Ir para o conteúdo
Entrar para seguir isto  
Visitante candida sancho (visitante)

sigilio bancario

Recommended Posts

Visitante candida sancho (visitante)

O caso é o seguinte:

A minha avó falecida tinha conta solidaria com neta, em vida ela perante varias testemunhas, inclusive filha que hoje é cabeça de casal, manifestou a vontade de á sua morte o dinheiro ficar para sua neta uma vez que foi a sua cuidadora e quem sempre esteve com ela.

Apos sua morte essa neta levantou todo o montante existente em conta bancaria onde era co-titular(conta solidaria).

Um dos herdeiros, que não cabeça de casal veio pedir metade desse valor , tendo tido acesso a extratos e movimentos bancarios , sem ordem,nem do co-titular nem ordem judicial.

Poderia ter este tido acesso a estes extratos ?

Terá a neta que ressarcir o mesmo pelo montante pedido uma vez que há testemunhas que comprovam a vontade de sua avó?

obrigada

 

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
pauloaguia

Os bancos facultam essa informação a qualquer herdeiro, sim... Aliás, se houver suspeitas sobre a gestão feita pelo cabeça de casal tem de ser possível reunir provas a esse respeito, não?

O problema desse caso é que a lei só em casos muito especiais admite o testamento não escrito (Código Civil, artigos 2204º a 2223º), e mesmo aí, deve ser registado assim que possível... Admitindo que não era o caso da vossa avó, a satisfação desse desejo dela está dependente da boa vontade dos restantes herdeiros...

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
Visitante candida sancho (visitante)

Entao e o co-titular da conta solidaria(neta) nao tem direito a qualquer parte desse dinheiro? E os herdeiros podem ter acesso a uma conta que tem mais que um titular sem autorizaçao  deste? Alem disso, podem ter acesso aos saldos e extratos sem uma escritura de habilitaçao de herdeiros? Ou basta a habilitaçao  que é feita nas finanças?

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
pauloaguia

Normalmente assume-se que o dinheiro numa conta solidária pertence em partes iguais aos vários titulares. Aliás, tu próprio disseste que só foi pedido metade do valor que estava na conta.

Os herdeiros representam o falecido - se o falecido tinha acesso à conta, porque é que os herdeiros não haviam de ter?

Leste o link que deixei? Lá diz que basta provarem a condição de herdeiro... 

Já colocaste essas dúvidas ao banco? Certamente que te explicam tudo direitinho.

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoticons maximum are allowed.

×   Foi criada uma pré-visualização automática a partir da ligação que colocou.   Mostrar apenas como ligação

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Entrar para seguir isto  

×
FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa