Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • pateco_99

    Obrigações e impostos

    Recommended Posts

    pateco_99

    hmmmm reformulando a questão, há algum instrumento financeiro isento de impostos?

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    D@vid

    hmmmm reformulando a questão, há algum instrumento financeiro isento de impostos?

    Pensa assim, tudo o que é rendimento paga imposto, seja rendimento do trabalho ou em aplicações financeiras.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    ruicarlov

    Quando se tem poucos rendimentos, até é possível ficar isento de impostos sobre esse rendimento. Em termos de aplicações financeiras, as contas poupança reformado não pagam irs até aos 10.000 e qualquer coisa.

    Quando se tem rendimentos de aplicações e não se tem rendimentos de trabalho, até certos montantes pode-se receber de volta todo o dinheiro retido na fonte através do englobamento.

    Agora para pessoas com um emprego dito "normal", não há como fugir aos impostos (nem à morte). :P

    • Upvote 1

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pateco_99

    Obrigado, mas o que pretendo é diversificar o meu portfolio. Pareceu-me boa ideia investigar obrigações, mas se há descontos/impostos obrigatórios é para esquecer...

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    ruicarlov

    Diversificar o portefolio quase nunca é má ideia. Impostos são uma constante, mas dividir os ovos por cestos diferentes é algo que trás mais segurança à carteira.

    Agora é verdade que o mercado das obrigações está pouco atrativo. Até os CAs e CTPMs lhe dá baile em termos da relação risco/retorno.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    D@vid

    Obrigado, mas o que pretendo é diversificar o meu portfolio. Pareceu-me boa ideia investigar obrigações, mas se há descontos/impostos obrigatórios é para esquecer...

    Então e onde tem o capital aplicado? terá na mesma impostos concerteza...

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    ee99161

    Quando se tem poucos rendimentos, até é possível ficar isento de impostos sobre esse rendimento. Em termos de aplicações financeiras, as contas poupança reformado não pagam irs até aos 10.000 e qualquer coisa.

    Quando se tem rendimentos de aplicações e não se tem rendimentos de trabalho, até certos montantes pode-se receber de volta todo o dinheiro retido na fonte através do englobamento.

    Agora para pessoas com um emprego dito "normal", não há como fugir aos impostos (nem à morte). :P

    Oh Rui, explica lá isso de quem não tem rendimentos de trabalho po receber de volta o dinheiro retido. Não me digas que podia ter feito uma declaração de IRS vazia (não tenho rendimentos de trabalho) só com isso e ainda recebia...

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    D@vid

    Oh Rui, explica lá isso de quem não tem rendimentos de trabalho po receber de volta o dinheiro retido. Não me digas que podia ter feito uma declaração de IRS vazia (não tenho rendimentos de trabalho) só com isso e ainda recebia...

    Se só tiveste rendimentos de capitais óbvio que recebias o retiveste :)

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    ee99161

    David, obrigado pela resposta. Ver se percebo, eu no ano passado (2014) tive uns DP que venceram e resgatei dois fundos com maior valia. Meto isso tudo na declaração de IRS deste ano então? Peço ao banco a Declaração de Englobamento então? É em 3 bancos que tenho isso do ano transacto.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    ruicarlov

    Oh Rui, explica lá isso de quem não tem rendimentos de trabalho po receber de volta o dinheiro retido. Não me digas que podia ter feito uma declaração de IRS vazia (não tenho rendimentos de trabalho) só com isso e ainda recebia...

    Por ser uma questão bastante frequente, já escrevi uns dois artigos sobre o assunto:

    http://trocospormiudos.blogs.sapo.pt/englobamento-de-rendimentos-de-capitais-3851

    http://trocospormiudos.blogs.sapo.pt/englobamento-para-o-irs-de-2013-entrega-7787

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    D@vid

    David, obrigado pela resposta. Ver se percebo, eu no ano passado (2014) tive uns DP que venceram e resgatei dois fundos com maior valia. Meto isso tudo na declaração de IRS deste ano então? Peço ao banco a Declaração de Englobamento então? É em 3 bancos que tenho isso do ano transacto.

    Sim, pede até ao fim do mês essa declaração.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    afer

    Essa pratica inteligente é muito utilizada com estudantes, com rendimento baixo ou mesmo nulo têm valores a render deles ou de familiares em seu nome e entregam a declaração de irs em termos de englobamento e depois recebem umas centenas ou até mil e tal  euros devolvidas pelo fisco. Claro que num dia destes podem ser questionados pelo fisco em provar como é que ganharam essas economias depositadas em seu nome.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pauloaguia

    Essa pratica inteligente é muito utilizada com estudantes, com rendimento baixo ou mesmo nulo têm valores a render deles ou de familiares em seu nome e entregam a declaração de irs em termos de englobamento e depois recebem umas centenas ou até mil e tal  euros devolvidas pelo fisco. Claro que num dia destes podem ser questionados pelo fisco em provar como é que ganharam essas economias depositadas em seu nome.

    Para se receber mil euros de imposto retido ainda é preciso ter investimentos que rendam uns poucos milhares (ou seja, ter investidas umas largas dezenas de milhar). Não será para qualquer um, mas sim, é possível... desde que fique dentro do primeiro escalão, terá sempre direito a receber uma boa parte do imposto retido, senão mesmo tudo...

    Quanto à origem do dinheiro é fácil - foram os pais e os avós que deram, como prémio pela entrada na universidade ou algo do género. Desde que o dinheiro venha dos pais ou dos avós não é preciso declarar nem haveria imposto de selo a pagar pelos "donativos"...

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites

    Your content will need to be approved by a moderator

    Guest
    You are commenting as a guest. If you have an account, please sign in.
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


    ×
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa