divorciado mas aconteceu-me o mesmo e este ano a minha conta conjunta que já foi fechada há mais de 3 anos voltou a aparecer como a default. Tive de alterá-la na altura da comunicação do agregado familiar. Alguém deve ter ido buscar um backup da base de dados antigo. De qualquer forma cabe-nos a nós confirmar anualmente o IBAN.

    há 13 horas, avlis disse:

    P2P Money Maker, muito obrigado pela resposta.

    Espero não seja difícil de eu reaver o Reembolso, uma vez que a relação termino e não ficou relação nenhuma, ou seja impossível de  eu a contactar.

    vou fazê lo através de um Advogado. 

    Mais uma vez Obrigado

    SAUDAÇÕES

    Eu aconselhava primeiro a falar com as finanças porque de certeza que não foi o primeiro nem será o último este ano que terá este problema. Diria que eles já estarão a par e já terão uma medida de contigência.

    Não faz sentido (ainda) meter advogados ao barulho na minha opinião.

    Link to post
    Share on other sites
    Advogado

    Atenção!

    Sempre que se trate de devoluções , as mesmas devem ser efetuadas diretamente às finanças!

     

    Caso a sua ex entregue o valor a si, o que poderia acontecer era as finanças como podem a todo o momento reparar no erro ( ou com você a queixar-se junto deles) e voltar a solicitar neste caso a sua ex que devolva o valor do irs indevido recebido.

    Mais, não há aqui qualquer crime nem má fé se a sua ex lhe disse que vai entregar ás finanças, e deve ainda ser dado um prazo razoável para que isso aconteça uma vez que as finanças neste momento não estão a funcionar na totalidade e não esqueçamos que o erro inicial foi seu por não ter verificado o IBAN no portal das finanças, por isso parece-me a mim que a sua ex estará alheia a tudo isto.

    Link to post
    Share on other sites
    • 1 month later...
    Guest Helder Miranda
    A 16/05/2020 às 13:32, Advogado disse:

    Atenção!

    Sempre que se trate de devoluções , as mesmas devem ser efetuadas diretamente às finanças!

     

    Caso a sua ex entregue o valor a si, o que poderia acontecer era as finanças como podem a todo o momento reparar no erro ( ou com você a queixar-se junto deles) e voltar a solicitar neste caso a sua ex que devolva o valor do irs indevido recebido.

    Mais, não há aqui qualquer crime nem má fé se a sua ex lhe disse que vai entregar ás finanças, e deve ainda ser dado um prazo razoável para que isso aconteça uma vez que as finanças neste momento não estão a funcionar na totalidade e não esqueçamos que o erro inicial foi seu por não ter verificado o IBAN no portal das finanças, por isso parece-me a mim que a sua ex estará alheia a tudo isto.

    Bom dia,

     

    Acabou de me acontecer o mesmo, usaram a minha conta da Universidade que está fechada e não uso aos anos!!!!

    Confesso que a caixinha de verificação de iban é automatico porque já o faço com a mesma conta e não esperava estar alterada...

    Link to post
    Share on other sites
    • 1 month later...
    Maria José Cruz
    A ‎10‎/‎05‎/‎2020 às 20:35, avlis disse:

    Olá boa tarde.

    Há 9 anos que estou legalmente divorciado da minha Ex.Mulher.

    E aos mesmos anos que saí da conta que era comum a nós dois.

    Durante os últimos anos o meu IRS foi submetido com o IBAN da minha conta criada há 9  anos anos atrás, quando me divorciei e saí da conta onde ela constava também.

    Este ano fiquei estupefacto quando vi no  portal das finanças que o  IRS já tinha sido submetido e o pagamento efectuado, e após esperar dois ou três dias e verificar que o valor não tinha entrado na minha  conta como sempre aconteceu nos últimos 9 anos, fui então verificar no Portal das finanças o IBAN, e  reparei que não era o meu IBAN.

    Fui ao Banco e aqui fui informado que o IBAN para onde foi pago o reembolso pertence à minha ex.Mulher!!! Conta que eu deixei de fazer parte e que  o banco confirmou  que eu não fazia parte.

    A minha ansiedade é perceber como foi possível acontecer?

    Será por eu já ter pertencido à conta da minha  ex. e o IBAN fazer parte do registo nas finanças e este ano o IRS automático gerou esse IBAN?

    Ou será o meu maior receio, ter existido alguma maldade???

    Eu pessoalmente nunca alterei o IBAN.

    E agora,tendo em conta que não existe relação alguma com a minha ex.como posso fazer para reaver o valor do meu IRS?

    POR FAVOR, PRECISO DE AJUDA.

    Obrigado

    SAUDAÇÕES

    Bom dia,

    Aconteceu-me exatamente a mesma situação. 

    O meu ex-marido ficou único titular da conta, que partilhávamos até há 7 anos atrás. E foi nessa conta que foi depositado o meu reembolso deste ano.

    É certo que não conferi corretamente o IBAN mas, usei uma declaração pré-preenchida que deveria, como é costume, replicar os dados do último ano.

    Uso o mesmo IBAN há 7 anos, pelo que é, no mínimo, surpreendente que tenha acontecido esta alteração, que, claramente, não foi solicitada por mim!

    A ter em conta que para qualquer alteração de IBAN, a AT solicita, à entidade bancária, validação da titularidade do beneficiário. Então, que aconteceu no meu caso? AT não solicitou, e avançou sem a necessária validação? ou a entidade bancária deu uma informação errada?

     

    “03-2848 Quando é que fica o IBAN registado na Autoridade Tributária e Aduaneira (AT)?

     

    O registo do IBAN na base de dados da AT é imediato. No entanto, carece sempre de confirmação da titularidade, por parte da entidade bancária.”

     

    Já fiz várias exposições no e-balcão da AT, ainda sem qualquer solução viável.

    Responsabilizam a mim, por não ter verificado os dados, e à entidade bancária, por ter aceite a transferência. Em nenhum momento me explicam quem alterou os meus dados, sem o meu consentimento, nem como foi feita uma transferência para IBAN do qual não sou beneficiária.

    Também já informei o meu ex-marido, mas, até ao momento, não obtive resposta.

    Entretanto, por indicação da DECO, verifiquei os meus dados pessoais e constatei, com espanto, que aqui também tinha sido alterado o IBAN! Já corrigi e recebi, de imediato, o tal aviso relativo à verificação da titularidade! Também alterei a password – mais vale prevenir!!

    Será necessário avançar com um advogado?

    Preciso de ajuda/esclarecimentos!

    Agradecendo toda a atenção que possam dedicar a este meu assunto, apresento os meus cumprimentos,

     

     

    Link to post
    Share on other sites
    A 29/07/2020 às 10:30, Maria José Cruz disse:

    Bom dia,

    Aconteceu-me exatamente a mesma situação. 

    O meu ex-marido ficou único titular da conta, que partilhávamos até há 7 anos atrás. E foi nessa conta que foi depositado o meu reembolso deste ano.

    É certo que não conferi corretamente o IBAN mas, usei uma declaração pré-preenchida que deveria, como é costume, replicar os dados do último ano.

    Uso o mesmo IBAN há 7 anos, pelo que é, no mínimo, surpreendente que tenha acontecido esta alteração, que, claramente, não foi solicitada por mim!

    A ter em conta que para qualquer alteração de IBAN, a AT solicita, à entidade bancária, validação da titularidade do beneficiário. Então, que aconteceu no meu caso? AT não solicitou, e avançou sem a necessária validação? ou a entidade bancária deu uma informação errada?

     

    “03-2848 Quando é que fica o IBAN registado na Autoridade Tributária e Aduaneira (AT)?

     

    O registo do IBAN na base de dados da AT é imediato. No entanto, carece sempre de confirmação da titularidade, por parte da entidade bancária.”

     

    Já fiz várias exposições no e-balcão da AT, ainda sem qualquer solução viável.

    Responsabilizam a mim, por não ter verificado os dados, e à entidade bancária, por ter aceite a transferência. Em nenhum momento me explicam quem alterou os meus dados, sem o meu consentimento, nem como foi feita uma transferência para IBAN do qual não sou beneficiária.

    Também já informei o meu ex-marido, mas, até ao momento, não obtive resposta.

    Entretanto, por indicação da DECO, verifiquei os meus dados pessoais e constatei, com espanto, que aqui também tinha sido alterado o IBAN! Já corrigi e recebi, de imediato, o tal aviso relativo à verificação da titularidade! Também alterei a password – mais vale prevenir!!

    Será necessário avançar com um advogado?

    Preciso de ajuda/esclarecimentos!

    Agradecendo toda a atenção que possam dedicar a este meu assunto, apresento os meus cumprimentos,

     

     

    Leu as respostas anteriores?

    O mais fácil será o seu ex-marido devolver o valor às Finanças.

    Quanto ao caso, apesar de ser erro das finanças você é "culpada" por ter confirmado um IBAN errado. A confirmação serve precisamente para prevenir estes erros.

    Relativamente à confirmação da entidade bancária tal não aconteceu porque o IBAN já tinha sido confirmado -no seu caso - há 7 anos atrás, e foi apenas recuperado por um erro de extração, backup de bases de dados ou algo assim do género. Um erro de IT diria eu.

    Que tipo de resposta as Finanças lhe têm dado? Pensei que por esta altura já tivessem um plano de contingência para esta situação.

    Link to post
    Share on other sites
    Miguel Costa
    A 29/07/2020 às 10:30, Maria José Cruz disse:

    Responsabilizam a mim, por não ter verificado os dados, e à entidade bancária, por ter aceite a transferência. Em nenhum momento me explicam quem alterou os meus dados, sem o meu consentimento, nem como foi feita uma transferência para IBAN do qual não sou beneficiária.

    As pessoas são responsáveis por verificar os dados TODOS antes de submeter a declaração de IRS, mas o erro ia ser das finanças, está certo. Ainda falam em advogados, quando a culpa é somente delas próprias, não sei que diga deste povo tão ingénuo, para não dizer ignorante.

    • Upvote 1
    • Downvote 1
    Link to post
    Share on other sites
    Maria José Cruz
    há 12 horas, Wakka disse:

    Leu as respostas anteriores?

    O mais fácil será o seu ex-marido devolver o valor às Finanças.

    Quanto ao caso, apesar de ser erro das finanças você é "culpada" por ter confirmado um IBAN errado. A confirmação serve precisamente para prevenir estes erros.

    Relativamente à confirmação da entidade bancária tal não aconteceu porque o IBAN já tinha sido confirmado -no seu caso - há 7 anos atrás, e foi apenas recuperado por um erro de extração, backup de bases de dados ou algo assim do género. Um erro de IT diria eu.

    Que tipo de resposta as Finanças lhe têm dado? Pensei que por esta altura já tivessem um plano de contingência para esta situação.

    Bom dia,

    Agradeço os seus contributos. Já tenho reunião agendada com AT para resolução da situação.

    Obrigada e bom fim-de-semana

    Link to post
    Share on other sites

    Join the conversation

    You are posting as a guest. If you have an account, sign in now to post with your account.
    Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

    Guest
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

    ×
    ×
    • Create New...