Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • njorge

    15 em 1 | Serviço Máximo

    Recommended Posts

    njorge

    Já alguém olhou para este "produto" Montepio?

    https://www.montepio.pt/15-em-1-servico-maximo

    Assim, de leve, por 2€+IS/mês temos:

    • transferências no homebanking gratuitas (pago 1€+IS)
    • anuidades de 2x cartões de débito gratuitas (pago 16€/cartão)
    • anuidades de cartão de crédito
    • devolução de 5% despesas domiciliadas até 85€/ano
    • isenção de manutenção.

    Só na parte de gastando 24€+IS ter as anuidades de dois cartões, parece-me compensar. Os 85€ é extra...

    Não consigo é uma informação detalhada sobre a conta poupança das devoluções da despesa nem perceber qual o "catch" desta oferta toda.

    Já sou cliente e actualmente (como só tenho um cartão activo) acabo sempre por gastar 16€/ano.

    Para quem é cliente, o que acham desta oferta?

    Edited by njorge

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Guest PJA
    há 18 horas, njorge disse:

    Só na parte de gastando 24€+12*IS ter as anuidades de dois cartões, parece-me compensar.

    Devia dizer 24€+IS - não faz sentido multiplicar o imposto por 12, neste caso basta calculá-lo diretamente sobre os 24€ (o que dará aproximadamente mais 1€, já agora)

    há 18 horas, njorge disse:

    Os 85€ é extra...

    Eu leio aquela linha como sendo devolução de 5% de até 85€, ou seja, devolução de até 4,25€

    há 18 horas, njorge disse:

    Não consigo é uma informação detalhada sobre a conta poupança das devoluções da despesa nem perceber qual o "catch" desta oferta toda.

    Como sempre, o melhor é contactar directamente e pedir mais detalhes ao banco. Mas imagino que lhe vá sendo creditado os 5% na conta à ordem até atingir o limite de cada vez que for paga uma dessas despesas...

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    njorge
    A 07/09/2018 às 10:45, Visitante PJA disse:

    Devia dizer 24€+IS - não faz sentido multiplicar o imposto por 12, neste caso basta calculá-lo diretamente sobre os 24€ (o que dará aproximadamente mais 1€, já agora)

    Correcto e corrigido

    A 07/09/2018 às 10:45, Visitante PJA disse:

    Eu leio aquela linha como sendo devolução de 5% de até 85€, ou seja, devolução de até 4,25€

    É uma forma de ver as coisas. Poderei ter sido influenciado pelas "notícias" patrocinadas que falavam num retorno à conta do cliente de 170€ em dois anos.

    O press release do Montepio também dá essa indicação: https://www.montepio.pt/resources/SiteMontepio/documentos/institucional/press-releases/servico-maximo-12072018.pdf

    A 07/09/2018 às 10:45, Visitante PJA disse:

    Como sempre, o melhor é contactar directamente e pedir mais detalhes ao banco. Mas imagino que lhe vá sendo creditado os 5% na conta à ordem até atingir o limite de cada vez que for paga uma dessas despesas...

    Paga o valor total anualmente, numa conta poupança.

    Já tenho as condições gerais. https://www.montepio.pt/iwov-resources/SitePublico/documentos/pt_PT/pdf-pmc/3010050069.pdf

    Edited by njorge

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    njorge

    Não percebi a pergunta. O que é automático?

    Edited by njorge

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Guest FRFernandes
    A 07/09/2018 às 10:45, Visitante PJA disse:

    Devia dizer 24€+IS - não faz sentido multiplicar o imposto por 12, neste caso basta calculá-lo directamente sobre os 24€ (o que dará aproximadamente mais 1€, já agora)

    Eu leio aquela linha como sendo devolução de 5% de até 85€, ou seja, devolução de até 4,25€

    Como sempre, o melhor é contactar directamente e pedir mais detalhes ao banco. Mas imagino que lhe vá sendo creditado os 5% na conta à ordem até atingir o limite de cada vez que for paga uma dessas despesas...

    Boa tarde a todos.

    Subscrevi este Serviço em Outubro/2018 para uma conta minha e outra da minha esposa.

    Na minha conta debitaram-me todos os meses 2€+iva e continuam a debitar o mesmo e a devolução dos 5% das despesas só foi feita no final de 1 ano desde a abertura (76,00€). Até aí tudo ok!

    A minha esposa aderiu na mesma data, todos os meses e ainda continuam a debitar-lhe os 2€+iva, mas no período de junho a novembro esteve de baixa médica com atestados passados, que fiz chegar ao Banco MG e a resposta deles é que violou as clausulas do contrato (DAS QUAIS NÓS NUNCA TIVEMOS CONHECIMENTO) pois nesse período não deu entrada nenhuma transferência da Entidade Patronal. Ora nós só temos conta no Montepio e é de lá que são e continuam a ser pagas as mesmas despesas, para as quais nós mesmos transferimos o dinheiro tido como necessário para o seu pagamento.

    ORA, interrogo, qual foi a violação do contrato? Alguém sabes onde encontrar estas condições?

    Agradeço qualquer informação que me possas dar, pois do Banco só obtenho: "VIOLOU AS REGRAS DO CONTRATO"

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    njorge

    Não tendo a certeza e tendo que ser o banco a confirmar o que não foi cumprido, penso que poderá ter sido o seguinte.

    Citação

    2. CONDIÇÕES DE ACESSO E MANUTENÇÃO

    A subscrição e a manutenção das vantagens associadas ao Serviço Máximo obrigam ao cumprimento das seguintes condições cumulativas, na conta à ordem associada:

    - Domiciliação automática do ordenado ou pensão de reforma (Códigos SALA, PENS e 08-Ordenados) na conta D.O. associada ao Serviço Máximo. O Ordenado/Pensão deverá obedecer aos valores mínimos legais

    - Adesão ao Serviço Montepio24

    Se deixar de cumprir as condições de acesso, durante três meses consecutivos, o Serviço Máximo, será automaticamente cancelado e os produtos subscritos ficarão sujeito aos termos e condições de acordo com o preçário em vigor.

    Não recebendo transferências com os códigos indicados, não são consideradas como ordenado ou pensão. Se ficou mais de 3 meses consecutivos sem essa transferência, será um incumprimento das condições.

    Agora, ficam duas dúvidas:

    1. Se por estar de baixa e por apresentar essas declarações pode-se evitar essa situação. Não vejo nas condições gerais o que se possa fazer.
    2. Se ao fim de três meses consecutivos sem as transferências com o respectivo código o serviço é automaticamente cancelado por que razão continuam a cobrá-lo?

    Sugiro apresentar reclamação no Montepio e no Banco de Portugal com os seus pontos de vista e as suas dúvidas.

     

    Edited by njorge

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites

    Your content will need to be approved by a moderator

    Guest
    You are commenting as a guest. If you have an account, please sign in.
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


    ×
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa