Ir para o conteúdo
Entrar para seguir isto  
Visitante Raquel Silva

Dívida Zon (NOS)

Recommended Posts

Visitante Raquel Silva

Boa tarde,

Venho por este meio expor uma situação incómoda.

Tentei este ano colocar os serviços da operadora ZON na minha residência em meu nome e foi-me negada a prestação de serviços em meu nome. Essa recusa era resultante de uma antiga dívida à mesma operadora respeitante a umas facturas do ano de 2007 quando eu residia numa outra morada, facturas essas que eu desconhecia pois não era eu que efectuava o pagamento desse serviço e julgava estar tudo saldado.

Indignada com o sucedido, resolvi contactar a mesma operadora e foram-me facultados os dados para proceder ao pagamento pois tal situação já se encontrava no Banco Nacional de Injunções.

A minha questão é se é possível a operadora vir cobrar pagamento referente a 2007 sendo que nunca entrou em contacto comigo anteriormente. Obrigada.

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
pauloaguia

Não entrou em contacto ou não recebeste o contacto - é diferente.

Provavelmente a dívida já prescreveu. No entanto, nenhuma operadora é obrigada a aceitar clientes - sobretudo quando têm um histórico de não pagamento... Se a dívida efetivamente existe é pagá-la e pronto (não sei se consegues esclarecer as coisas com quem efetuava o pagamento nessa altura?). Se não é legítima, então contesta-a (podes começar por tentar invocar a prescrição, por exemplo). Pode ser que havendo um pouco de luta eles deixem cair...

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
Visitante Raquel Silva

Caro Pauloaguia,

Antes de mais, obrigada pela sua resposta.

De facto, a operadora nunca entrou em contacto comigo para efectuar qualquer pagamento, pois o meu contacto deve encontrar-se na base de dados e nunca recebi nenhum telefonema nem nenhuma carta a notificar-me de tal situação.

É certo que nenhuma operadora é obrigada a aceitar clientes tendo em conta a situação existente, mas isso não é colocado em causa.

A minha questão é mesmo saber se poderei "esquecer" o assunto pois já prescreveu ou se devo entrar de novo em contacto com a operadora para efectuar o pagamento.

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
pauloaguia
A minha questão é mesmo saber se poderei "esquecer" o assunto pois já prescreveu ou se devo entrar de novo em contacto com a operadora para efectuar o pagamento.
Normalmente essa tática do "esquecer" dá mau resultado.

As coisas não se resolvem se ninguém fizer nada...

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
Visitante Raquel Silva

Caro Pauloaguia,

"Esquecer" não deve ser entendido em sentido pejorativo.

Só pretendo saber se, de facto, a situação em causa prescreveu e se eu posso pedir essa mesma prescrição ou se sou obrigada, legalmente, a efectuar o pagamento.

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoticons maximum are allowed.

×   Foi criada uma pré-visualização automática a partir da ligação que colocou.   Mostrar apenas como ligação

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Entrar para seguir isto  

×
FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa