Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • Sign in to follow this  
    abadias

    Contrato de trabalho

    Recommended Posts

    abadias

    Em março de 2008 assinei contrato com uma empresa pelo periodo de 1 ano.

    fui substituir uma colega que estava grávida.

    Oo meu contrato renovou-se automáticamente por mais um ano ( ninguém me disse nada).

    Mas a minha questão é: quantos contratos tenho mais de fazer antes de passar a efectiva?

    Outra colega minha que entrou em Janeiro de 2008 e fez contrato de 6 meses vai passar a efectiva já em Maio.

    Será que foi burrice minha assinar um contrato por 12 meses em vez de 6 meses?

    Parece-me agora que os contratos de 6 meses são mais seguros!

    Será que os contratos de maior duração são mais prejudiciais aos trabalhadores?

    Aguardo noticias vossas.

    abadias

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pauloaguia

    Em primeiro lugar, um contrato para substituir alguem (que esteja de baixa, ou uma gravida como referes) esta´ sujeito a terminar quando essa pessoa voltar. Ou seja, um substituto ja´ deve contar `a partida que nao passe a efectivo (o que nao quer dizer que nao possa acontecer... mas nao e´ esse o objectivo na altura da contrataçao).

    Se o teu contrato refere explicitamente que e´ apenas um contrato de substituiçao dessa tua colega, e ela ja tiver voltado ha uns meses, e tu continuas a trabalhar entao neste momento talvez estejas sem contrato e, portanto, estarias efectiva. Mas isto ja´ sou eu a divagar - se quiseres mesmo confirmar isso talvez seja melhor consultar a ACT (Autoridade para as Condiçoes do Trabalho), levando o teu contrato, para esclarecer essa duvida.

    Quanto `as renovaçoes dos contratos, so pode haver 2, no maximo. Portanto, realmente, quem tem contrato por 6 meses pode ficar efectivo so´ ao fim de ano e meio e quem tem contrato por 1 ano pode ver a efectivaçao chegar so´ ao fim do 3º. O que nao e´ o mesmo que dizer que s´o pode ficar efectivo ao fim desse periodo, a empresa pode efectivar o funcionario em qualquer altura durante esse tempo.

    Seja como for, basta estar atento `as noticias para perceber que a efectivaçao nao e´ assim uma segurança tao grande. Em teoria, acho que a unica coisa que garante e´ que se a empresa precisar de despedir funcionarios, os que estao a contrato vao todos primeiro...

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites

    Your content will need to be approved by a moderator

    Guest
    You are commenting as a guest. If you have an account, please sign in.
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

    Sign in to follow this  

    ×
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa