Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

  • Sign in to follow this  
    PatDan

    Herança de mãe solteira a menor

    Recommended Posts

    PatDan

    Boa tarde, sou mãe solteira, no qual tenho um herdeiro de 4 anos, tenho uma casa na qual estou a pagar empréstimo. Pergunto: caso eu morra o meu filho é o herdeiro, mas como ele é menor quem fica responsavel por tudo? O pai? Visto eu não ter relacionamento com o pai do meu filho. Que devo fazer neste caso?

    Obrigado.

    Cumprimentos.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    pauloaguia

    Se não fizeres nada o que acontece é o seguinte:

    * o filho provavelmente é enviado a morar com o pai. Se não for possível ou se chega à frente mais algum familiar/amigo da criança ou vai parar a uma instituição (orfanato)

    * quanto ao património da herança, como ele é menor, o tribunal é chamado a intervir para decidir quem fica com a administração do património. O princípal critério costuma ser o de salvaguardar os interesses da criança, garantindo que o património é gerido da melhor forma para se aguentar até ela atingir a maioridade. Tenho ideia (mas não certeza) que movimentar o património de uma herança nestas situações não costuma ser coisa fácil. Por exemplo, uma casa, mesmo herdada, tem IMI a pagar e manutenção a ser feita; não sei até que ponto se pode ir a uma conta bancária da herança buscar o dinheiro sem autorização expressa do tribunal.

    * o seguro de vida provavelmente paga o empréstimo (admitindo que não é uma situação de exclusão - por exemplo, creio que o suicídio não costuma ser coberto)

    Agora, o que creio que podes fazer, é deixar um testamento indicando quem deve ficar com a guarda da criança (creio que o pai, se tiver interesse pode contestar isso - mas pelo menos se ele não tiver interesse evitas que vá parar ao orfanato). Se for preciso podes também deixar alguns bens à pessoa que ficar a tomar conta dele para a apoiar enquanto a criança não for maior e a herança puder ser desbloqueada.

    A minha sugestão - vai ao Registo Civil e expõe as tuas dúvidas. Diz quais são os teus receios e pergunta quais são as tuas opções. Para além de estarem mais por dentro da lei, passam-lhes regularmente situações assim complicadas pelas mãos, isso dá-lhes alguma experiência sobre o que é melhor para cada caso. Se quiseres fazer um testamento precisas de ir lá, portanto só estarás a adiantar serviço.

    Se depois quiseres vir cá deixar o que descobriste, eventualmente outras pessoas podem vir a aproveitar essa informação.

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    PatDan

    Desde já obrigada pela ajuda.

    Realmente ajuda foi boa.... e vou seguir seu conselho, ir ao Registo Civil e expor minhas duvidas.

    O que eu não quero que aconteça é em caso de falecimento, ficar meu herdeiro com meus bens e o pai usufruir deles depois de eu morrer (espero que não seja tão cedo... só daqui a pelo menos uns 70anos  ;D ;D ).

    Quando souber algo, comunico!! Obrigada!!

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites
    gastao

    Salvo melhor opinião, o testamento é feito no notário e não no registo civil

    Share this post


    Link to post
    Share on other sites

    Join the conversation

    You are posting as a guest. If you have an account, sign in now to post with your account.
    Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

    Guest
    Reply to this topic...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

    Sign in to follow this  

    ×
    ×
    • Create New...
    FinancasPessoais.pt

    Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

    Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

    Não mostrar mais esta caixa