Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • Moura

    Por causa de um recibo verde de € 30 vou ter que pagar € 360,45 de IRS de 2014?

    Recommended Posts

    Moura

    Em 2014, a minha filha teve rendimentos das categorias A (€ 589) e B (€ 5.280).

    Por lapso dela, na declaração de IRS de 2014 assumiu que poderia optar pela tributação com as regras da categoria A quando, nos rendimentos da categoria B, incluiu um "recibo verde" de € 30 a uma entidade diferente daquela para a qual trabalhou todo o ano (mesmo o rendimento da categoria A foi de ter passado a contrato nessa empresa).

    Dirigiu-se aos Serviços de Finanças da Figueira da Foz e disseram-lhe que a regularização (não usar essa opção das regras da categoria A) implica o pagamento de € 360,45.

    Terá mesmo que pagar este valor? Parece-me uma situação muito injusta... e certamente não será caso único.

    Bem hajam por qualquer pista que possam dar.

    Paulo Moura

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    M_R_J

    Infelizmente tem mesmo de pagar, são as regras. Concordo que é muito injusto. É um pouco arbitrário só se poder optar por essa "benesse" quem tenha recibos passados para a mesma entidade e quem sai prejudicado por ficar de fora são pessoas com poucos rendimentos e com uma situação laboral precária...

    Realmente não é caso único, o caso da minha mulher é muito parecido. Relatei-o aqui.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Moura

    Bem haja.

    De facto, o caso que aponta é idêntico. E, como esses, haverá muitos mais.

    Aquela ideia de uma exposição à AR, avançou?

    Estou a pensar fazer uma exposição ao Ministério das Finanças...

    Abraço

    Paulo Moura

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    M_R_J

    Ainda não fiz nada mas estava (e estou) a pensar chamar a atenção da injustiça da lei mandando um mail aos grupos parlamentares da AR. Mas o Ministérío das Finanças também é capaz de não ser má ideia...

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Moura

    Vou escrever uma carta aberta para o Primeiro Ministro e para o Ministério das Finanças, que enviarei para alguns jornais.

    Bem haja, mais uma vez, pela ajuda.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pauloaguia

    Eu incluiria o Provedor de Justiça como mais um dos destinatários. Embora não possa corrigir a legislação, o trabalho dele é justamente chamar a atenção para estas injustiças da lei e sugerir recomendações a quem de direito.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    jfbbms

    yap, as vezes vale mais nao trabalhar para nao pagar mais.

    Ou seja, quando se trabalha para entidades restantes/diferentes  , ou ganhas durante um ano cerca de 400€ para pagar a tal diferença ( e mesmo assim é trabalhar para aquecer ) ou recebes por fora ( quando tal é possivel ) ou nao nao vale a pena trabalhar.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    M_R_J

    Para conhecimento, mandei a exposição a 24 de julho e até hoje respondeu o PCP a dizer que "será tido em conta na nossa intervenção parlamentar". O Bloco mencionou que remeteram ao assessor de Economia e Finanças deles. Nem a maioria nem o maior partido da oposição nem as comissões especializadas responderam. De qualquer das formas, o Parlamento está de férias.

    EDIT:

    Acabei agora mesmo de reencaminhar a exposição ao Provedor de Justiça. Na altura que enviei à AR o formulário de envio de queixa online do Provedor estava em baixo...

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites

    Your content will need to be approved by a moderator

    Guest
    You are commenting as a guest. If you have an account, please sign in.
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


    ×
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa