m.elis

Consignação de IRS

25 publicações neste tópico

Caríssimos  :):

O Estado permite que 0,5% do imposto liquidado no seu IRS reverta a favor de uma instituição de apoio social e humanitário (só as que têm estatuto de utilidade pública).

Para isso basta que na sua declaração do IRS se preencha o Anexo H - Quadro 9 - Campo 901 do Modelo 3 de IRS.

Mais nada, somente colocar o nome da instituição e o respectivo nº de contribuinte. Não pagamos mais IRS nem reavemos menos. São cálculos feitos pelas Finanças.

A título de exemplo: suponhamos que a parcela de imposto liquidado tem o valor de 5000 €, se optarmos pela consignação de imposto (Anexo H - Quadro 9 - Campo 901), o fisco faz, 5000*0,5%=25 €, e é este valor que é entregue pelo fisco  à instituição que indicámos.

Pesquisei algumas instituições, que todos conhecemos, e respectivos nºs de contribuinte que podem escolher.

Assistência Médica Internacional (AMI) – 502 744 910

UNICEF – 500 883 823

Liga Portuguesa Contra o Cancro - 500 967768

Abraço - 503 170 151

Acreditar - 503571920

Associação Portuguesa de Familiares e Amigos de Doentes de Alzheimer – 502 069 635

Associação Portuguesa deDoentes de Parkinson - 506 684 857

Associação Nacional de Famílias para a Integração da Pessoa Deficiente – 501 537 775

Instituto de Apoio à Criança – 501 377 662

Médicos do Mundo – 504 568 566

Sociedade Protectora dos Animais – 500 507 856

E tantas e tantas outras, às vezes pertinho de nós.

Não se paga e não dói, perde-se só 1 minuto por ano para ajudar os outros: 50 segundos a escolher a instituição e 10 segundos para escrever o nº contribuinte dessa instituição no IRS (alguns mais rápidos demorarão menos) ;).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Clarificando o tópico anterior:

A consignação de 0,5% do imposto liquidado pode ser feito às seguintes entidades (Dec-lei nº 16/2001 de 22 de Junho):

- Instituições religiosas ( art. 32, nº 4)

- Instituições Particulares de Solidariedade Social ou Pessoas Colectivas de Utilidade Pública (art. 32, nº 6)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pessoalmente, já faço há algum tempo, donativos para três das associações que referes: AMI, Abraço e Acreditar!

É certo que a consignação não penaliza o Sujeito Passivo! O donativo (sendo mais pessoal), possibilita-nos o contacto directo com a Associação ou Associações (no fundo, é mais personalizado). Por este motivo que te aponto, tenho neste preciso momento uma relação interessante com a Acreditar, que redundará ou não em Voluntariado. Vamos ver!...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Já à alguns anos que seleciono a instituição APDI  (Associação Portuguesa da Doença Inflamatória do Intestino) para receber esses 0.5% do imposto.

Em vez de darmos tudo ao Estado podemos desta forma também contribuir para aqueles que nos tentam ajudar de alguma forma  ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Já à alguns anos que seleciono a instituição APDI  (Associação Portuguesa da Doença Inflamatória do Intestino) para receber esses 0.5% do imposto.

Em vez de darmos tudo ao Estado podemos desta forma também contribuir para aqueles que nos tentam ajudar de alguma forma  ;)

Então, mais uma instituição que podemos ajudar sem gastar nada: Associação Portuguesa da Doença Inflamatória do Intestino (APDI) - nº de contribuinte: 503 454 311.

Com certeza que todos conhecemos mais algumas. Coloquem-nas aqui e depois na declaração de IRS. :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

olá boa tarde,

eu gostaria de conhecer a listagem completa das instituições para as quais podemos consignar irs, mas não a consigo encontrar na net. Alguém me pode indicar onde a encontrar ? obrigado e cumprimentos

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

olá boa tarde,

eu gostaria de conhecer a listagem completa das instituições para as quais podemos consignar irs, mas não a consigo encontrar na net. Alguém me pode indicar onde a encontrar ? obrigado e cumprimentos

Já em tempos quis fazer uma lista e não consegui, parece estar tudo disperso.

O que fui colocando neste tópico foi de cabeça, aquelas instituições mais faladas, e depois procurei o nº de contribuinte no google.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Aqui está mais uma:

TERRA DOS SONHOS : 508128439

Podem saber mais sobre ela aqui: http://www.terradossonhos.org/

Basicamente esta organização de utilidade publica sem fins lucrativos visa realizar sonhos de crianças entre 2 e 18 anos com doenças crónicas e terminais.

Uma nobre causa.  ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Refugio Aboim Ascensao - 501066233

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

olá boa tarde,

eu gostaria de conhecer a listagem completa das instituições para as quais podemos consignar irs, mas não a consigo encontrar na net. Alguém me pode indicar onde a encontrar ? obrigado e cumprimentos

Acabei de encontrar não uma listagem completa mas um nº considerável, aqui:

http://www.irs2007.net/artigo.aspx?idc=19294&ido=104002

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Muitas pessoas continuam a não o fazer por desconhecimento. É muito pouco divulgada esta situação.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não tenho a certeza do que vou dizer, mas tenho ideia que, independentemente das pessoas dizerem a quem querem atribuir os tais 0,5% do IRS ele é usado para a acção social (provavelmente é uma questão de consultar o OE, mas estou preguiçoso).

Só que assim as pessoas têm a certeza de que, pelo menos a sua parte, é entregue a quem elas pretendem ajudar e não a outra instituição com a qual muitas vezes nem se identificam.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu costumo doar a minha consignação à Fundação Montepio : 503802808

Já apoiou crianças e jovens em risco, pessoas idosas e/ou portadoras de deficiência.

Escolho esta, porque na hora de entregar o IRS sempre foi a que esteve à mão, porque tenho os meus seguros no Montepio, e juntamente com o documento para o IRS vem um documento a pedir o nosso contribuito, com a indicação de como se faz a consignação e qual o NIF.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não tenho a certeza do que vou dizer, mas tenho ideia que, independentemente das pessoas dizerem a quem querem atribuir os tais 0,5% do IRS ele é usado para a acção social (provavelmente é uma questão de consultar o OE, mas estou preguiçoso).

Só que assim as pessoas têm a certeza de que, pelo menos a sua parte, é entregue a quem elas pretendem ajudar e não a outra instituição com a qual muitas vezes nem se identificam.

Também não sei. Fiz uma pesquisa, na diagonal, e não encontrei nada sobre o assunto.

É verdade, indicando a quem se pretende consignar 0,5% de IRS podemos ajudar quem queremos :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Alguém sabe se houve alguma alteração no campo em que se incluía, na declaração de rendimentos, a consignação de 0,5% de IRS a instituições de apoio social e humanitário ? 

A legislação continuará a mesma ( (Dec-lei nº 16/2001 de 22 de Junho,  art. 32, nº 4 e art. 32, nº 6)?

Obrigada.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Alguém sabe se houve alguma alteração no campo em que se incluía, na declaração de rendimentos, a consignação de 0,5% de IRS a instituições de apoio social e humanitário ? 

A legislação continuará a mesma ( (Dec-lei nº 16/2001 de 22 de Junho,  art. 32, nº 4 e art. 32, nº 6)?

À partida está tudo na mesma... a menos que o novo OE tenha introduzido alguma alteração, mas não li nada sobre o assunto ainda.

Mas porquê a dúvida? Ouviste alguma coisa em contrário?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

À partida está tudo na mesma... a menos que o novo OE tenha introduzido alguma alteração, mas não li nada sobre o assunto ainda.

Mas porquê a dúvida? Ouviste alguma coisa em contrário?

Só queria ter a certeza para começar a dar a informação com toda a certeza. As pessoas costumam esquecer-se que basta colocar um nº de contribuinte de uma instituição credível e que desenvolva actividades de carácter social e humanitário... Sou uma praga, "vendo" esta informação sempre que posso.  ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Li há uns tempos 1 noticia de que as instituições que beneficiam desse apoio depois ficam excluídas de receber outros apoios do Estado, qq coisa do género. Não consigo especificar em pormenor, mas tendo em conta o valor tão insignificante e sendo que acaba por prejudicar em vez de ajudar as instituições (por culpa do Estado), é melhor não dar e doar antes 5€ normalmente.

Resumindo, não façam isto no IRS, é melhor não dar nada.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Só queria ter a certeza para começar a dar a informação com toda a certeza. As pessoas costumam esquecer-se que basta colocar um nº de contribuinte de uma instituição credível e que desenvolva actividades de carácter social e humanitário... Sou uma praga, "vendo" esta informação sempre que posso.  ;)

Esta lei (Lei n.º 91/2009, de 31 de Agosto - Série I–n.º 168) veio alterar algumas coisas da lei 16/2001....

http://info.portaldasfinancas.gov.pt/NR/rdonlyres/E32FB762-C248-4C6C-8B4F-3E7C5AABBD89/0/Lei_91_2009.pdf

Cumps  ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Li há uns tempos 1 noticia de que as instituições que beneficiam desse apoio depois ficam excluídas de receber outros apoios do Estado, qq coisa do género. Não consigo especificar em pormenor, mas tendo em conta o valor tão insignificante e sendo que acaba por prejudicar em vez de ajudar as instituições (por culpa do Estado), é melhor não dar e doar antes 5€ normalmente.

Resumindo, não façam isto no IRS, é melhor não dar nada.

Também li qualquer coisa e também não me lembro bem onde e o quê. No entanto, não fiquei com a ideia que as instituições se recebessem 0,5% do IRS das pessoas singulares ficassem excluídas de outros apoios. Antes pelo contrário, a entrada vigor do decreto lei 91 de 2009 , que abrange as igrejas e outras comunidades religiosas passaram a beneficiar, cumulativamente" da possibilidade de solicitar a restituição do IVA [pago nas importações, aquisições de bens e serviços, obras efectuadas] e da possibilidade de ficar com donativos de contribuentes particulares, desde que devidamente assinalados no IRS.

Não vi nem ouvi falar se o OE de 2010 altera o de 2009 quanto a este ponto. O que sei é que independentemente de nós querermos ou não o Estado já apoia n instituições, o que não é mais do que a sua obrigação, já que, por exemplo, as IPSS, o substituem. Não tenho dados parar contrapor, mas seria ilógico que o Estado não apoiasse em nada se os particulares já o tivessem feito. .....

Entre outras vantagens a que mais se se destaca é a de eu apoiar a instituição que quero, optando pela consignação.

Tens outras informações para além das que apresentas? Agradeço a quem souber mais alguma coisa que o coloque aqui.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Li há uns tempos 1 noticia de que as instituições que beneficiam desse apoio depois ficam excluídas de receber outros apoios do Estado, qq coisa do género. Não consigo especificar em pormenor, mas tendo em conta o valor tão insignificante e sendo que acaba por prejudicar em vez de ajudar as instituições (por culpa do Estado), é melhor não dar e doar antes 5€ normalmente.

Resumindo, não façam isto no IRS, é melhor não dar nada.

Nem de propósito! Acabei de receber da AMI o seu nº de contribuinte e um esquema da declaração de IRS (quadro 9) para que eu consigne os meus 0,5% de IRs. Ainda me interrogo mais, pois uma instituição como a AMI, que deve receber apoios do Estado, correria o risco de receber uma insignificância dos particulares perdendo o apoio do EStado?

Não me parece..... ???

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Na hora de entregar as nossas declarações de IRS não podemos (ou devemos) esquecer que temos a possibilidade de consignar 0,5% do IRS a uma instituição de solidariedade social (ou outra).

Não pagamos  mais por isso. É feito automaticamente pelas Finanças, ou seja, o Estado não vai receber esse valor (0,5% da colecta) mas sim a instituição que nós escolhermos. Para isso,  basta preencher na declaração de IRS, no quadro 9, do anexo H,  o nº de identificação fiscal das pessoas colectivas (NIPC) da instituição nossa eleita.

Encontramos na lista abaixo as entidades a quem pode ser feita a consignação de IRS:

http://info.portaldasfinancas.gov.pt/NR/rdonlyres/17F11DE3-3096-467F-B52B-169C7C4936E5/0/mapa_consignacao_IRS_2010.pdf

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pois. Fui ver a dita lista, publicada no site das finanças (é q eles aceitam) e associações de protecção de animais não encontrei. Pareceu-me tudo demasiado beato, sendo que a maior parte parecia coisas religiosas e para essas não dou....

Continuamos a ser o país dos três F - pois tenho quase a certeza se procurar bem deve ter associações ou fundações relacionadas com o futebol e o fado...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tem de tudo ......Se procurar bem verá que a apreciação é injusta.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor