Ir para o conteúdo
  • FORMAS DE POUPAR

  • penicheiro

    Englobamento ou não dos juros depósito

    Recommended Posts

    penicheiro

    Boa tarde.

    Tenho uma dúvida relativamente ao anexo E, mais especificamente relacionado com os juros de depósitos a prazo.

     

    Em anos anteriores e como estava no primeiro escalão de IRS, englobava os juros dos depósitos ao rendimento. Em 2015, passei para o segundo escalão. Imediatamente percebi que já não valia a pena englobar os juros dos depósitos. No entanto, andei a simular vários valores no simulador IRS do Francisco Mesquita (versão 6) e reparei que sem englobar os juros, tenho a receber 389,79€ (confere com a simulação das Finanças). Se englobar os juros, tenho a receber 317,19€. Mas se colocar no simulador a indicar que não opto pelo englobamento dos rendimentos da categoria E (Quadro 4B), passo a receber 1217,20€! Isto é normal? Na demonstração reparo que terei de pagar novamente o IRS dos juros que já foram retidos pelos bancos mas se é para receber mais do que o dobro, não me importo. :)

     

    Alguém me consegue explicar o que se passa aqui ou se é um erro do simulador? Obrigado!

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    pauloaguia
    há 30 minutos, penicheiro disse:

    No entanto, andei a simular vários valores no simulador IRS do Francisco Mesquita (versão 6) e reparei que sem englobar os juros, tenho a receber 389,79€ (confere com a simulação das Finanças). Se englobar os juros, tenho a receber 317,19€. Mas se colocar no simulador a indicar que não opto pelo englobamento dos rendimentos da categoria E (Quadro 4B), passo a receber 1217,20€! Isto é normal?

    Não me parece normal, não.

    Uma dúvida. Tu dizes que sem englobar os juros recebes 389,79€. Depois dizes que se não optares pelo englobamento recebes 1217,20€.

    Qual a diferença de preenchimento nos dois casos? É que a mim parece-me que disseste a mesma coisa mas com dois resultados diferentes...

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    penicheiro

    Nos 1217,20€ eu coloco o valor dos juros no Anexo E e digo que não quero englobar os juros nos rendimentos. Passo a pagar IRS dos juros mas recebo a totalidade das retenções do IRS, que coloquei no Anexo A.

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    JRJordao
    1 hour ago, penicheiro said:

    Nos 1217,20€ eu coloco o valor dos juros no Anexo E e digo que não quero englobar os juros nos rendimentos. Passo a pagar IRS dos juros mas recebo a totalidade das retenções do IRS, que coloquei no Anexo A.

    Mas o IRS dos juros já tu pagaste, quando o banco te reteve 28%. Indicaste também essa retenção no simulador? Na versão 5 é na linha 72.

    Editado por JRJordao
    • Voto Positivo 1

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    penicheiro
    há 28 minutos, JRJordao disse:

    Mas o IRS dos juros já tu pagaste, quando o banco te reteve 28%. Indicaste também essa retenção no simulador? Na versão 5 é na linha 72.

    Por acaso não tinha colocado essa informação. No entanto, se colocar o valor do IRS pago dos juros e colocar em como não quero optar pelo englobamento destes rendimentos, aumenta ainda mais o valor a receber, neste caso o total passa a ser 1280,72€. O IRS pago dos juros é de 63,52€.

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    pauloaguia

    Então e a diferença para os 389,79€ qual é? Não declarares nada no anexo E, é isso?

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    penicheiro
    há 3 minutos, pauloaguia disse:

    Então e a diferença para os 389,79€ qual é? Não declarares nada no anexo E, é isso?

    Exactamente. Sem anexo E, dá esse valor.

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    pauloaguia

    A mim parece-me erro do simulador.

    Mas o melhor é entrares em contacto com o autor do mesmo - das duas uma: ou ele explica de onde vem a diferença, ou então estás a alertá-lo para o problema.

    • Voto Positivo 1

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    penicheiro
    há 39 minutos, pauloaguia disse:

    A mim parece-me erro do simulador.

    Mas o melhor é entrares em contacto com o autor do mesmo - das duas uma: ou ele explica de onde vem a diferença, ou então estás a alertá-lo para o problema.

    Realmente, fui ao simulador da DECO e já não dá esse valor absurdo. Vou informar o autor.

    Obrigado pela vossa ajuda!

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    cocas

    Já agora aproveito o tópico... Quem quer optar pelo englobamento dos juros de depósitos a prazo, este ano já não precisa daquelas burocracias todas, contudo continua-se a pedir a declaração das retenções aos bancos e pode ser em qualquer momento certo?

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    pauloaguia
    há 2 horas, cocas disse:

    Já agora aproveito o tópico... Quem quer optar pelo englobamento dos juros de depósitos a prazo, este ano já não precisa daquelas burocracias todas, contudo continua-se a pedir a declaração das retenções aos bancos e pode ser em qualquer momento certo?

    As declarações dos bancos só serão necessárias no caso das Finanças pedirem uma inspeção (e mesmo aí duvido - porque os bancos já comunicam esses valores).

    No entanto podem ser úteis para o preenchimento (caso não se tenha a certeza dos valores todos) e os bancos são obrigados a fornecê-las em qualquer altura, sim.

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    cocas
    há 20 horas, pauloaguia disse:

    As declarações dos bancos só serão necessárias no caso das Finanças pedirem uma inspeção (e mesmo aí duvido - porque os bancos já comunicam esses valores).

    No entanto podem ser úteis para o preenchimento (caso não se tenha a certeza dos valores todos) e os bancos são obrigados a fornecê-las em qualquer altura, sim.

    Obrigada Paulo,

    Pois eu só vou pedir para confirmar os valores mesmo, mas os senhores dos bancos, muito atualizados, queriam se recusar a passar-me a declaração porque o prazo para pedir era até 20 janeiro...

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites

    Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

    Visitante
    Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
    Responder a este tópico

    ×   Colou conteúdo com formatação.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Foi criada uma pré-visualização automática a partir da ligação que colocou.   Mostrar apenas como ligação

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


    ×
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa