Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • taranta

    Aumento dos combustiveis e a grande roubalheira

    Recommended Posts

    taranta

    Os combustiveis estão a subir constantemente, desde o inicio do ano o gasolina já subiu 21% e o gasoleo 10%.

    Sabem porque é que a gasolina subiu bastante mais que o gasoleo? È porque os consumidores da gasolina não tem voz, enchem e pagam. As gasolineiras não se esquecem da paralização dos camionistas, que pararam o país. Assim, aumentam a gasolina muito mais, pois sabem que o consumidor deste combustivel não tem força. Enquanto o gasoleo é aumentado muito menos, para não levar a outra paralização. È bastante lamentavel esta atitude das gasolineiras, com a complacencia do nosso sábio governo. È tudo uma roubalheira pegada. Outra roubalheira é a descida dos combutiveis este ultimo ano, senão vejamos: No ano passado quando o barril de petroleo estava a 150 dls a gasolina chegou a 1,52/lt, agora que está a 73 dls/barril, a gasolina já está a 1,34/lt. Imaginem quando o barril chegar novamente aos 150 dls (e há-de chegar pois as reservas cada vez são menos) quanto é que a gasolina custará? talvez 3,00/lt????

    Chega-se á conclusão que os combustiveis só desceram, para subir ainda mais do que estavam. Pobre Portugal, pobres Portugueses, que são enganados constantemente, sem ninguem os ajudar.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pauloaguia

    A carga fiscal entre os dois combustíveis é diferente. Isso, só por si, pode explicar parte da diferença no aumento, até porque, ainda por cima, há impostos que são fixos, nem todos são em valor percentual.

    Para além disso, a gasolina costuma subir mais depressa que o gasóleo no Verão (fruto da maior procura por parte dos privados que passeiam mais em carro próprio e da diminuição da actividade empresarial, por causa das férias) e o gasóleo aumenta mais no Inverno (pelas razões inversas e pelo aumento da procura para aquecimento). Por exemplo, encontrei uma notícia do DN, de há ano e meio atrás (Inverno) que relata justamente o tal efeito contrário: http://dn.sapo.pt/inicio/interior.aspx?content_id=991130 :)

    Sim, é verdade que quando o petróleo duplicar novamente de preço (concordo contigo, é inevitável), o combustível vai aumentar. Mas duvido que duplique - o preço do combustível tem muitos outros componentes para além do preço do petróleo. Por exemplo, o simples facto de haver impostos fixos, faz com que a subida do combustível não seja tão acentuada como a do petróleo...

    Já agora, realmente os portugueses podem-se queixar de ter uma das facturas de combustível mais cara da Europa. Mas, já que o texto fala sobre aumentos, não tem o combustível aumentado nos outros países também? Porque é que nós havemos de ser coitados neste aspecto?  ???

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    José Ribeiro

    Vou usar este tópico em vez de criar um novo, para falar sobre um assunto que me parece, merecer alguma atenção!...  :o

    Preço do petróleo cai mas combustíveis aumentam.

    O preço do petróleo cai, mas os combustíveis aumentam. O gasóleo subiu 12% no primeiro semestre, enquanto a gasolina aumentou 8%. Já o crude, desde Janeiro que desvalorizou 3,7%.

    Porquê?

    De acordo com a notícia, o agravamento dos preços é justificado pela desvalorização do euro face ao dólar e pelo aumento do preço das matérias-primas nos mercados internacionais.

    Será assim mesmo?

    Euro sobe para perto dos 1,30 dólares

    Moeda unida ainda está a ser impulsionada sobretudo pela venda de casas nos EUA e pelos resultados empresariais

    A moeda única europeia segue em alta ligeira face ao dólar nesta manhã de terça-feira.

    Neste momento, a divisa da Zona Euro está a ganhar 0,04 por cento para 1,2995 dólares.

    Consegue-se perceber os argumentos usados?

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pauloaguia

    Consegue-se perceber os argumentos usados?

    Estás a comparar coisas que não são comparáveis. A primeira notícia diz que o euro desceu no primeiro semestre (efectivamente tenho ideia que começou o ano a cerca de 1,5€/$ e acabou o semestre a pouco mais de 1,2€/$)

    A segunda notícia diz que o euro segue a subir hoje.

    Ora, mesmo que o dia de hoje fosse no 1º semestre (que já não é) o facto de uma cotação subir num dia em particular também não é suficiente para rebater o facto de ter vindo a descer durante a maior parte dos outros dias do semestre... até porque mesmo durante esse semestre, o combustível também não subiu sempre - só se está a comparar o início com o fim do período, mais nada...

    Desculpa, mas sou eu que não consigo perceber os teus argumentos :P

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    José Ribeiro

    Desculpa, mas sou eu que não consigo perceber os teus argumentos :P

    Não é preciso muito para perceber o que escrevo... basta usar um veículo que necessite de combustível, para perceber onde quero chegar!...  ;)

    No entanto, estes aumentos não coincidem com a descida do preço do petróleo nos mercados internacionais, que perdeu 3,7% nos primeiros seis meses do ano.

    Há quem se preocupe em arranjar argumentos viáveis quando mente, mas esta malta nem se dá a esse trabalho.

    A desvalorização do Euro face ao Dólar é um situação recente. Andámos mais de 3 anos com um euro sobrevalorizado e o resultado foi o mesmo.

    Durante o periodo de sobrevalorização do euro, a desculpa era o aumento do preço do barril nos mercados internacionais. Nesta fase esqueciam-se de aplicar as mais-valias decorrentes dos valores favoráveis do câmbio. O preço era indexado ao custo por barril, mas na relação de 3/1. Ou seja: O preço do barril sobe três vezes, subimos o cumbustível 3 vezes. O preço do barril desce três vezes, descemos o preço do combustível apenas 1 vez.

    Agora que os valores de ambas as moedas começam a mostrar sinais de equiparação (mas ainda estamos longe disso), já essa malta trata de usar a desvalorização do euro como factor compensatório pela diminuição do preço do barril de crude.

    O pior de tudo é que esta gestão vergonhosa é tolerada por quem tem responsabilidades de regulação.

    Não há como confiar em sistemas/políticas e muito menos em pessoas quando se vê toda esta influência dos grandes lobbies. As coisas mantêm-se porque há demasiados interesses financeiros a forçar que assim seja. E também não há forma de mudar porque as forças políticas (as que têm influência) estão minadas de indivíduos que valem pelo apelido que carregam e não pela competência que mostram.

    Porque se bem me recordo, quando o dólar desvalorizou, os combustíveis aumentaram...

    Em termos de contas concretas, já em tempos as apresentei num tópico, mas foram englobadas noutro tópico!...  :o

    Eis as contas de então:

    Responder #27 (23 Julho 2009) http://www.pedropais.com/forum/index.php?topic=855.18

    Daqui se conclui que quando "eles" querem, aumentam e utilizam qualquer argumento à mão!...  :-X

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Eliasg

    Quando vejo alguém a dizer que a gasolina está demasiado cara, apetece-me perguntar: "então achas que a gasolina devia estar a quanto?" :)

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Eliasg

    Então para ti o preço justo é o preço daquele que vende mais barato?

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    MiguLuso

    Uns centimos mais alto que esses mas sim porque essas empresas conseguem vender o combustivel e obter lucro sem explorar o cliente.

    Ja a Galp adora explorar os seus clientes, o preço do barril desce e o combustivel esta igual, se os preços sobem o combustivel tambem sobe.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Eliasg

    Estás a dizer que quando o barril de petróleo desce só o pingo doce e o continente é que descem os preços?

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Eliasg

    E o que te leva a considerar que o preço do Pingo Doce ou do Continente é que é o valor justo?

    Porque não 1 euro, por exemplo, em vez de 1 euro e 40?

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pauloaguia
    Nao. O continente e o pingo doce já têm os preços mais baixos que a Galp e portanto não precisam de os descer mais

    Portanto, se o petróleo desce, a Galp devia descer o preço e é exploradora porque não o faz. Mas os hipermercados já podem manter os preços apesar do petróleo descer e são os "bons da fita"? ???

    (Já agora, não é isso que acontece. Mas foi o que disseste).

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites

    Your content will need to be approved by a moderator

    Guest
    You are commenting as a guest. If you have an account, please sign in.
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


    ×
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa