Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • pauloaguia

    Limite de 0,5% para amortizações antecipadas nos créditos ao consumo

    Recommended Posts

    pauloaguia

    Parece que o crédito ao consumo também vai passar a ter um limite de 0,5% na comissão de amortização antecipada, segundo Decreto-Lei que saiu do conselho de ministros de hoje: http://www.portugal.gov.pt/Portal/PT/Governos/Governos_Constitucionais/GC17/Conselho_de_Ministros/Comunicados_e_Conferencias_de_Imprensa/20090311.htm

    Entre a aprovação e os prazos para entrar em vigor, lá para o fim da Primavera já não haverá cobranças excessivas por este tipo de operações.

    Outras medidas aprovadas hoje:

    - regime de taxas máximas para os vários tipos de créditos (sob pena de ser considerado usura)

    - num outro decreto-lei são drasticamente diminuidas ou mesmo eliminadas as comissões para transferência de PPRs

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pete

    Boa tarde,

    Será mesmo que teremos de esperar até ao final da Primavera?! Pois estou em fase de venda do meu apartamento e dava muito jeito liquidar o Multi-Funções nas novas condições :)

    Cumprimentos,

    Pedro Teixeira

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pauloaguia

    Isso agora é o que se chama em inglês de "bad-timing" :)

    Enquanto não entrarem as novas regras em vigor pouco mais podes fazer do que tentar negociar com o banco a isenção/redução dessa comissão.

    Por exemplo, há muita gente que não paga essa comissão se voltar a constituir o empréstimo da casa seguinte no mesmo banco...

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pete

    Pois, ... bad-timing !

    Vou como correm as coisas! Onde devo consultar a entrada em vigor da Lei? Quando a Lei estiver em vigor, como temos certeza disso?

    Obrigado

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pauloaguia

    Primeiro tem que ser aprovada pelo Presidente (tipicamente cerca de 1 mês). Depois tem que ser publicada em Diário da República (isso costuma ser rápido). E só nessa altura é que podes procurar, tipicamente no fim, em que data entra em vigor (tipicamente 30 dias depois da publicação).

    Portanto, para teres a certeza, só subscrevendo o DR e estando atento...

    http://www.dre.pt/sug/notificacoes/index.html

    Mas o mais provável é que os meios de comunicação social falem sobre o assunto, quando chegar a altura...

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pete

    Paulo, Só mais uma questão!

    Pelo que te parece costuma demorar em média 1 mês após a data de publicação? Ou seja, lá para meados de Abril já temos a lei em vigor?!

    Se for assim, ainda devo ter sorte ! ;)

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pauloaguia

    Paulo, Só mais uma questão!

    Pelo que te parece costuma demorar em média 1 mês após a data de publicação? Ou seja, lá para meados de Abril já temos a lei em vigor?!

    Se for assim, ainda devo ter sorte ! ;)

    Resta saber é quanto tempo falta até à publicação. Se o conselho de ministros só aprovou hoje o decreto, ainda deve faltar algum tempo até o PR o analisar e assinar... e só depois disso é que pode ser publicado. Talvez lá para Maio entre em vigor...

    Mas isto é tudo muito relativo, há casos em que a publicação foi na mesma semana, há outros em que foi quase dois meses depois. Não sei bem qual é o prazo máximo...

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Pedro76

    Parece que o crédito ao consumo também vai passar a ter um limite de 0,5% na comissão de amortização antecipada, segundo Decreto-Lei que saiu do conselho de ministros de hoje: http://www.portugal.gov.pt/Portal/PT/Governos/Governos_Constitucionais/GC17/Conselho_de_Ministros/Comunicados_e_Conferencias_de_Imprensa/20090311.htm

    Entre a aprovação e os prazos para entrar em vigor, lá para o fim da Primavera já não haverá cobranças excessivas por este tipo de operações.

    Outras medidas aprovadas hoje:

    - regime de taxas máximas para os vários tipos de créditos (sob pena de ser considerado usura)

    - num outro decreto-lei são drasticamente diminuidas ou mesmo eliminadas as comissões para transferência de PPRs

    Pensar eu que liquidei o meu o mês passado e me cobraram 300€ (3%) de comissões...

    Podia ter poupado 250€ :(

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites

    Your content will need to be approved by a moderator

    Guest
    You are commenting as a guest. If you have an account, please sign in.
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


    ×
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa