Ir para o conteúdo

Pesquisar na Comunidade

A apresentar resultados para as etiquetas ' venda'.



Mais opções de pesquisa

  • Procurar por Etiquetas

    Escrever etiquetas separadas por vírgulas, que representam o tema específico do tópico. Exemplos: "irs", "acções", "descontos", "férias".
  • Procurar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Finanças
    • Créditos
    • Bancos
    • Seguros
    • Imóveis
    • Incumprimento e Penhoras
    • Poupar dinheiro
    • Investimentos
  • Fiscalidade e Trabalho
    • Impostos
    • Segurança Social
    • Direitos do trabalhador
    • Trabalho por conta própria
    • Heranças
  • Geral
    • Apresentações
    • Diversos
  • Fórum
    • Regras

1 resultado encontrado

  1. Evitar Mais Valias

    Boa Tarde, Preciso da vossa ajuda. Sou filho único e herdei dos meus mais pais uma moradia, que era uma casa de férias deles. Os meus pais morreram em 2011 e 2013. Estou a vender esta casa, cujo dinheiro é para o meu filho, uma vez que ele já lá mora desde 2009 (antes dos meus pais morrerem aquela já era a morada fiscal dele) O valor patrimonial da casa em 2011 era 15 mil euros e em 2013 cerca de 80 mil euros. A casa vai ser vendida por 220 mil euros. Nunca foi feita uma doação ao meu filho porque nunca pensei que fossem cobradas mais valias uma vez que ele tem a morada fiscal nesta casa e a venda é para habitação própria permanente dele. Soube agora que as coisas não são assim. Pensei então em fazer a doação, mas disseram que para não pagar as mais valias o meu filho teria de esperar dois anos para vender. é verdade? Ele já tem um interessado na casa. E agora? Seria possível eu fazer uma venda fictícia ao meu filho (pelo valor patrimonial actual)? Ele podia vender logo a seguir e assim já seria considerado investimento em habitação própria permanente? E sendo fictício não haveria transacção real de dinheiro. isto é possivel? Custa-me pensar que os meus pais se mataram a trabalhar para deixar uma casa para o neto e depois uma grande parte vai para o estado. Já me falaram em 20 mil euros ou mais de mais valias! Não é justo nem para o meu filho nem para os meus falecidos pais. Obrigado e desculpem o desabafo.
×
FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa