Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • Wakka

    IRS 2014 e Prestação Casa

    Recommended Posts

    Wakka

    Bom dia,

    Surgiu-me uma questão que penso que seja pertinente. Este vai ser o primeiro ano que vou entregar o IRS depois de ter comprado casa.

    Vivo em união de facto com a minha mulher e temos um empréstimo no nome de ambos. Ou seja, teoricamente, cada um paga metade da prestação (amortização+juros+seguros).

    Como ainda não faz 2 anos que vivemos em união de facto, não é considerado união de facto para o fisco. Assim, surge a dúvida, posso apresentar a totalidade da prestação no meu IRS ou é obrigatório fazer essa divisão pelos 2 IRS? Penso que seria mais benéfico para ambos se fosse apresentada no meu pois o meu ordenado mensal é o dobro do dela.

    Obrigado.

    Cumps!

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pauloaguia

    Não podem deduzir isso no IRS. As deduções do crédito habitação são só para contratos celebrados até ao fim de 2011: http://info.portaldasfinancas.gov.pt/pt/informacao_fiscal/codigos_tributarios/irs/irs89.htm

    Mesmo que pudessem, provavelmente compensava meter nos dois de forma a aproveitar o dobro do limite da dedução.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    Wakka
    Não podem deduzir isso no IRS. As deduções do crédito habitação são só para contratos celebrados até ao fim de 2011: http://info.portaldasfinancas.gov.pt/pt/informacao_fiscal/codigos_tributarios/irs/irs89.htmMesmo que pudessem, provavelmente compensava meter nos dois de forma a aproveitar o dobro do limite da dedução.
    Estranho, pensei que tinha lido algures no inicio de 2014 que a dedução acabava em 2015. Obrigado pelo link!!

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pauloaguia
    Estranho, pensei que tinha lido algures no inicio de 2014 que a dedução acabava em 2015. Obrigado pelo link!!

    Esteve para acabar na nova versão do Código do IRS (juntamente com a maior parte das deduções) mas à última da hora foi recuperada (imagino para minimizar a confusão que seria a introdução da cláusula de salvaguarda que o Governo tinha proposto).

    De qualquer forma, já desde há uns anos que esta dedução em particular se aplica só para os contratos celebrados até 2011. E o limite de dedução tem vindo a diminuir cada vez mais...

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites

    Your content will need to be approved by a moderator

    Guest
    You are commenting as a guest. If you have an account, please sign in.
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


    ×
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa