Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • toze5

    Fatura de ato isolado

    Recommended Posts

    toze5

     

    Boa tarde,venho deste modo apresentar o meu caso e as respetivas duvidas.

    Sou trabalhador por conta de outrem e tenho a oportunidade de fazer um trabalho por minha conta para uma empresa estrangeira (Angola), a empresa combinou e concordou em aceitar fatura ou fatura/recibo para este trabalho. O valor a receber e combinado com  cliente é de 11.250,00€  , isto seria o valor que eu devo receber liquido.

    Ao passar a fatura ou fatura/recibo de ato isolado ao "cliente" estrangeiro tenho que contemplar + IVA ou nao ?

    O cliente disse-me que eu podia passar a fatura ou fatura/recibo de ato isolado logo que iniciasse o trabalho para eu nao correr o risco de esperar mais tempo pelo pagamento, nesse caso por exemplo se eu passar a fatura agora (22-11-2016) e se tiver que meter IVA, terei de pagar o IVA em Janeiro sem ter ainda recebido, pois o combinado seria receber em fevereiro, mas quando mais tarde eu passar fatura mais tarde receberei, ha alguma dica ou informaçao para este caso ou nao ha volta a dar ? ( logico que este caso só se poe se for obrigado a contabilizar o IVA).  

    O trabalho sendo um trabalho tecnico , nao poderia designa-lo por trabalhos de engenharia e ficar isento de IVA aproveitando o mencionado pelo Art.6º alinea 11 e 11c !?

    De qq modo levando em consideraçao o valor envolvido (11.250,00€) e ser ato isolado, será que tenho automaticamente a obrigaçao de meter IVA queira ou nao  ?

    Em relaçao a S.Social ja sei que nao tenho de pagar pois ja faço descontos pela entidade patronal para quem trabalho.

    Levando em consideraçao a fatura ser passada a uma empresa estrangeira (Angola), ser ato isolado e ultrapassar os 10.000,00€ (11.250,00€) , será que o cliente tem de fazer retençao na fonte, ou será opcional ou será apenas aconselhável ?           Ele disse-me que nao,  mas podia fazer, só que tratando-se de uma empresa estrangeira (Angolana) nao sei se ele pagam o IRS da retençao e eu é que fico a perder pois em vez de receber o combinado 11250€ , apenas iria receber 8437,50€

    Caso seja obrigado a meter IVA será à taxa de 23%  ?

    Se estiver sujeito a retençao ou for opcional, será de 25% ou mais ?     Como sei que o cliente vai pagar o IRS (valor da retençao)  em meu nome, pois é uma empresa Angolana !?

    O cliente alega que a fatura nao precisa de IVA pelo Art. 6º CIVA, mas o que eu entendo é que esta lei apenas se refere á venda de bens e mercadorias, certo ou tambem é válida para uma prestaçao de serviços  como por exemplo alínea 11 / 11c do mesmo artigo  !?

    Peço desculpa por esta confusao toda mas tenho mais duvidas que certezas, no passado ja passei uma fatura a uma empresa e fiquei isento de IVA, e a empresa ate era Portuguesa só que o material ia para o estrangeiro entao a minha fatura ficou isenta mas nessa altura foi a contabilista que escreveu ainda á mao uma artigo qq justificou a isençao de IVA mas tive que meter retençao na fonte de 11%, mas ja foi à 3 anos e as coisas mudam ano para ano.

    Muito Obrigado e cumprimentos

    ASantos

     

     

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites

    Your content will need to be approved by a moderator

    Guest
    You are commenting as a guest. If you have an account, please sign in.
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


    ×
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa