Ir para o conteúdo
  • FORMAS DE POUPAR

  • AdelinoDasCouves

    Anexo J - trabalho para o estrangeiro

    Recommended Posts

    AdelinoDasCouves

    Olá,

    Telefonei para as finanças e pelos vistos nem eles sabem...

    Trabalho como independente (recibos verdes, regime simplificado) para o Reino Unido mas sou residente em Portugal. Todos os meus rendimentos vêm do RU. Mando a conta, sou pago e passo o recibo verde. Até aqui tudo bem.

    O problema é agora com a declaração de IRS: Devo preencher o Anexo J ou não? O Anexo J é para rendimentos obtido no estrangeiro e pelo que fui lendo seria para quem por 3 meses (por exemplo) tivesse ido trablhar para outro pais.

    Liguei para as finanças e não me souberam responder mas disseram que iam ver e que me ligariam eu tivesse de preencher o Anexo J. Caso não fosse necessário não ligariam...não ligaram. De qualquer forma fiquei na dúvida...

    Alguém?

    Tenho ainda outra pergunta que coloquei noutro tópico:

    IVA - Declaração recapitulativa de IVA

    Tenho aqui uma dúvida que me está a chatear...Abri actividade em Julho de 2014 e este ano inscrevi-me no regime normal de IVA por ter passado o valor de referência o ano passado. Faço prestação de serviços a uma empresa fora de Portugal (dentro da UE) e por isso tenho de entregar a declaração recapitulativa todos os meses e a periódica trimestralmente. Até aqui tudo bem.Esta semana telefonei para as finanças e disseram-me que devia ter também preenchido as declarações recapitulativas no ano passsado (neste caso de Julho a Dezembro) numa altura em que estava no regime de isenção e não no regime normal. Disseram-me que a Declaração periódica seria só passada depois de estar inscrito no regime normal de IVA mas que a recapitulativa teria de ser passada desde a data da abertura da actividade. Ora, isto não faz sentido nenhum, se estava no regime de isenção de IVA como é que tinha uma obrigação relacionada com o IVA... Alguém me pode ajudar?

    Obrigado

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    Visitante Inside

    Encontro-me na mesma situação, como ficou a sua situação? Chegou a entender se o anexo J deverá ser entregue ou não?

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites
    pauloaguia

    Eu acho que o anexo J faz sentido, em combinação com o Anexo B. Admitindo que não está a ser pago imposto no estrangeiro, nem a ser feita retenção na fonte, não deve fazer grande diferença entregar esse anexo ou não, no entanto...

     

    Partilhar esta publicação


    Link para a publicação
    Partilhar noutros sites

    Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

    Visitante
    Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
    Responder a este tópico

    ×   Colou conteúdo com formatação.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Foi criada uma pré-visualização automática a partir da ligação que colocou.   Mostrar apenas como ligação

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


    ×
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa