Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • AdelinoDasCouves

    Anexo J - trabalho para o estrangeiro

    Recommended Posts

    AdelinoDasCouves

    Olá,

    Telefonei para as finanças e pelos vistos nem eles sabem...

    Trabalho como independente (recibos verdes, regime simplificado) para o Reino Unido mas sou residente em Portugal. Todos os meus rendimentos vêm do RU. Mando a conta, sou pago e passo o recibo verde. Até aqui tudo bem.

    O problema é agora com a declaração de IRS: Devo preencher o Anexo J ou não? O Anexo J é para rendimentos obtido no estrangeiro e pelo que fui lendo seria para quem por 3 meses (por exemplo) tivesse ido trablhar para outro pais.

    Liguei para as finanças e não me souberam responder mas disseram que iam ver e que me ligariam eu tivesse de preencher o Anexo J. Caso não fosse necessário não ligariam...não ligaram. De qualquer forma fiquei na dúvida...

    Alguém?

    Tenho ainda outra pergunta que coloquei noutro tópico:

    IVA - Declaração recapitulativa de IVA

    Tenho aqui uma dúvida que me está a chatear...Abri actividade em Julho de 2014 e este ano inscrevi-me no regime normal de IVA por ter passado o valor de referência o ano passado. Faço prestação de serviços a uma empresa fora de Portugal (dentro da UE) e por isso tenho de entregar a declaração recapitulativa todos os meses e a periódica trimestralmente. Até aqui tudo bem.Esta semana telefonei para as finanças e disseram-me que devia ter também preenchido as declarações recapitulativas no ano passsado (neste caso de Julho a Dezembro) numa altura em que estava no regime de isenção e não no regime normal. Disseram-me que a Declaração periódica seria só passada depois de estar inscrito no regime normal de IVA mas que a recapitulativa teria de ser passada desde a data da abertura da actividade. Ora, isto não faz sentido nenhum, se estava no regime de isenção de IVA como é que tinha uma obrigação relacionada com o IVA... Alguém me pode ajudar?

    Obrigado

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Guest Inside

    Encontro-me na mesma situação, como ficou a sua situação? Chegou a entender se o anexo J deverá ser entregue ou não?

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pauloaguia

    Eu acho que o anexo J faz sentido, em combinação com o Anexo B. Admitindo que não está a ser pago imposto no estrangeiro, nem a ser feita retenção na fonte, não deve fazer grande diferença entregar esse anexo ou não, no entanto...

     

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites

    Your content will need to be approved by a moderator

    Guest
    You are commenting as a guest. If you have an account, please sign in.
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


    ×
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa